Crítica | Carlitos Na Contrarregra (1914)

estrelas 1

Os primeiros filmes de Charles Chaplin nos Estados Unidos foram realizados sob direção de Mack Sennett, famoso diretor de comédias nos anos 1910, e dono de seu próprio Estúdio, a Keystone Film Company. Após o breve período de adaptação que se seguiu a Carlitos Repórter, seu filme de estreia no cinema, Chaplin foi ganhando confiança pessoal, dando força à sua interpretação e amadurecendo sua principal personagem, uma das mais conhecidas do mundo, o Vagabundo Carlitos.

O ano de 1914 foi um marco para o cinema porque além de contar com a chegada de Chaplin às telas, como ator, foi também o ano em que surgiram os primeiros filmes dirigidos por ele, dentre os quais Calitos na contrarregra é um dos mais fracos.

As situações cômicas acontecem em um vaudeville onde Carlitos e o outro contrarregra da casa, um velho, se desentendem o tempo inteiro. A crueldade com que Carlitos trata o companheiro é realmente impressionante, e durante todo o filme o exagero da slapstick com mais mais pancadaria do que encenação chega a minimizar o teor da comédia. De fato, esse é um dos filmes iniciais do diretor que eu menos gosto.

A graça do curta se encontra na personagem do preguiçoso Carlitos, que o tempo inteiro procura livrar-se de suas obrigações. Alguns erros de continuação e montagem também são percebidos, e chegam a incomodar porque o filme vai ganhando corpo e quanto mais as cenas do palco se misturam às cenas atrás das cortinas, essas incorreção se evidenciam. No fim, o espectador consegue até gostar do filme, porque já esvaziado de sua violência sem propósito, termina com um banho de mangueira em todo o elenco e na plateia. Em algumas sequências é impossível não rir, mas a ideia geral é mal conduzida durante o curta, e o seu conteúdo não é trabalhado de uma forma tão boa quanto o diretor o faria em outros filmes desse período. Mais como valor histórico e curiosidade cinéfila, essa película deve constar na lista de todos aqueles que ainda não a viram. A qualidade do produto, julgue você mesmo.

Carlitos na Contrarregra (The Property Man, EUA, 1914)
Direção: Charles Chaplin
Roteiro: Charles Chaplin
Elenco: Charles Chaplin, Phyllis Allen, Alice Davenport, Charles Bennett, Mack Sennett, Norma Nichols, Joe Bordeaux, Harry McCoy, Lee Morris
Duração: 31min.

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.