Crítica | Star Wars Resistance – 1X06: The Children from Tehar

O sexto episódio de Star Wars: Resistance começa com Kaz, Neeko e Tam Ryvora na oficina. A menina e o alienígena estão arrumando uma nave enquanto Kaz apenas observa, diferente do que se via até então, o protagonista da série está começando a gostar de sua profissão como mecânico. Foi só Kazudo começar a ajudar que as coisas dão completamente errado, mostrando que ele não é bom em arrumar naves.

Logo que Kaz quebra a peça que seu time está arrumando, ele se oferece para pagar outra, porém ele não tem nenhum dinheiro. Essa não é a primeira vez que a animação mostra seu protagonista como uma menino mimado que tenta resolver todos os seus problemas com dinheiro que, aparentemente, seu pai possui. É no bar que ele tem a grande ideia de conseguir esse dinheiro encontrando duas crianças que estão desaparecidas.

Seu primeiro pensamento é que a dupla de crianças, claramente desesperadas, estão apenas perdidas. Esse tipo de pensamento é muito ingénuo, mas só reforça a personalidade mimada de Kaz. Para encontrar as criança Neeko apresenta os mecânicos da estação, que são apresentados como os olhos e os ouvidos da ilha de metal.

Esse mecânicos são criaturas extraordinárias, seu design é claramente inspirado em uma tartaruga, e seus movimentos são lentos como o animal que conhecemos. Essa pluralidade de espécies em Star Wars Resistance ainda é uma das coisas mais interessantes que a série tem nos apresentado.

No escritório do Capitão Dooza nós descobrimos que a Primeira Ordem também está atrás das crianças. Capitã Phasma, entra em contato com o dono da estação e diz que está mandando alguns troopers para encontrar a dupla. Depois dos eventos do episódio 5 da animação, Dooza se mostra cada vez mais desconfiado com a organização liderada por Snoke.

As tartarugas mecânicas encontram as criançås e chamam Kaz para conversar com elas. Nessa conversa vemos que elas estão fugindo da destruição do seu planeta, que foi liderada por Kylo Ren. Essa é a primeira vez que esse nome foi utilizado pela série, é impressionante como em apenas dois filmes, Kylo Ren consegue ser um vilão que nos assusta apenas com o seu nome.

Comandante Pyre, o famoso trooper de armadura dourada, é enviado para a estação e não demora para encontrar as crianças, uma grande perseguição acontece, mas no final, Kazudo, Neeko e seus amigos mecânicos conseguem salvar as crianças das garras da Primeira Ordem.

As crianças de Tehar tiveram um tratamento de design diferente, toda a animação é carregada de cores fortes, já a dupla está completamente coberta de um marrom arenoso. Essa falta de cor dá uma sensação estranha para o espectador, acredito que essa estranheza seja intencional. O marrom nos remete a sentimentos como miséria e abandono, um ótimo resumo da situação que as crianças se encontravam.

Uma das coisas mais interessantes de The Children from Tehar é o desenvolvimento de Kaz, o protagonista da série está abandonando o seu comportamento individualista e está começando a pensar mais nos outros. É bom vermos um simples menino, criado e mimado pelo pai, dando os seus primeiros passos em um mundo muito maior.

Star Wars Resistance – 1X06: The Children from Tehar (EUA, 4 de Novembro de 2018)
Criado por: Carrie Beck, Dave Filoni, Kiri Hart
Direção: Saul Ruiz
Roteiro: Paul Giacoppo
Elenco: Christopher Sean, Scott Lawrence, Josh Brener, Suzie McGrath, Bobby Moynihan, Jim Rash, Donald Faison, Myrna Velasco, Lex Lang, Stephen Stanton, Mary Elizabeth McGlynn, Diedrich Bader, Rachel Butera, Oscar Isaac, Adam Driver, Gwendoline Christie, Elijah Wood, Anthony Daniels
Duração: 22 minutos.

PEDRO CUNHA . . . Com corpo e alma de Hobbit, sou um eterno Padawan e aprendiz. Amigo dos ursos, dos elfos e das águias. Nativo de Krypton e apreciador da sétima, nona e de TODAS as artes. Quando tentado sempre rebato; "sou um Jedi, como meu pai antes de mim".