Crítica | Team Thor

Lançados como parte do material promocional de Thor: Ragnarok – um na San Diego Comic-Con de 2016 e outro como extra no blu-ray de Doutor Estranho, além de terem sido disponibilizados no Youtube, os dois curtas que formam Team Thor são uma paródia, mostrando o que o Deus do Trovão esteve fazendo durante Capitão América: Guerra Civil. É óbvio, mas melhor ressaltar para não gerar dúvidas: eles não são canônicos, não fazem parte da cronologia do Universo Cinematográfico Marvel. Logo abaixo vocês podem conferir tanto a primeira, quanto a segunda parte:

No primeiro somos apresentados a Thor (Chris Hemsworth) e seu colega de quarto na Austrália. O asgardiano decidiu passar um tempo na Terra entre pessoas comuns e o vemos no dia-a-dia com Darryl Jacobson (Daley Pearson), acompanhando o colega no trabalho e encontrando Bruce Banner (Mark Ruffalo) em uma lanchonete. Já no segundo, mais curto ainda, vemos o herói se esquivando do pedido de seu roommate de conseguir um emprego, enquanto ele mostra moedas e outros itens de Asgard que podem ser utilizados para pagar o aluguel.

O que o diretor/roteirista Taika Waititi (que também dirige o terceiro filme do Deus do Trovão) faz é muito similar ao que vimos em um de seus longa-metragens anteriores, O Que Fazemos nas Sombras, exibindo o personagem com um olhar mais mundano, em meio aos problemas da vida comum. A linguagem de documentários é utilizada, criando algo similar ao filme já citado e a The Office. Evidente que o humor é construído através dessa oposição com o seu colega, colocando Thor para realizar coisas como mandar um e-mail. Basicamente, não se passa de uma grande esquete de comédia, mas que nos permite vislumbrar um pouco do tipo de humor que veremos em Ragnarok – por mais que o roteiro do longa não tenha sido escrito por Waititi, grande parte do humor do diretor é construído pela sua decupagem.

Com os dois curtas totalizando pouco mais de cinco minutos, esse é o tipo de entretenimento que não cansa. Seu humor é pontual e certeiro e, efetivamente, não há muito que ser dito: é engraçado, vejam. Se há algum aspecto negativo em Team Thor é que ele nos deixa na vontade de ver um longa-metragem com Thor vivendo na Austrália, algo que, obviamente, jamais acontecerá. Mas não custa sonhar, é claro.

Team Thor – Partes 1 e 2 — EUA, 2016/17
Direção:
 Taika Waititi
Roteiro: Taika Waititi
Elenco: Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Daley Pearson
Duração: 3:30 min e 1:15 min.

GUILHERME CORAL. . . .Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.