Crítica | Believe – 1X02: Beginner’s Luck

estrelas 2,5

Ao deixarmos Tate e Bo no ônibus a caminho da Filadélfia, eles quase são reconhecidos pela polícia e acabam descendo em Atlantic City, uma espécie de Las Vegas em menor escala. Ainda sem um esconderijo seguro, começam a vagar pela cidade em busca de dinheiro. O esforço que Tate faz para não gostar de Bo (o que é difícil, pois a menina é só amor com ele) é muito forçado e chega a cansar em alguns momentos, lembrando que descobrimos no final do primeiro episódio, que Tate não é qualquer um e sim pai biológico da Bo.

Já levando a menina para o mau caminho, ele pede que de longe Bo mexa nos dados para fazerem somar sete e assim ele conseguir ganhar algum dinheiro na roleta para que possam comer e sobreviver até as novas instruções de Milton.

Ele fala para que ela se sente por perto e dá uns trocados instruindo-a a pedir um milkshake, algo do qual ela não faz ideia do que seja e é quando começamos a ter conhecimento de que Bo não teve uma infância normal de nenhuma forma, pois desconhece por completo coisas que fascinam qualquer um que tenha a mesma idade que ela.

E finalmente vamos ver um pouco mais do local de onde ela veio e seu dito “inimigo”, Skouras. Trata-se de uma espécie de instituto (oi Professor Xavier) que reúne outras pessoas que possuem o mesmo talento de Bo, mas que não se encontram no mesmo nível. Não há explicação de como eles foram parar ali, ou o porquê de estarem sendo estudados, mas não é tão relevante no momento.

Lá em Atlantic City, Bo conhece uma garçonete e imediatamente descobre que o filho dela passa por problemas. Ao fugirem de um cerco policial Bo vai mais uma vez ajudar alguém com dificuldades, mas não sem deixar Tate maluco.

As grandes questões que pairam nesse segundo episódio se devem a certa superficialidade nas atuações de personagens que deveriam causar algum impacto, como o Skouras. De algum modo ele não convence como o “vilão” da história e parece apenas alguém bastante confuso. A maior preocupação é o ar de dúvida que existe na maioria dos personagens envolvidos na trama. Incrível como ninguém parece ter certeza de nada, nem o próprio Milton que é o líder. Será que foi certo deixá-la fugir com um ex-condenado? Será que eles vão conseguir fugir? E por quanto tempo? Quando Tate irá descobrir que é o pai de Bo? Isso será bom ou ruim?

Quando todos os personagens começam a duvidar da história em que vivem, acabam não passando tanta firmeza assim para o público. O que pode acarretar em grandes problemas na continuidade da série.

Believe – 1×02: Beginner’s Luck
Showrunner
: Alfonso Cuarón, Michael Friedman e J.J. Abrams
Roteiro: Jonas Pate e Bobby Arnot
Direção: Omar Mahda
Elenco: Johnny Sequoyah, Jake McLaughlin, Delroy Lindo, Jamie Chung, Kyle MacLachlan, Arian Moyaed, Kerry Condon, Triste Kelly Dunn, Matthew Rauch, Ato Essandoh
Duração: 45 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.