Crítica | O Povo contra OJ Simpson: American Crime Story – 1X08: A Jury in Jail

estrelas 4

Depois do icônico momento das luvas de couro no episódio da semana passada, O Povo contra OJ Simpson toma uma decisão curiosa e inesperada em seu oitavo capítulo. Nem Marcia Clark, nem OJ Simpson e nem o Dream Team de Johnnie Cochran ganharam o foco em A Jury in Jail, mas sim, como o título já entrega, o grupo que compõe o júri.

Anthony Hemingway retorna para a direção, enquanto Joe Robert Cole assina o roteiro. O ponto de vista dos jurados é um ótimo contraponto para o restante do julgamento, já que o texto explora o cansaço e até sentimento de prisioneiro que estes sentem por ficarem ligados a um processo judicial que se desenrola já há 8 meses. É uma boa parcela de tempo que oferece momentos dinâmicos e que evitam a série de cair na monotonia, mas que realmente fica interessante quando Clark e Cochrain começam a usar isso a seus interesses pessoais. Uma verdadeira guerra para revelar podres ocultos de diferentes jurados a fim de tirá-los da banca tem início, e o uso de “Another One Bites the Dust”, do Queen, ajuda a tornar uma sequência de montagem um dos pontos altos do episódio.

Vale também mencionar outro fator que acabaria por facilitar a decisão do veredito, que é o confuso – nessa época – exame de DNA, uma das evidências vitais para a condenação de Simpson.

Porém, quem acaba por roubar os holofotes essa semana é David Schwimmer. Seu Robert Kardashian já tinha rendido um ótimo momento quando vasculhou os pertences de OJ, mas aqui, vemos o desespero e sufoco do advogado em lidar com a constatação de que seu melhor amigo é culpado – e, pior ainda, que pode sair inocente. Schwimmer está excelente, e podemos destacar duas cenas específicas: quando acaba chorando nos braços de sua ex-esposa Kris Jenner (Selma Blair, até então praticamente apagada) na qual joga pôquer com OJ e outros advogados, tendo uma ótima reação quando Simpson revela que sua cartada vencedora era nada menos do que um blefe. Um ótimo pequeno momento que serve como síntese de todo o julgamento.

Vale também mencionar o ótimo trabalho de Cuba Gooding Jr aqui, particularmente na cena em que ensaia um depoimento importante com uma colega de seus advogados, e o resultado é pior do que o esperado: Simpson debocha, ri e zomba do fato de ter agredido sua falecida ex-esposa, e a performance de Cuba é eficiente ao ponto de não sabermos se OJ de fato zombava do ensaio ou se aquilo era mesmo sua reação espontânea às perguntas lhe concedidas.

Sarah Paulson pode ter ficado em desfalque no episódio dessa semana, mas American Crime Story continua movendo-se de forma empolgante. Com apenas mais dois episódios restantes, ficaremos com boas expectativas.

O Povo contra OJ Simpson: American Crime Story – 1X08: A Jury in Jail

Showrunners: Scott Alexander e Larry Karaszewski
Direção: Anthony Hemingway
Roteiro: Joe Robert Cole
Elenco: Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson, John Travolta, David Schwimmer, Courtney B. Vance, Bruce Greenwood, Selma Blair, Connie Britton, Jordana Brewster, Christian Clemmenson, Sterling K. Brown
Duração: 41 min

LUCAS NASCIMENTO . . . Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.