Crítica | Além da Escuridão: Star Trek (Trilha Sonora Original)

estrelas 4,5

Muita coisa mudou na carreira de Michael Giacchino de 2009 para 2013. O compositor receberia seu primeiro Oscar por Up: Altas Aventuras e rapidamente tornaria-se um dos nomes mais requisitados do mercado de trilhas sonoras. Ainda mantendo a duradoura parceria com J.J. Abrams, Giacchino retorna para a música do aguardado Além da Escuridão: Star Trek, sequência do elogiado reboot da tripulação da Enterprise em 2009.

É simples definir a mudança de tom da música do primeiro filme com este novo: de uma aventura desenfreada, temos um drama intimista com alguns toques de ação. Isso já fica claro no excelente novo tema de Além da Escuridão, London Calling – nada a ver com o The Clash, hein. A música é uma melancólica peça de piano (a primeira vez que o instrumento é usado na franquia desde Jornada nas Estrelas VI: A Terra Desconhecida) que serve para introduzir o personagem de Khan, principal antagonista da produção. É uma música belíssima que toma conta da tela durante sem tempo em cena, com a exclusão de diálogos ou outros textos informativos: a música literalmente conta a história sozinha aqui, dramatizando a trágica situação de um oficial da Frota Estelar e a revelação sinistra de Benedict Cumberbatch ao final da faixa.

A complexidade de Khan vai mais fundo musicalmente em Brigadoom, com uma música abstrata e essencialmente alienígena na forma com que cria um zunido estranho e incomum para o estilo de Giacchino na introdução da faixa. Esta passa para algo mais dramático ao trazer violinos, cellos e um delicado piano para o momento em que o vilão explica sua origem e motivações, sendo uma música discreta que confere ainda mais força à ótima cena em questão. O lado mais selvagem e brutal do personagem ganha variações memoráveis em The San Fran Hustle, faixa agitada que tempera a perseguição de Spock e sua subsequente luta com Khan em uma lixeira flutuante. A orquestra de Giacchino é mais pesada aqui, e a percussão com trompetas agudas é eficiente ao passar a impressão de uma espécie de… selva sci fi. Convém ao personagem, sem dúvida.

De resto, não há muito de novo no front. A música de Giacchino continua vibrante e empolgante durante as sequências de ação, especialmente na dobradinha de Pranking the Natives e Kirk Jumps, Spock Drops, duas peças que compõem a primeira cena do filme no planeta vermelho Nibiru, mas não há uma inovação muito expressiva do primeiro filme para este – além da presença de Khan. A outra exceção se dá pela rápida participação dos Klingons, que ganham uma faixa igualmente animalesca e ameaçadora com The Klingon Wartet.

Como havia dito no início do texto, é uma trilha que avança mais pelo drama do que a aventura. Além das já citadas faixas centradas em Khan, o álbum traz três exemplos belíssimos de momentos musicais de dar um nó na garganta. O principal deles, claro, é Buying the Space Farm, onde um delicado piano e um discreto conjunto de cellos acompanha o trágico diálogo entre um Kirk moribundo e um Spock incapaz de ajudar. A percussão é classic Giacchino e, novamente, nos remete aos bons tempos de seu trabalho na série Lost. De forma similar, Meld-merized oferece uma composição discreta e triste para a morte do Capitão Pike, enquanto Warp Core Values traz uma abordagem mais operática para a intensa sequência em que a Enterprise encontra-se em queda livre, trazendo um memorável arranjo do fantástico tema principal com um dramático coral.

A trilha sonora de Além da Escuridão: Star Trek mantém o ótimo padrão que Michael Giacchino introduziu em 2009, ainda que não traga tantas inovações em termos de temática, além da ótima introdução de Khan na franquia. Mas bem, com um tema incrível como esses, não é preciso inventar a roda a cada novo filme, certo?

Star Trek Into Darkness: Music from the Motion Picture
Composto e conduzido por Michael Giacchino
Gravadora: Varèse Sarabande
Estilo: Trilha Sonora
Ano: 2013


Você pode querer

Que tal adicionar os dois filmes do reboot de Star Trek à sua coleção? Pois você pode comprar o DVD/ Blu-ray clicando nos links ou nas imagens abaixo e ainda por cima nos ajuda a manter o site no ar.

DVD

st-dvd

Blu-ray

st-bluray

LUCAS NASCIMENTO . . . Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.