Crítica | Believe 1X12: Second Chance

capabelieve12

estrelas 2Chegou ao fim a primeira e única temporada de Believe. O que é uma pena, pois a série prometia algo que acabou se perdendo ao longo dos episódios.

No último episódio intitulado Second Chance, Skouras pede a ajuda de Winter para localizar Dani antes que ela encontre Tate e Bo. Mas, a tentativa dos dois é falha e eles acabam dando mais pistas a garota que está completamente fora de si.

Na estrada, Tate e Bo estão rumo ao México para enfim conseguirem ter uma vida normal e sossegada, num lugar onde ninguém os conheça. Numa última parada, Tate vai abastecer o carro, enquanto Bo entra na loja para comprar alguns doces e é quando vê sua mãe. Nina aparece para a filha dando pistas que não fazem muito sentido. Ainda assim, Bo decide seguir os conselhos da mãe e tem uma visão de quando Dani acidentalmente matou o irmão.

Animado, Tate pede a Bo que tente deixar seus poderes de lado para que possam tentar ter uma vida mais tranquila. Querendo agradar ao pai, a menina esconde o que acabou de acontecer dentro da loja.

Dani continua no encalço dos dois e chega até um dos esconderijos de Milton, mas obviamente, nem sinal de Bo. Bastante irritada, ela põe fogo no lugar e sai. No quarto de hotel, Tate e Bo veem pela televisão o que aconteceu e ela acaba contando toda a verdade ao pai. Os dois então decidem ir atrás de Dani para ajudá-la, em nada sabendo de suas reais intenções.

Como o plano de Skouras de capturar Dani deu errado, o FBI encontra o corpo de Zapeda, capanga da Orchestra, juntamente com uma pasta contendo documentos confidenciais a respeito do projeto e da instituição. Ali mesmo, os laços do FBI com Skouras são desfeitos e temendo que tudo vaze na mídia, ele ordena que todos sejam removidos da Orchestra e que o sistema seja apagado. Sem base, não haverá fofocas ou notícias.

Tate e Bo são levados pela borboleta azul (Nina) até um prédio antigo, que abrigava crianças orfãs. Aparentemente, Dani viveu lá por muitos anos e Bo pode sentir que a menina era feliz. Seu maior problema é o irmão. Ela quer muito ser perdoada. Infelizmente, ela acaba encontrando os dois e ao atacar Tate, deixando-o inconsciente, ela leva Bo consigo.

Sem saber o que fazer, Tate pede ajuda de Milton e os dois, junto com Channing, seguem para a Orchestra. Lá, Skouras conseguiu apagar todo o sistema, mas Dani o encurrala e tem Bo a tiracolo. A garota está cada vez mais debilitada e a degradação se alastra pelo corpo. Não demora muito, Milton e companhia chegam ao local para uma armadilha preparada por Dani. Bem irritada, ela tranca todos dentro de uma sala e sai. Bo tenta abrir a porta, mas não tem força o suficiente e acaba desfalecendo. Tate a ajuda e diz que tudo vai ficar bem. É quando Nina aparece de novo e afirma que a filha é forte o bastante para enfrentar Dani e salva-la.

Mais uma vez Bo levanta e decide que todos merecem uma nova chance. Está na hora de enfrentar Dani.

O último episódio da temporada apesar de mais emocionante que os demais, não apresentou nada de novo. Foi apenas mais um do mesmo. Para a conclusão de uma série, faltaram explicações e momentos mais intensos, com sensação de despedida. O que fica parecendo é que eles desistiram do seriado antes mesmo de ser cancelado, pois em doze episódios, consigo apenas destacar dois que realmente fizeram jus ao que a série prometia que foi o 1º episódio e o 5º episódio. Algo que também não funcionou foi à troca constante de roteiristas e diretores, estragando o caminhar da série como um todo, já que cada um tinha uma visão diferente, provocando essa montanha-russa de emoções e acontecimentos. Os personagens foram evoluindo a cada episódio, principalmente Bo e Tate, os únicos que fizeram com que valesse a pena continuar assistindo Believe.

Terminou, não foi memorável e não deixará saudades.

Believe 1X12: Second Chance (EUA – 2014)
Showrunner: Alfonso Cuarón, Michael Friedman
Roteiro: Jonas Pates, Hans Tobeason
Direção: Fred Toye
Elenco: Johnny Sequoyah, Jake McLaughlin, Delroy Lindo, Jamie Chung, Kyle MacLachlan, Arian Moyaed, Mia Vallet, Geoffrey Cantor, Nick Tarabay, Ella Rae Peck, Katie McClellan, Rebecca Watson, Brit Whittle, Isabel Shill, James Hindman, Peter McRobbie
Duração: 45 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.