Entenda Melhor | A 9ª Temporada de Doctor Who

SPOILERS!

A 9ª Temporada de Doctor Who estreou no dia 19 de setembro de 2015, com o episódio The Magician’s Apprentice, para o qual fizemos uma abordagem completa que você pode conferir aqui. Após este início, ficou claro para o público que esta temporada seria marcada por grandes acontecimentos e algumas suspeitas e teorias de fãs (ouçam o nosso podcast sobre isso) tornaram-se realidade.

Os Conflitos do 12º Doutor

Para começar, é preciso ter em mente que esta é a segunda (de 10, espero eu) temporada de Peter Capaldi no papel principal. Durante a 8ª Temporada, seu Doutor lutava por encontrar-se, por descobrir se era um “homem bom”, se o que estava fazendo era bom. Esse conflito, plenamente justificado pelos incontáveis anos da Time War e pelos 900 anos passados como defensor de Trenzalore, encontrou um mistério perturbador na pessoa de um grande amigo/inimigo do Doutor, o Mestre, agora transregenerado em um corpo feminino e com o nome de Missy. Paralelo a este caminho, a 8ª Temporada foi marcada por um grande conflito de relacionamento entre o Doutor e Clara (desde Deep Breath), que também se subdividiu em duas partes: aquela em que Clara questionava as ações do Doutor e aquela em que Clara aprendia a ser o Doutor.

doctor who heaven sent azbantium gallifrey

Depois de 4,5 bilhões de anos, imagine o tamanho da raiva desse Time Lord…

Depois de Last Christmas, a relação entre o Doutor e Clara retornou ainda mais forte e após um longo treinamento aprendendo a ser o Doutor, a companion passou a assumir um número cada vez maior de riscos enquanto o Doutor, de forma progressiva e cada vez mais intensa, era colocado diante da morte e de elementos importantes de sua timeline. Nesta 9ª Temporada, ele tentou se esquecer das tragédias e experimentou viver o que se colocava à sua frente, às vezes de forma irresponsável, para ao final de tudo, recrudescer e mostrar lampejos muitos fortes de sua encarnação guerreira. Ao final da temporada, ele chega ao ponto de não se importar nem com ele mesmo, acreditando que o único lampejo da bondade que ele acreditava ter estava na pessoa que ajudara ele a se encontrar e a salvar Gallifrey: Clara Oswald. Não havia, portanto, outro caminho: ou ele morria ou ele resgatava Clara, mesmo sabendo que isso não era, a priori, possível.

.

Eu Já Vi Isso Antes…

O Celeiro: este lugar, localizado nas Terras Secas (Drylands) de Gallifrey, marcou a infância do Doutor, como vemos em Listen, local onde ele aparentemente ia dormir sempre que se sentia assustado e onde teve o seu “pesadelo” do “bicho em baixo da cama” (na verdade, Clara, pegando no pé dele sem querer). É possível ver o Capitólio de Gallifrey do celeiro, então ele não fica absurdamente longe do “centro” do planeta.

Durante a Time War, o War Doctor utilizou o celeiro como local de preparação para a execução de Gallifrey através da arma Moment, como visto em The Day of the Doctor. Em Hell Bent, logo após se libertar da prisão que Rassilon o colocou (seu próprio Disco de Confissão), o Doutor ruma direto para o Celeiro…

doctor who celeiro gallifrey

Possivelmente, o Celeiro é o único lugar de Gallifrey onde o Doutor se sente seguro.

O Disco de Confissão: apresentado para nós no Prólogo da 9ª Temporada, o Confession Dial é um objeto gallifreyano que tem dois usos básicos. O primeiro é, literalmente, o do testamento de um TL que está morrendo, e é parte da tradição de Gallifrey que ele dê esse disco para seu melhor amigo. O outro uso é quando um Time Lord não consegue se regenerar mas vai morrendo aos poucos. Ele então é transportado para dentro de seu Disco de Confissão a fim de meditar, enfrentar seus demônios, purificar-se. Uma espécie de Purgatório, a bem da verdade. No Prólogo, o Doutor dá o Disco para Ohila, Sacerdotisa da Irmandade de Karn.

Na abertura da temporada, o Disco já está com Missy, deixando claro que foi o Doutor que pediu para Ohila achar Missy e entregar-lhe o testamento. Em Hell Bent, descobrimos que Rassilon usou Ashildr/Me para atrair o Doutor à rua-armadilha em Face the Raven e transportá-lo para dentro de seu Disco de Confissão, com a intenção de tirar informações do Doutor sobre o Híbrido. Havia apenas duas formas de sair do disco: o Doutor deveria confessar TUDO o que sabia para os Time Lords e então ser liberto (e o Doutor percebeu isso antes mesmo de chegar ao quarto número 12, em Heaven Sent, e prontamente se negou a dizer tudo o que sabia); e a forma mais difícil, que era forçando o caminho de volta para casa, quebrando um monólito de azbantium, um mineral 400 vezes mais duro que o diamante.

disco de confissão confession dial doctor who ohila missy

Até agora, além do Doutor, seu Disco de Confissão já esteve de posse de Ohila, Missy e Ashildr/Me.

A Matriz: chamada pelos Time Lords oficialmente de Matrix of Time, a Matriz é um supercomputador usado pelo Alto Conselho de Gallifrey como um depósito de conhecimento e memórias, uma grande biblioteca virtual que através da enorme quantidade de dados armazenados, consegue fazer previsões do futuro por combinações matemáticas (conceito adaptado de A Fundação, de Isaac Asimov). A memória dos Time Lords mortos são armazenadas na Matrix, e o local possuiu guardiões, os Deslizadores (Cloister Wraith ou Sliders), que são projeções dos TL mortos.

Em Hell Bent, descobrimos que quando criança, o Doutor foi até a Matrix e um dos Deslizadores contou a ele uma profecia sobre uma criatura chamada “Híbrido”. O Doutor passou 4 dias perdido, mas conseguiu achar uma saída e apareceu em outro lugar da cidade (pelo relato dele, parece-nos que foi dentro do Capitólio, não nas Drylands). Crescendo com a forte memória dessa profecia, o Doutor suportou ficar em Gallifrey até o início da velhice, quando teve muito medo da chegada do Híbrido (por ocasião de sua fuga, a situação em Gallifrey realmente não estava boa) e acabou fugindo com Susan, sua neta, como vimos em The Name of the Doctor. Décadas mais tarde, já em sua 4ª encarnação, o Doutor enfrentaria o Mestre dentro da Matrix (The Deadly Assassin) — a Matrix pode produzir ambientes de realidade simulada –. Na Nova Série, vimos que Missy utilizou-se da tecnologia da Matrix para criar a Nethersphere, onde armazenou mortos para criar os Cybermen, em Dark Water / Death in Heaven.

.

Clara Who?

Clara doctor who tardis me ashildr

Depois de Clara Bosswald temos agora a Clara Who, revertendo a polaridade do fluxo de nêutrons, como o 3º Doutor! E a pergunta de 100 milhões de dólares é esta: Clara morreu? A resposta, como sempre, é simples: sim, Clara morreu! Mas o contexto disso é um pouquinho mais complexo…

Depois de utilizada a Câmara de Extração em Hell Bent, o Doutor leva Clara para longe de Gallifrey, a fim de apagar sua memória e fazer com que seus batimentos cardíacos voltassem. Isso, porém, não dá certo. Quem acaba com a memória zerada é o Doutor (ao menos parte da memória, na verdade) e Clara continua sem batimentos cardíacos, presa entre “um momento antes e o momento quando de sua morte”. Tecnicamente falando, Clara é um zumbi. Ao final do episódio, descobrimos que a morte dela é um evento fixo no tempo, e ela precisa voltar para ele. Mas assim como o Doutor, ela escolheu o caminho mais longo para chegar ao seu destino. Ela irá voltar para Gallifrey eventualmente e o que vimos em Face the Raven irá acontecer. Mas antes, ela vai fazer algumas viagens pelo Universo com Ashildr/Me…

.

E o Híbrido?

A teoria sobre o Híbrido ficou bastante clara em Hell Bent, então não faz muito sentido repetir aqui. O que talvez não tenha ficado claro é a resposta definitiva sobre O QUÊ é ou QUEM é o Híbrido. Novamente, a resposta é simples: não sabemos. E sinceramente? É muito bom que a gente não saiba, pelo menos por agora. O Doutor até pode saber alguma coisa mais palpável do que ele demonstrou saber nesse finale, mas não está disposto a revelar. Algumas teorias colocadas no episódio podem ser consideradas:

  • o Híbrido é o Doutor — não necessariamente por ser geneticamente meio-humano, como o filme de 1996 sugere, mas por ter se regenerado várias vezes na Terra, isso talvez tenha feito com que ele tivesse seu corpo renovado de forma mais parecida com a dessa espécie de quem ele era tão próximo;
  • o Híbrido é o Doutor + Clara — teoria final de Ashildr/Me e uma das mais interessantes, embora a dualidade tenha se quebrado agora, já que eles se separaram e Clara, mais dia menos dia, voltará para a rua-armadilha e irá encarar o Corvo;
  • o Híbrido é Ashildr/Me — no final de Heaven Sent o Doutor disse uma frase que confundiu muita gente: “The Hybrid destined to conquer Gallifrey and stand in its ruins. Is me.“. Acontece que esse “is me” do final não era uma afirmação de que o Híbrido era ele, o Doutor; mas, literalmente, Me. Ashildr. A explicação para a possibilidade de ela ser o Híbrido também é dada em Hell Bent.
hell bent doctor who end universe

Nas ruínas de Gallifrey. No fim do Universo.

Curioso observar que tanto o Doutor quando Ashildr/Me estavam de pé (bom, ele estava de pé, ela estava sentada) nas ruínas de Gallifrey ao final de tudo, no fim do Universo. Pode ser apenas uma coincidência, mas isso prova que a profecia, como sempre acontece, pode ter interpretações cheias de armadilhas. O Híbrido pode ser um conceito, um tipo de comportamento — como o Doutor assume, dizendo que ele SE TORNOU o Híbrido, claramente aludindo ao fato de o Híbrido ser um destruidor de regras, de corações — não necessariamente uma criatura. Nós vimos que uma outra leitura para a profecia foi dada e justificada: não necessariamente trata-se de da mistura de Time Lord e Dalek. Essas duas espécies assumiram isso porque ambas são fortes espécies guerreiras.

O que vocês acham? Quem ou o quê é o Híbrido?

Outras Perguntas

tardis clara rigsy grafite

Uma TARDIS-Memorial em grafite, by Rigsy.

 

1 – Quem era a mulher no celeiro? Como ela reconheceu o Doutor?

São dois excelentes mistérios, não é mesmo? Até hoje não ficou muito claro como os Time Lords reconhecem um ao outro depois de regenerar-se. Subtende-se que existe uma “sensação” ou, para os TL com boa educação telepática como o Doutor e o Mestre/Missy, isso talvez fique mais fácil. Não dá para saber exatamente… Sobre a identidade da mulher, creio que podemos assumir que se trata de alguém muito importante para o Doutor, provavelmente a mesma mulher que ouvimos no celeiro em Listen. O tempo, talvez, nos dê a resposta exata.

2 – Por que Rassilon estava diferente? Ele vai voltar?

O último ator a interpretar Rassilon na TV foi Timothy Dalton. Em Hell Bent, temos Donald Sumpter no papel, o que, obviamente, nos indica que Rassilon regenerou pelo menos uma vez desde The End of Time. Sobre ele voltar para a série, é ÓBVIO QUE SIM! Ele é um Time Lord lendário, extremamente importante para Gallifrey e para a sociedade dos Time Lords. Não tenha dúvida nenhuma de que ele irá voltar. Não necessariamente interpretado por Donald Sumpter e não necessariamente para Gallifrey, mas como o General disse, o fato de o planeta estar tão longe de tudo no Universo dá poucas opções para Rassilon e o Alto Conselho… Façam as contas e esperem. Ele volta.

Alguém disse nova Sonic Screwdriver?

Alguém disse nova Sonic Screwdriver?

3 – Onde está Gallifrey agora? O planeta está acessível ao Doutor?

Gallifrey está nos confins do Universo, a pelo menos 4,5 bilhões de anos no futuro espaço-tempo, para sua própria proteção. Isso quer dizer que quando os Doutores fizeram aquela empreitada em The Day of the Doctor, as palavras utilizadas foram muito bem escolhidas. Gallifrey estava congelado no tempo. Isso significa que quanto mais o tempo passava… o planeta… entenderam? O Doutor diz a Clara que não perguntou aos seus compatriotas COMO eles conseguiram “descongelar” Gallifrey, mas nem é preciso muito esforço para pensar em diversas formas disso ter acontecido, sendo a natural, a mais simples e provável: com o passar do tempo o planeta descongelaria sozinho. E sabemos que o Doutor passou 4,5 bilhões de anos dentro de seu Disco de Confissão e que o tempo passou tanto para ele quanto para o Universo, portanto, Gallifrey está sim acessível a ele e a quem já conhece as coordenadas. Lembrem-se que ao final, Clara e Ashildr/Me combinam de ir para Gallifrey, eventualmente. Elas sabem como chegar lá. Gallifrey voltou. Definitivamente.

4 – O Doutor se lembra de Clara ao final de Hell Bent?

Sim e não. Enquanto ele está conversando com ela, ele não se lembra. Mas quando ela vai embora, com sua TARDIS Clássica em forma de restaurante americano (Douglas Adams ficaria muito orgulhoso da referência ao seu Restaurante no Fim do Universo), lá está a TARDIS do Doutor. E o que há nela? Os grafites memoriais de Rigsy! O Doutor olha o grafite de Clara na TARDIS e é certo que ele percebe que acabara de falar com a pessoa que ele está procurando. Agora ele sabe quem ela é, mas não se lembra das histórias que viveu com ela. Ou seja, ele pode seguir em frente…

***

E aí, gostaram do nosso Entenda Melhor? Não se esqueçam de comentar, divulgar e fazer mais perguntas! Na medida do possível, procurarei responder todas. E não se esqueçam de conferir nossas outras publicações relacionadas a Doctor Who:

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.