Crítica | O Que Aconteceria Se… Wolverine Tivesse Matado o Hulk?

o-que-aconteceria-se-o-wolverine-tivesse-matado-o-hulk-plano-critico

estrelas 4

spoilers! Leia as outras críticas para a série O Que Aconteceria Se… aqui.

Publicada em fevereiro de 1982, a What If? Vol.1 edição #31, relembrava a primeira aparição do Wolverine, na Incrível Hulk #180, onde ele aparece no meio de uma luta entre o Hulk e Wendigo.

Como parte de eventos alternativos narrados pelo Vigia, o imortal cabeçudo e careca criado por Stan Lee e Jack Kirby, temos aqui expostas as consequências de uma linha do tempo possível, mas não real. Ao invés de capturar o Hulk vivo, como mandava o governo canadense, nessa linha do tempo o Wolverine é tomado por uma raiva incontrolável e então mata o enraivecido Verdão…

Após uma sequência em que vemos o Quarteto Fantástico, os Vingadores, o Demolidor e o Aranha assistindo ao noticiário sobre a morte do Hulk, passamos para o Magneto e a Irmandade de Mutantes, onde vemos um plano se arquitetar. Aqui, é preciso ter em mente que tipo de produto você está lendo, para não ficar sentindo ânsias cronológicas e/ou lógicas sobre o que está posto diferente da linha do tempo “real” da Marvel, ok?

Sabendo que se trata de um gibi sobre possibilidades, é impossível não se divertir com a leitura dessa história. Claro que as consequências em torno da morte do Hulk não têm nada a ver com a morte do Hulk, mas mesmo assim, dá para entender a intenção do roteirista. Para ele, mais importante do que mostrar que vilões dominariam espaços do planeta sem o Hulk para detê-los, era mostrar o que aconteceria com o seu assassino. E, convenhamos, ele faz isso muito bem no texto.

o que aconteceria se...

Com o peito erguido e rodeado por mulheres, Logan está em um bar contando o seu último feito. Ter matado o Hulk é realmente algo grandioso e ele sabe disso. Até que alguém fica nervoso com o tal exibicionismo e parte pra cima do nanico de garras. Na briga de bar que se segue, ele mata o civil. Como a única coisa que lhe é oferecida por James Hudson é um bom advogado, o herói foge, e então é recrutado pela Irmandade liderada por Magneto.

A passagem clássica do crápula ao herói é feita via amizade e paixão. Wolverine se infiltra entre os X-Men, mas aos poucos, muda de ideia sobre o plano original. Seu fim é tão trágico e rápido quanto o do próprio Hulk.

Respondendo a pergunta do título da revista: se Wolverine tivesse matado o Hulk, o próprio Wolverine morreria tempos depois, juntamente com o Magneto. A linha do tempo nessa possível realidade narrada pelo Vigia é trágica e sem muitas concessões. Ainda bem que é só uma possibilidade, e por isso mesmo ela é tão legal. Para quem ainda não leu, saiba que vale muito a pena.

O que aconteceria se… Wolverine tivesse matado o Hulk? – EUA, 1982
Título Original:
What If?… Vol. 1 #31 — What If Wolverine Had Killed the Hulk?
Roteiro:
Rick Margopoulos
Arte: Bob Budiansky
Arte Final: Mike Esposito
Cores: Bob Sharen
34 páginas

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.