Crítica | The Flash 1X19: Who Is Harrison Wells?

capaflash19

estrelas 3,5Bem, depois do episódio um tanto ruim da semana passada, o mínimo que poderia ser feito era melhorar as coisas, parando de enrolar já que estamos muito perto do final da temporada.

Joe, Barry e Eddie decidem finalmente incluir Cisco e Caitlin na investigação sobre o passado de Wells, mas a moça não parece nada convencida e exige provas que lhe mostrem o outro lado do cientista. Barry pede que ela mantenha sigilo sobre o que estão fazendo e Caitlin apenas concorda. Joe e Cisco decidem então ir para Starling City investigar mais sobre o acidente que matou a esposa de Wells e contam com a ajuda do Capitão Lance para tal. Laurel também aparece na delegacia e se apresenta a Cisco pedindo um favor bem curioso. Em Central City uma mulher é acusada de roubo, mas garante a Eddie que não foi ela quem roubou, apesar das imagens de segurança mostrarem o contrário. No dia seguinte recebem uma ligação de um joalheiro que lhe diz que alguém está tentando vender as peças roubadas. Eddie vai até o local, mas não consegue capturar o homem. O Flash aparece e vê diante dos seus olhos o homem adulto, encostar em uma menina, tomar a forma dela e correr para a multidão. Essa meta-humano será complicado de capturar, pois o velocista não poderá sequer tocar nele, a fim de evitar que ele tome sua forma física e quiçá também seus poderes. No entanto, Eddie não teve a mesma sorte. O metamorfo acaba encostando nele e atirando em dois policiais e é pego no ato pela câmera do carro de patrulha. Como provar que não era realmente o Eddie ali? De volta a Starling City, Cisco faz uma descoberta que irá mudar por completo o rumo da investigação.

Começarei com o fato de que depois desse episódio, ficou comprovado que não é preciso criar um alarde sobre crossovers. É perfeitamente possível inserir personagens de outra série sem necessariamente focar neles o tempo inteiro. Algo que pode favorecer bem mais Arrow do que The Flash e espero que eles utilizem esse recurso na próxima temporada.

O fato de Caitlin mostrar bastante lealdade para com o Wells não me surpreendeu. A personagem é bastante dedicada com seus amigos, principalmente aqueles que a ajudaram a passar por momentos difíceis e é assim que ela os avalia. O que apenas comprova que o Wells faz tudo de caso pensado e que protegendo interesses maiores, os dele é claro, fez com que todos criassem uma empatia tão forte com ele tornando quase impossível acreditar nas acusações do Barry. Se o cientista nunca fez nada de errado, se não demonstra desvios de comportamento e principalmente, se ele não consegue andar, como é que pode ser o Flash Reverso?

Levando-nos ao ponto de que para um episódio intitulado “Who is Harrison Wells?” aprendemos mais sobre quem ele não é, na verdade, do que quem ele foi. A viagem a Starling City foi proveitosa para ambos os lados, tendo em vista que Laurel conseguiu seu Grito do Canário, devidamente aperfeiçoado por Cisco; e ele e Joe descobriram bem mais a respeito do acidente do que apenas um arquivo antigo de polícia. Com provas críveis em mãos, como o DNA extraído do cadáver, é que é a hora de questionar “Quem diabos é esse homem que se faz passar pelo Dr. Wells?”

Com isso, a mente deles começou a se abrir para possíveis pistas do que o Wells faz o tempo inteiro, levando o Cisco a descobrir a sala secreta do cientista, o traje do Reverso e principalmente ou devo dizer em especial, o jornal que data do futuro com a notícia que o Flash desapareceu.

O que pode levar a alguns reclamar, afirmando que tudo esteve sempre debaixo dos olhos deles. Será? Por que desconfiar de alguém se você não tem motivos para isso? Simplesmente vai cismar com todas as pessoas e se tornar paranoico? Exceto o Joe que tem faro especial para pessoas mentirosas, os demais não tinham motivo para tal comportamento. Aliás, a dobradinha Lance e West foi excepcional e mostrou que os dois policiais tem bem mais em comum do que sequer imaginavam.

Todo o arco Iris + Eddie + mentiras poderia ter sido evitado se desde o princípio ele tivesse contado que trabalhava com o Flash. Não precisava dizer a identidade real, apenas que estava trabalhando em parceria com o herói e ficou com medo da Iris segui-lo ou fazer alguma coisa perigosa para obter informações sobre o velocista. Logo, com esse raciocínio, abriria outra gama de circunstâncias mais interessantes do que a briga do casal. Porque se a ideia por trás da raiva secreta do Eobard contra o Barry for o possível não romance do Eddie com a Iris, que motivo mais falho, para não dizer seguro e previsível. Espero sinceramente que não seja.

E mesmo que o meta-humano tenha sido uma boa escolha, serviu apenas para mostrá-los que é possível que uma pessoa tome a forma de outra, mas não suas memórias ou habilidades. De novo, terreno seguro, mas dessa vez, nem de todo ruim.

The Flash 1X19: Who Is Harrison Wells? (EUA, 2015)
Showrunner: 
Andrew Kreisberg, Greg Berlanti
Direção: Wendey Stanzler
Roteiro: Ray Utarnachitt, Cortney Norris
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Rick Cosnett, Danielle Panabaker, Carlos Valdes, Tom Cavanagh, Jesse L. Martin, Katie Cassidy, Paul Blackthorne, Danielle Nicolet, Patrick Sabongui, Paul Almeida, Ray Boulay, Naiah Cummins, King Lau
Duração: 43 min

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.