Crítica | The Flash – 2X08: Legends of Today

estrelas 5,0E chegou a hora do crossover que se tornou tão querido do público. Aquele momento de unir The Flash e Arrow e explodir, ou não, nossas mentes com inúmeras referências e lutas incríveis.

O episódio dessa vez durou um pouco mais que o normal e contou com muitas participações especiais, a começar por Vandal Savage que havia sido mencionado lá no Entenda Melhor da série. Para quem não se lembra, o personagem é imortal e vai até Central City atraído por Kendra. Ele precisa matá-la para continuar com sua imortalidade e por isso ela e o Gavião Negro fogem dele durante séculos. A personagem será o principal adversário do casal e dos demais heróis na série que virá por aí, Legends of Tomorrow.

Só que dessa vez as equipes se intrometem e Barry e Oliver vão fazer de tudo para ajudar ao casal. Disse que o namorico do Cisco iria durar pouco tempo. Coitado.

O teor humorístico de Legends of Today foi na estratosfera com tantas tiradas engraçadas e uma crescente na relação entre os heróis. Por mais que eles não convivam diariamente, nota-se que os laços estreitaram e estão mais confiantes um no papel do outro. O que implica em ter liberdade para expressar opiniões, o que não acontecia antes devido ao fato do Oliver querer bancar sempre o chefe. Nesse ponto o seu relacionamento com a Felicity está ajudando e deixando-o mais mente aberta e flexível a ideias externas. Envolvendo até aceitar o fato de que a Kendra deveria pular para enfim despertar como Mulher Gavião. Algo que antes seria inconcebível.

O casal Gavião não mostrou muito a que veio ainda, mas funcionaram bem em tela e prometem divertir quando forem estrelar em Legends of Tomorrow. Não são conhecidos por serem dos mais convencionais e vivem as turras que devem se arrastar por milênios assim como suas encarnações. A interação com ambas equipes foi interessante e uma coisa que pelo menos a emissora sempre acerta são nas escalações. Disso não podemos reclamar. Até mesmo a pequena participação de Vandal Savage nesse episódio foi bem marcada e o ator soube se destacar. Todavia, o personagem do Damian Darkh ainda não me desce na garganta. Parece tão fanfarrão. Felizmente, esse é um ponto negativo de outra série.

O arco do Wells com a Caitlin, Jay, Joe e Patty foi bem construído e conseguiu encaixar bem num episódio com tantos personagens de destaque. Para aqueles que não aguentam mais ver o mal uso do personagem do Jay, ele pode ter seus poderes, mesmo momentaneamente, de volta e ajudar seu arqui-inimigo que é Harrison Wells. O soro desenvolvido por Wells e Caitlin tem sérios efeitos colaterais e talvez por isso Jay seja contra o uso do mesmo pelo Barry. Ponto falho foi o Joe, mais uma vez, ter deixado Patty no escuro. O que será que ele vai falar para ela? Que foi tudo uma ilusão? Que aquele ali não era mesmo o Wells? Nunca vou entender essa necessidade de incluir todos os personagens acerca da identidade real do Barry, mas já que ela presenciou tudo, qual seria o grande mal?

As aparições de John Barrowman foram bem pontuadas e uma das mais divertidas. O ator parecia estar segurando o riso em todas as cenas. E o que foi a aparição do filho ilegítimo do Oliver no final? Qual sentido disso?

The Flash 2X08: Legends of Today (EUA, 2015)
Showrunner: 
Greg Berlanti, Andrew Kreisberg e Geoff Johns
Direção: Ralph Hemecker
Roteiro: Aaron Helbing, Todd Helbing
Elenco: Grant Gustin, Candice Patton, Danielle Panabaker, Carlos Valdes, Jesse L. Martin, Tom Cavanagh, Shantel VanSanten, Ciara Renée, Stephen Amell, John Barrowman, Emily Bett Rickards, Willa Holland, David Ramsey, Neal McDonough, Teddy Sears, Casper Crump
Duração: 43 min.

MELISSA ANDRADE . . . Uma pessoa curiosa que possui incontáveis pequenos conhecimentos desde literatura a filmes a reality shows a futebol alemão e está sempre disposta a aprender muito mais. Por isso sou Jornalista por experiência e vocação. Fotógrafa Profissional com muita paixão e um olhar apurado e Roteirista frustrada e uma Crítica de Cinema em ascensão.