Editorial – Plano Crítico

Nem bem tínhamos completado um ano de história (2012) quando alcançamos um número muito interessante de seguidores e fãs em nossas redes sociais. Mais impressionante ainda, era o que ia além dos números: pessoas que agora nos acompanhavam constantemente, elogiando, criticando ou pedindo para que falássemos sobre esta ou aquela obra. Nos honrava e ainda honra saber que nossos leitores depositam confiança em nossas opiniões e delas compartilham, discordam e com elas dialogam, o que é o princípio básico da crítica e o nosso motivo máximo como um portal sobre crítica das mais diversas produções culturais.

Semanas se passaram e mudanças aconteceram. E foi pensando nos leitores já conquistados e nos que estão por vir que resolvemos que era hora de assumir essas mudanças (2013).

Após muitas discussões, debates e brigas a insana equipe do Plano Crítico encontrou seu novo layout, bem como uma logomarca nova; tudo mais moderno e detalhado. E não apenas isso! Surgiram os cronogramas precisos de publicação e uma sequência de Especiais de diretores (como produção de crítica) que foi inédito em toda a internet brasileira (2014…).

O aumento da equipe, o retorno dos que temporariamente foram, a sempre fiel opinião de nossos leitores e saltos gigantescos nos acompanharam no ano-chave de nossa fase Reino do Amanhã (2015) e seguirá conosco neste Paraíso — apesar das ‘tentações’ — de 2016.

Nesse instante, o Plano Crítico ruma para águas mais perigosas, mas igualmente excitantes. Há muito trabalho a ser feito, tudo isso pensando em nosso leitor: você.

O que nós somos agora não é um reebot ou remake, mas uma continuação da história original que promete ser ainda melhor que cada uma das fases pelas quais vocês nos acompanharam nestes poucos anos que temos.

E agora… ponha seus óculos 3D, aconchegue-se na poltrona, certifique-se de estar com a pipoca e o refrigerante e embarque conosco nessa fantástica viagem ao mundo do Cinema, Quadrinhos, Literatura, Séries de TV, Música, Games, Planos Polêmicos, Entenda Melhor e outras formas de arte e colunas de opinião. E que sempre possamos conversar, debater, discutir, concordar e discordar harmoniosamente, como uma porta para o crescimento de ambos os lados.

Bons filmes, boas séries, bons discos e boas leituras a todos! É o que toda equipe do Plano Crítico lhes deseja.

E obrigado por escolher a nossa companhia!

Editorial de 2013

Editorial de 2014

Editorial de 2015

Editorial de 2016
.

Luiz Santiago, Ritter Fan e equipe do Plano Crítico.