Crítica | Carga Explosiva 3

estrelas 3E para encerrar o ciclo é preciso voltar e fazer direito, como deveria ter sido desde o princípio.

Por mais que queira ficar em paz os problemas acabam perseguindo Frank e, dessa vez, chegam bem rápido dentro da sua casa quando um carro invade com tudo a parede da sala e ele se vê obrigado a aceitar um trabalho sem qualquer diretriz, algo que vai contra suas regras. Aos poucos ele vai descobrindo mais sobre o serviço enquanto tenta se livrar da pulseira que o prende ao carro e também de sua companheira de viagem que é tão misteriosa quanto tudo o que está acontecendo a sua volta.

Carga Explosiva 3 é quase um reboot do primeiro filme. Como assim? Vamos analisar por partes.

Voltamos à Europa, iniciando a jornada na França e indo até a Ucrânia. Frank está transportando outro pacote humano, novamente sem saber. O inimigo não deixa claro quais as suas intenções e por isso ele precisa pisar em ovos. De novo. No primeiro querem trazer imigrantes chineses dentro de containers que serviriam como mão de obra escrava em alguma fábrica, agora, é lixo tóxico que precisa ser despejado em algum lugar. Só que não é assim tão simples jogar toneis e toneis de lixo no oceano, por isso precisam da permissão do Ministro do Meio Ambiente, e óbvio que um militante das causas naturais não iria aceitar tal ato criminoso. A não ser que eles sequestrem a filha dele. Entenderam as semelhanças?

Além de mostrar que tinha como fazer um primeiro filme melhor, descobrimos também que não havia qualquer necessidade de existir uma trilogia. Com um pouco mais de empenho no roteiro, alguns flashbacks, era possível construir uma imagem melhor do personagem de Jason Statham a ponto de justificar seu comportamento e, por fim, dar-lhe um final feliz, como aconteceu nesse terceiro filme.

Todavia, não teríamos o prazer de vivenciar algumas cenas de perseguição e luta fenomenais que são certamente o ponto alto dos três filmes e, aqui, subiram de nível consideravelmente. Ainda que tenha ocorrido repetição como na cena do mecânico em que Statham se despe e utiliza sua camisa e paletó para lutar contra uma horda de asseclas. Já o vimos realizar tal luta antes, mas ainda assim não conseguimos desviar o olhar.

Carga Explosiva 3 é o mais bem elaborado e se tivesse sido planejado e desenvolvido com antecedência, entraria para a história como bom filme de ação e somente isso parte de uma trilogia meia-boca.

Carga Explosiva 3 (Transporter 3 – EUA/FRA/UK 2008)
Direção: Olivier Megaton
Roteiro: Luc Besson, Robert Mark Kamen
Elenco: Jason Statham, Natalya Rudakova, François Berléand, Robert Knepper, Jeroen Krabbé, Alex Kobold, David Atrakchi, Yann Sundberg, Eriq Ebouaney, David Kammenos, Silvio Simac, Oscar Relier, Timo Dierkes, Igor Koumpan, Paul Barrett
Duração: 104 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.