Crítica | Amor Fora da Lei

estrelas 2Há vários conceitos de filmes no mercado e cada um deles segue mais ou menos uma fórmula de começo, meio e fim. Mas, há outro conceito, conhecido dos cinéfilos e que muitas vezes passa desapercebido do grande público: o filme de arte.

Filmes de arte não precisam necessariamente obedecer a nenhuma fórmula em específico, eles apenas refletem a criação de seu diretor com um roteiro mais simples. Mas, justamente por fugir um pouco as regras, pode não agradar a maioria.

Amor Fora da Lei conta a história do casal Ruth e Bob, que foram criados juntos e acabaram se apaixonando. Vivendo em uma cidadezinha no interior dos Estados Unidos na década de 70, o casal vive seu amor em meio aos crimes cometidos por Bob e seu parceiro. Tudo o que ele quer é dar uma boa vida a Ruth e constituir uma família. Mas, em um roubo que dá errado, Bob é preso e Ruth acaba ficando sozinha e grávida. Com a promessa de que vão se encontrar novamente, Ruth leva sua vida pacata com a filha, enquanto Bob amarga na prisão sonhando com a amada. Mas, o destino reserva surpresas.

O diretor David Lowery quis muito emular Terrence Malick, mas a tentativa não terminou em sucesso. O filme que possui uma fotografia apagada, quase em sépia, flutua entre as angústias dos personagens de Bob e Ruth, interpretados por Casey Affleck e Rooney Mara, sem realmente se aprofundar nelas. Os atores, aliás, o elenco no geral é o que salva o filme, entregando atuações palpáveis, ainda que nada surpreendentes.

Fica claro que Lowery quis contar sua história através unicamente das emoções, mas infelizmente ele falha, pois sem uma direção precisa, os atores parecem perdidos e acabam causando a mesma sensação em quem assiste ao filme. Já o enredo é fraco e possui alguns diálogos desconexos e que tentam poetizar situações que acabam por parecer vazias. Além do mais, o triângulo amoroso que surge na metade do filme não convence a ninguém.

O tempo todo o espectador espera por algo, mesmo um pequeno diálogo que conclua a trama e isso não acontece. Mais uma vez, contamos apenas com as emoções e elas não são suficientes nesse caso.

Não há problemas em filmes de arte, como mencionado antes Malick tem feito um ótimo trabalho com em A Árvore da Vida e Amor Pleno. A questão reside quando se tenta mimetizar algo ou o estilo de alguém, sem de fato alcançar seu objetivo. Exatamente o que acontece com Amor Fora da Lei.

Amor Fora da Lei (Ain’t Them Bodies Saints – EUA 2013)
Direção: David Lowery
Roteiro: David Lowery
Elenco: Casey Affleck, Rooney Mara, Ben Foster, Keith Carradine, Kennadie Smith, Jacklyn Smith, Nate Parker, Robert Longstreet, Charles Baker
Duração: 96 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.