Crítica | “Hollywood Vampires” – Hollywood Vampires

estrelas 4

Formado esse ano, o Hollywood Vampires vem se mostrando um dos supergrupos recentes mais interessantes, principalmente por sua formação um tanto curiosa: Alice Cooper, Johnny Depp e Joe Perry (Aerosmith). Enquanto muitos se surpreendem com o fato de ver Johnny Depp como guitarrista de um supergrupo, o grupo traz uma despretensão extremamente divertida e muito bem executada em um projeto feito pra homenagear artistas do rock que já se foram. Mesmo com basicamente objetivo de fazer shows (tanto que se encontra no lineup do Rock In Rio dessa quinta, dia 24), a banda lançou recentemente seu primeiro disco, onde podemos ver a energia impressionante que os tais vampiros conseguem passar.

O que se encontra dentro do album são, em sua maioria, covers tanto de hinos do rock, quanto de cancões menos conhecidas. Com interpretações de desde a universal Whole Lotta Love do Led Zeppelin ate a fascinante Itchkoo Park da psicodelia nem tanto conhecida do Small Faces, o grupo sabe entregar uma tremenda vivacidade, algumas vezes com arranjos mais arriscados, outras com praticamente nenhuma modificação da original. Mas a banda certamente se esforça pra inovar em um projeto despretensioso como esse, e tais ideias achamos nos ótimos medleys de clássicos do rock. Destaque esse para o de School`s Out/Another Brick In The Wall, onde o hino do Pink Floyd cai como uma luva no meio dos gritos “School’s out for summer!” da canção de Alice Cooper.

Ainda há participações fantásticas como a do falecido Christopher Lee narrando imponente a introdução do disco, Dave Grohl na bateria do medley One/Jump Into The Fire e Paul McCartney em Come And Get It, faixa criada pelo ex-Beatle, pouco conhecida, perdida em demos do Abbey Road e que traz uma atmosfera diferente ao arsenal dos vampiros. Ah,  e claro, talvez as maiores surpresas estejam nas duas únicas canções “inéditas” e compostas pelo grupo, Raise The Dead e My Dead Drunk Friend, com arranjos esbanjando rock n’ roll e divertindo com refrões de melodia extremamente forte, bem típica do Hard Rock, impossível de não serem cantaroladas. Chega a ser decepcionante ver apenas dois trabalhos originais da banda visto que o resultado deles é ótimo, mesmo que a ideia do grupo fosse outra. Fica a esperança de um futuro álbum apenas com canções originais…

Com uma performance impressionante de Alice Cooper (provavelmente se mostra um dos maiores de sua geração cantando na atualidade), Johnny Depp mostrando um talento musical equivalente a seu potencial no cinema, Joe Perry com sua capacidade guitarrística mística e varias participações especiais, o Hollywood Vampires com certeza se mostra uma das melhores inserções no lineup do Rock In Rio. A propaganda que o disco faz para seus shows se sai extremamente bem, pois com certeza escutar as homenagens a seus “amigos bêbados mortos” – como cantam na derradeira faixa – é algo imperdível.

Aumenta!: My Dead Drunk Friends
Diminui!:

Hollywood Vampires
Artista: Hollywood Vampires
País:  Estados Unidos
Lançamento: 11 de setembro de 2015
Estilo: Hard Rock

HANDERSON ORNELAS. . . Estudante de engenharia química, fascinado por música, cinema e quadrinhos. Um fã de ficção científica e aventura que carrega seu fone de ouvido por todo lado e se emociona facilmente com música, principalmente com "The Dark Side Of The Moon". Enquanto não viaja pelo tempo e espaço em uma TARDIS, viaja pelo mundo dos livros e da música.