Crítica | Supergirl – 1X07: Human For a Day

estrelas 4,5O episódio começa do ponto onde parou no anterior e vemos que Kara esgotou seus poderes momentaneamente, após a luta contra o Red Tornado. Desolada a moça vai aprender da pior forma possível o que é ser humana por inteiro.

Tal abordagem garantiu que esse fosse, até presente momento, o melhor episódio da temporada. Pois, elevou o conceito da série ao humanizar a personagem, algo que vinha sendo pouco mostrado ultimamente. Ao perder seus poderes Kara aprendeu que um herói é bem mais do que voar ou visão de raio-x. E que muitas vezes ele pode surgir de qualquer pessoa desde que seja necessário naquele momento. Dessa forma, os personagens foram meio que nivelados por igual quando Winn consegue fazer a transmissão da Cat ao vivo. E com James no poço do elevador salvando aquelas pessoas. Com exceção é claro de Maxwell Lord que vem demonstrando ter menos escrúpulos a cada episódio.

Todavia, o ponto alto do episódio foi a introdução de um personagem bem marcante desse universo, J’onn J’onzz, também conhecido como Ajax ou Caçador de Marte.

Quem diria que essa seria a identidade secreta do Henshaw? Certamente não esperava por essa reviravolta, o que garantiu uma sobrevida à série e, talvez, a promessa de melhora num futuro bem próximo. Afinal, Ajax é um personagem bem importante e espero que ele não fique escondido atrás dessa identidade secreta por muito tempo. E isso nos leva ao semi-vilão da semana Jemm, que foi escolhido justamente por ser o oposto de J’onn nos quadrinhos. Ele é de origem saturniana, enquanto J’onn é de Marte. Eles não são exatamente inimigos nos quadrinhos, mas no seriado seria o único que poderia estragar o disfarce de Henshaw e por isso ele decide enganar a todos e derrotá-lo sozinho. Ele só não contava com a determinação de Alex. Será que ela vai conseguir esconder esse segredo por muito tempo?

E mais uma vez a tia-gêmea-má decide voltar e sequestrar a Supergirl nos dando assim, nosso primeiro cliffhanger da temporada. Não sei vocês, mas não creio que eles irão conseguir construir uma vilã decente a partir da personagem da Astra. Começou tão canastrona que acho que continuará assim até o final. Faria mais sentido coloca-la como parceira do Maxwell que está demonstrando ser melhor vilão ou antagonista do que ela.

O ponto fraco foi toda a interação entre Winn e Kara. Os romances não estão sendo bem desenvolvidos nesse série e acho que deveriam apenas parar de tentar encontrar um par amoroso para a Supergirl. Infelizmente, fontes indicam que isso não irá acontecer e um personagem novo deve surgir para dar alguma normalidade à vida da heroína.

Podemos afirmar que segurar esse plot twist por tanto tempo foi uma decisão acertada por parte dos criadores e roteiristas. Supergirl precisa de uma boa injeção de surpresa se quiser manter a audiência. É um elemento que toda série precisa e por que não a mulher de aço?

Supergirl 1X07: Human for a Day (EUA, 2015)
Showrunner: 
Andrew Kreisberg, Greg Berlanti e Ali Adler
Direção: Larry Teng
Roteiro: Yahlin Chang, Ted Sullivan
Elenco: Melissa Benoist, Mehcad Brooks, Chyler Leigh, Jeremy Jordan, David Harewood, Calista Flockhart, Peter Facinelli, Laura Benanti, Luke Macfarlane, Charles Halford, Bryan Lugo, Stephanie Arcila, Ashton Bingham, Zuhair Haddad, David Lim
Duração: 43 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.