Crítica | Final Fantasy IV: The After Years

afteryearsffiv_planocritico

estrelas 4

Final Fantasy IV foi um marco não só para a longeva franquia da Square, como para o gênero RPG em geral, introduzindo o active-time às batalhas. Dezessete anos após o lançamento FFIV para SNES, sua continuação foi produzida, narrando, em forma capitular, os eventos que se transpassaram dezessete anos após a vitória de Cecil e seus amigos no game original.

The After Years se divide em diversos contos, cada um focado em um específico personagem. No primeiro deles controlamos o filho de Cecil e Rosa, Ceodore Harvey, que deseja seguir os passos do pai sendo membro dos Red Wings. Assim como em seu predecessor, a trama do jogo aos poucos se intensifica em termos dramáticos, até o ponto que o mundo de fato se encontra em perigo. Apesar de ser dividido cada uma das subtramas se une no final a forma de transmitir uma única história.

A jogabilidade clássica de FFIV retorna nesta continuação e, com diversos ajustes, se prova resiliente às ações do tempo. Como esperado a batalha é em turnos e funciona quase exatamente a seu antecessor. Há, porém, duas grandes diferenças que afetam consideravelmente a estratégia do game. A primeira delas é o fato dos ataques físicos e mágicos estarem sujeitos às fases da lua, estas se alteram de acordo com ações dentro do jogo, como dormir em uma estalagem. Esse fator pode alterar completamente o destino das batalhas e força o jogador a construir diferentes estratégias conforme o game progride.

A batalha na versão para iOS

A batalha na versão para iOS

A segunda alteração é o Band System, que basicamente constitui em ataques que podem ser desencadeados de acordo com a formação da equipe. Uma dupla específica de personagens no mesmo time acaba tornando possível a utilização de um ataque especial. Tais ataques são ganhos através da história e também da pura experimentação por parte do jogador. Não há como não sentir uma sensação recompensadora quando inovamos na formação da equipe e descobrimos, ora por sorte, ora por raciocínio, tais diferentes efeitos.

Final Fantasy IV: The After Years é um digno successor do game lançado originalmente para SNES. Conta uma história que agrada não somente aos fãs do primeiro game, como aos iniciantes à franquia. É, porém, recomendado que se jogue FFIV antes de se aventurar por este, o que não é nenhum defeito, considerando a qualidade do primeiro game.

Final Fantasy IV: The After Years
Desenvolvedora:
 Square Enix
Lançamento: 18 de Fevereiro de 2008
Gênero: Rpg
Disponível para: WiiWare, PSP, iOS, Android

GUILHERME CORAL. . . .Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.