Entenda Melhor | Batman vs Superman: A Origem da Justiça – Easter-eggs, Cameos e Referências

SPOILERS! SPOILERS! SPOILERS!

Um dos filmes mais esperados dos últimos anos, Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016) “chegou chegando” aos cinemas. Massacrado pela crítica americana e dividindo ferozmente a crítica brasileira — inclusive nós aqui do Plano Crítico, que fizemos um muro de corpos de fanboys e haters separando os que gostaram (Darkseid e Brainiac), os que estão no meio (Pinguim e Hugo Strange) e os que não gostaram da obra (Sr. Frio e Charada) –, o filme só teve melhor recepção (embora com nada de consenso) por parte dos fãs, cada grupo com motivos diferentes.

Todavia, nem um lado e nem outro pode dizer que o filme faltou com as sempre esperadas referências aos quadrinhos e ao cânone dos heróis da DC Comics aqui reunidos. E é para isso que estamos aqui. Como sempre fazemos com grandes produções, elencaremos neste Entenda Melhor as mais importantes e interessantes referências, ovos de Páscoa e cameos mostradas no filme. Ao final da postagem, votem e esperem carregar os comentários para nos dizer o que acharam do apanhado; falem sobre outras referências que encontraram e não citamos; proponham teorias e digam o que esperam para Liga da Justiça (2017), tendo este novo universo compartilhado começado aqui.

  • Faço também um agradecimento especial ao ranzinza e reclamão Ritter “Como Vocês Podem Ter Gostado Desse Filme?” Fan, pelas várias indicações dadas como ponto de partida para este Entenda Melhor.

Não deixe de conferir também os links abaixo:

.

#1. Animações e Live-actions

batman superman liga da justiça

Existem no filme muitas referências visuais, narrativas e textuais a filmes e vídeos ligados ao universo do Batman e do Superman, e isso vale tanto para produções recentes quanto para produções ‘clássicas’. As animações e live-actions aqui listados são as principais utilizadas como referências em BvS.

  1. Batman Begins (2005)
  2. Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008)
  3. Batman – O Cavaleiro de Gotham (2008)
  4. Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (2012)
  5. Batman: O Cavaleiro das Trevas, Parte 1 (2012)
  6. O Homem de Aço (2013)
  7. Batman: O [Retorno do] Cavaleiro das Trevas, Parte 2 (2013)
  8. Liga da Justiça: Guerra (2014)
    .

#2. O Cavaleiro das Trevas (1986)

batman versus superman o cavaleiro das trevas frank miller

Esta obra seminal de Frank Miller (lançada em 1986, como uma minissérie) apresentou o Morcego de Gotham como um homem velho, amargurado, muito mais sério e enfrentando de maneira completamente impiedosa os seus vilões e/ou inimigos (momentâneos ou não). O embate entre Batman e Superman surge aqui porque ambos estão em lados opostos em relação ao governo, elemento que de uma forma indireta — mas conceitualmente correta — é colocado em BvS. A grande e esperada luta, além de uma ou outra ação no momento pré e pós o embate inspiram-se diretamente nessa fonte.

E ainda poderíamos acrescentar: armadura do Batman; lança de kryptonita (no lugar de flecha); Superman depois dos efeitos da bomba atômica; Mansão Wayne destruída; a caverna onde Bruce cai e encontra os morcegos; a sequência dos dois policiais, um novato e um mais velho chegando em um casa com tráfico de mulheres e encontrando o Batman; o resgate de Martha (quase cena a cena retirado da página abaixo) e a frase logo a seguir… tudo isso veio desse quadrinho.

batman o cavaleiro das trevas.

Posso guardar o vinho, patrão Bruce? Espero que a próxima geração da família Wayne não tenha que herdar uma adega vazia. Embora, levando em consideração seu recente convívio social, as chances de vir a existir uma nova geração…
.

#3. Morte em Família (1988 – 1989)

batman morte da familia

Jason Todd, o segundo Robin, foi basicamente um enorme desastre em todo o seu período ao lado do Batman. Impaciente, respondão, descuidado, incontrolável e… destemido às beiras da insanidade, o Garoto Prodígio deu muito trabalho ao Morcego e não agradou muito aos fãs. Eis que, em uma baita campanha da DC, os leitores decidiram que ele deveria morrer. E assim foi feito. Este momento é um dos pontos de ruptura emocional para Batman depois que vestiu o manto e, pegando este ponto, vemos a armadura que foi de Jason Todd pichada com uma mensagem do assassino do jovem: o Coringa.

Em outro momento da projeção, temos uma indicação ambígua a isso, em um recorte de jornal, que pode, fora do âmbito diegético, significar para nós a morte dos Wayne. Na trama, o papel ironiza a morte do Robin (jogo metalinguístico) e faz uma relação com os empregados da Wayne Enterprises mortos durante o ataque que presenciamos no princípio da fita.

batman familia.

#4. SJA – Sociedade da Justiça: Dossiê Liberdade (2000)

barman novo uniforme liga da justiça

JSA: The Liberty File foi uma aventura classificada como “Elseworld”, lançada em 2000, e mostrou os heróis da Sociedade da Justiça lutando na Segunda Guerra Mundial. O uniforme do Batman nesta aventura chamou a atenção, ganhou as graças do público, virou action figure e inspirou a armadura que o herói usa na enigmática “cena do deserto” em BvS.
.

#5. Paz na Terra vs. Día de Muertos

Superman Paz na Terra, Dia de Los Muertos

Uma das cenas mais icônicas do filme, pelo seu contexto messiânico e por sua exposição (plano, fotografia, composição do quadro, maquiagem) se passa na festa de Día de Muertos, no México. A sequência faz referências visuais à graphic novel/livro ilustrado Superman: Paz na Terra, de Paul Dini e Alex Ross.
.

#6. A Morte do Superman

a morte do superman

Arco de extrema importância para BvS, tanto por referências visuais quanto de conteúdo. A trama — que se tornaria um grande evento em crossover com diversas revistas do Universo do Superman na DC — começou na Superman: Man of Steel #17 (Novembro de 1992), onde temos a introdução do vilão Apocalypse (em cameo) e, de forma completa, pela primeira vez, na edição seguinte, Superman: Man of Steel #18. No arco, também descobrimos a evolução do personagem, como a que vemos ele passar no filme.
.

#7. Superman Prestando Contas ao Estado

superman julgamento

Um dos elementos mais fortes aqui em BvS é o papel do Estado interferindo, questionando, julgando e querendo controlar as atitudes do Superman, uma postura movida pelo medo da população, do governo e também por planos militaristas e maquinações empresariais (leia-se Lex Luthor) ocultos por um tempo. A ideia de que o Superman precisava prestar contas de suas atitudes ao governo e a setores jurídicos aconteceu pela primeira vez na Action Comics #301 (1963), onde ele é levado a julgamento por ter matado… Clark Kent. Depois, isso aconteceu mais algumas vezes com o personagem, todas elas por medo e mal julgamento dos acusadores em relação ao Homem de Aço.
.

#8. Lex Luthor: Careca-Cabeludo

lex luthor perde o cabelo

Muita gente criticou, no início, o fato de Luthor começar com cabelo no filme… No final, quando o personagem é preso, ele tem a cabeça raspada e começa a se parecer mais com aquele velho vilão que conhecemos tão bem. Mas essa passagem, claro, não foi tirada do nada. A perda do cabelo do personagem já foi explicada e explorada de formas diferentes nos quadrinhos, mas a primeira vez que isso aconteceu foi na Adventure Comics #271 (1960), em uma aventura com o Superboy, que inclusive traz uma história de origem do personagem.
.

#9. A Trindade

trindade batman mulher maravilha superman

Reunidos pela primeira vez como a Trindade em Batman/Superman/Wonder Woman: Trinity (2003), de Matt Wagner, os três heróis representam nessa minissérie os fundamentos da Liga da Justiça, algo que havia sido citado em diversas mídias mas nunca explorado como conceito antes de Trinity. Apesar de ideologias e histórias de vida diferentes (o que, óbvio, causa uma série de conflitos entre eles), os três heróis se juntam aqui e abrem as portas para um grupo bem maior existir. É nesse clima de reunião e diferentes caminhos se juntando para formar um outro grande caminho que BvS se inspira e se ergue.
.

#10. Zorro + Excalibur + Ano Um + Terra Um

excalibur, terra um, ano um

O cinema em que Bruce vai com os pais está exibindo Excalibur (1981), de John Boorman. Esta versão é a que o Rei Arthur, na batalha com Mordred, é espetado por uma lança e ele mesmo enfia mais a lança para alcançar o filho e enfia a espada nele. Exatamente a mesma cena entre Superman e Apocalypse no final. Nos flashes de origem e história de Bruce/Batman temos também nuances já conhecidas de Ano Um e Terra Um.

batman-v-superman-easter-egg-zorro

Como era de se esperar, no mesmo cinema há a exibição de A Marca do Zorro, referência importante ao tipo de herói que Bruce seria nos anos seguintes. Abaixo, a sequência dos quadrinhos que inspirou boa parte dos planos e perspetiva de câmera que vemos nesta cena em BvS.

Batman-V-Superman-Zorro-Easter-Egg1
.

#11. Pessoas “Comuns”, Criaturas e Vilões

Agora, um apanhado básico de pessoas (figurões e figurinhas) importantes para este universo estendido que o filme cria e que aparecem escondidos ou escancarados ao longo da projeção. Façam aí a contagem de quantos vocês conseguiram identificar.

#11.1 – Steve Trevor (interpretado por Chris Pine): importante figura para a Mulher Maravilha, aparece ao lado dela na fotografia datada de 1918. No Universo DC, Trevor está aliado à Liga da Justiça, à A.R.G.U.S. (Advanced Research Group Uniting Super-Human) e a algumas instituições federais americanas, como CIA e O.S.S. (Office of Strategic Services), que funcionou durante a Segunda Guerra Mundial.

#11.2 – Mercy Graves (interpretada por Tao Okamoto): assistente pessoal de Lex Luthor. A personagem vem diretamente da série Superman: The Animated Series.

#11.3 – Carrie Kelley?: a menina que Bruce salva em Metropolis poderia ser ela? Se for, sabemos que no futuro os dois vão se encontrar e ela se tornará Robin (III), a sucessora de Jason Todd nesse universo do filme — considerando aqui a ordem de aparição nas HQs, não na timeline do Morcego e os Robins que ele teve, porque O Cavaleiro das Trevas é uma aventura “lá na frente” na vida do Batman. Se formos considerar este ponto, teríamos: Dick Grayson (depois Asa Noturna), Jason Todd (que morre, mas depois vira Capuz Vermelho), Tim Drake (depois Robin Vermelho), Stephanie Brown (que já havia sito Salteadora e depois vira Batgirl VI), Damian Wayne e só então Carrie Kelly, na velhice do Batman.

#11.4 – Darkseid: o mega-vilão é colocado de forma indireta no diálogo final de Lex Luthor: ding ding ding ding

Bingo BvS!

Bingo BvS para alegrar a Escolinha Dominical! 

.

#11.5 – Anatoli Knyazev (interpretado por Callan Mulvey): sabemos quem ele é: o KGBesta, vilão criado por Jim Starlin e Jim Aparo em 1988. Ligado à KGB e à Tropa dos Lanternas Negros, o personagem tem excelente performance de luta, implantes cibernéticos e é especialista em armas e explosivos, o que deve garantir-lhe espaço de destaque no futuro.

#11.6 – Kahina Ziri (interpretada por Wunmi Mosaku): ela aparece no meio da investigação parlamentar. Sabemos que se trata de Kahina, a Vidente, membro dos Outros. Ela tem, como o nome diz, o poder de ver o futuro.

#11.7 – Major Carol Farris (interpretada por Christina Wren): nos quadrinhos, ela é Safira-Estrela II e tem relação com o Lanterna Verde.

#11.8 – Pete Ross (interepretado por Joseph Cranford): foi melhor amigo de Kent na escola.

#11.9 – Jimmy Olsen (interepretado por Michael Cassidy): originalmente amigo do Superman, aqui ele está disfarçado como fotógrafo a serviço da CIA. Na cena do deserto, quando as coisas dão errado para a investigação de Lois Lane, Jimmy é assassinado.

#11.10 – Personalidades do mundo real: Kent Shocknek, Anderson Cooper, Nancy Grace, Neil DeGrasse-Tyson, Charlie Rose e Soledad O’Brien, só para citar algumas.

.

#12. A Liga da Justiça

dc liga da justiça personagns e atores

Abaixo, uma passagem rápida pelos cameos dos heróis que estarão no próximo filme.

#12.1 – The Flash (interpretado por Ezra Miller): chega do futuro para avisar Batman de que ele estava certo sobre “ele” (Superman?) o tempo todo. A impressão que temos aqui badala sinos de Injustice: Gods Among Us, pelo que acontece com Lois (Flash diz ao Morcego que “ela é a chave”) e pela postura do Superman a partir da tragédia. Essa versão do Flash em BvS usa um uniforme-armadura, o que dá a entender que ele precisou se proteger para viajar de forma muito rápida. Isso nos acena o Multiverso? Crise nas Infinitas Terras ou Ponto de Ignição?

#12.2 – Aquaman (interpretado por Jason Momoa): aparece em uma câmera (ou drone?) em algo que me lembrou uma investigação militar subaquática. A câmera se aproxima do navio e o Aquaman a encara, como se soubesse o que estava acontecendo e como se quisesse mesmo ser visto. Em seguida, ele ataca o objeto com seu tridente.

#12.3 – Ciborgue (interpretado por Ray Fisher): aparece literalmente a meio corpo, no meio de um experimento no S.T.A.R. Labs. Quem realiza o experimento é o pai do personagem, Silas Stone (interpretado por Joe Morton). Em um canto da tela, vemos a Mother Box, tecnologia ligada a Darkseid, o vilão que parece que enfrentará a Liga da Justiça no filme do próximo ano.
.

#13. O Pesadelo

batman pesadelo deserto parademons

No estranho pesadelo de Batman, ele está em um lugar praticamente todo devastado. A letra Ômega do alfabeto grego, que vemos marcada ali, nos dá ainda mais a indicação de que o poderoso Darkseid domina o mundo (ou aquela região). O Morcego se encontra com um Grasshopper.

Em seguida, ele está com um grupo de atiradores (claramente criminosos) que aparentemente irão lhe entregar Kryptonita. A entrega se mostra uma armadilha e soldados com a insígnia do Superman no uniforme aparecem. Daí as coisas começam a ficar estranhas, porque aparecem um monte monstros alados, que são os Parademônios (insetos humanoides), ou seja, aqui está mais uma menção a Apokolips e Darkseid.

O papel do Supermen, nesse futuro distópico, ainda não é sabido, mas pela fala dele (“She was my world, and you took her from me.”) não parece algo muito bom e, como eu já citei anteriormente, nos remete a Injustice: Gods Among Us, quando o nosso querido Homem de Aço toma caminhos… complicados. O pesadelo termina com a visita do Flash do futuro, com um aviso que nos deixa ainda mais intrigados. O amanhã não parece muito animador.
.

#14. Objetos, Símbolos, Citações, Representações e Mímicas

#14.1 – Mulher Maravilha: braceletes e laço também são utilizados no filme. Destaque para os efeitos dados aos dois objetos.

#14.2 – TK 421: este é o número do uniforme de prisão de Luthor. Curiosamente, uma referência a Star Wars, já que este era o nome do Stormtrooper que guardava a Millennium Falcon e foi emboscado por Han (e Luke) em Uma Nova Esperança. Lembram-se da frase abaixo?

TK-421, why aren’t you at your post? TK-421, do you copy?

―Imperial officer Treidum

#14.3 – Roupa branca de Diana Prince: menção ao uniforme da Mulher Maravilha usado por ela quando esteve sem os seus poderes, entre 1968 e 1973. Ler mais sobre isto aqui.

diana prince mulher maravilha

#14.4 – Alusão ao Coringa:The city and me…we just have a bad history with freaks dressed as clowns.”. No frame disponibilizado abaixo também temos as letras J e K em pilares diferentes.

#14.5 – Alusão ao Charada: ponto de interrogação estilizado, como o do vilão, dentre as inúmeras pichações no edifício em que Batman espera o Superman.

batman-v-superman-dawn-of-justice-easter-eggs-dc-references-post-credits-scene-riddler-joker

#14.6 – Nicholson Trading Co. / Nicholson Terminal: nome de um dos armazéns no porto. Lembranças mandadas a Jack Nicholson e seu icônico Coringa?

#14.7 – “I know women of your type“: no museu, quando Bruce reencontra Diana ele diz exatamente essa frase. A quem exatamente ele estava se referindo? Mulher-Gato? Talia al Ghul?

#14.8 – “Hello, Smallville!”: fala de Perry White (interpretado por Laurence Fishburne) para Clark Kent (Henry Cavill). Piadinha que funciona em vários níveis de referência na obra.

#14.9 – “It’s not 1938 anymore!”: A primeira aparição e origem do Superman nos quadrinhos aconteceu na revista Action Comics #1, publicada originalmente nos EUA em junho de 1938.

#14.10 – “Ev’ry Time We Say Goodbye”: famosa e belíssima canção de Cole Porter que vira piadinha em um momento do filme, quando um dos sequestradores muda a letra para ameaçar Martha. A faixa ganhou gravação histórica na voz de Ella Fitzgerald, que vocês podem ouvir no vídeo abaixo.

#14.11 – O Mágico de Oz: aparece em momentos cômicos e até ingênuos da obra, como nas referências ao fato de Clark ser do Kansas e na citação de Luthor a “Emerald City”, falando sobre o lugar onde estava a Kryptonita.

luthor superman prisão uniforme laranja

#14.12 – Luthor criando Apocalypse: Todo mundo sabe que não foi Luthor quem criou o vilão, nos quadrinhos. E muita raiva em torno desse ponto do roteiro apareceu por aí, dando conta da impossibilidade de um personagem como Luthor “criar alguma coisa”. Mas… bem… ele criou sim. E criou um Superman. Um Superman do mal, o Bizarro. A mesma dinâmica dos quadrinhos é utilizada para a criação de Apocalypse, especialmente se considerarmos o Bizarro pós-Crise (a abominação, etc.).

#14.13 – Luthor e a cena da prisão: o uniforme e a cena da prisão trazem muitas semelhanças com a versão de Frank Quitely em All-Star Superman, cuja página acima deixa claro.

man bat homem morcego

#14.14 – [para debater]: a cena do túmulo da mãe de Bruce é, além da representação de um trauma/perturbação, uma referência a Kirk Langstrom, o Morcego Humano (Man-Bat)?

#14.15 – Policiais: Oficial Mazzuchelli e Oficial Rucka é o nome dos policiais que chegam ao cativeiro das mulheres vítimas de tráfico sexual. As homenagens aqui vão a dois grandes artistas que trabalharam em icônicas histórias do Batman: David Mazzucchelli e Greg Rucka.

#14.16 – Batman: Arkham: As sequências de luta do Batman, especialmente contra os bandidos, e seu estilo mais bruto de movimento veio da dinâmica e coreografias utilizadas para o personagem nessa série de jogos.

.

#15. Batman/Superman, Mulher Maravilha e Liga da Justiça (Novos 52)

batman superman mulher maravilha liga da justiça

Essas revistas dos Novos 52 fornecem o tom de relacionamento dos personagens para o roteiro de BvS. Alguns são mais explorados que outros, mas conflitos e posturas foram extraídos, em parte, dessa fase, em especial, da revista Batman/Superman, que inclusive traz elementos para serem trabalhados em um momento futuro do universo cinematográfico da DC.
.

#16. Bob Kane e Bill Finger

bob kane e bill finger batman

Depois de muitas décadas de lutas judiciais, acusações, revelações e confissões, enfim foi decidido que a DC Comics atribuiria a criação do Batman também a Bill Finger e não só a Bob Kane. É a primeira vez que a citação dos dois criadores (questionavelmente ou não) aparece nos cinemas.
.

#17. Professor Emmet Vale e Metallo

metallo superman batman

O professor Emmet Vale é interpretado por Ralph Lister no filme e aparece na sequência da região banhada pelo Oceano Índico onde é encontrada o grande pedaço de Kryptonita. É para ele que os nativos estão levando os pedaços de rocha. Nos quadrinhos, o Professor Vale estuda, classifica e nomeia a Kryptonita, além de fazer experimentos científicos que irão gerar o vilão Metallo (John Corben), que vemos aparecer redesenhado e reescrito por John Byrne na Superman Vol.2 #1, lançada em janeiro de 1987 — o filme mistura um pouco as Eras e toma essa versão como princípio de referência.
.

#18. Os capas vermelhas estão chegando!

Jack Black, soldado britânico do século XVIII e o "capa vermelha".

Jack Black Paul Revere, soldado britânico do século XVIII e o “capa vermelha”.

Frase icônica de Luthor para se referir ao Superman como uma ameaça. A referência é ao industrial e inventor (Luthor é um industrial e inventor) e patriota militarista (Luthor também é) americano Paul Revere, famoso por suas “corridas noturas” durante a guerra de independência dos Estados Unidos. A frase atribuída a ele (“The British are coming! The British are coming!“) é um semi-mito histórico, pois há fontes que dizem que isto aconteceu e há fontes que dizem que ele jamais disse essa frase (é a mesma polêmica do nosso “Independência ou Morte!“). Historicamente, porém, sabemos que uma das frases de emergência ditas por Revere ou qualquer patriota que avisava aos colonos do “perigo” era “The red coats are coming!“, referindo-se à cor vermelha do uniforme britânico no século XVIII.
.

#19. Ralli’s Diner

diner martha kent

Local onde Martha Kent trabalha. A escolha aqui não é aleatória e está diretamente ligada a Lex Luthor, que certa vez ofereceu uma vida de riquezas e prazeres a uma garçonete do restaurante se ela largasse tudo e fosse com ele para Metropolis. Ele dá um tempo para que ela decida, mas não espera a resposta e parte.

Crueldade, manipulação e falsos pretextos, tais como nesta história da Superman #9 (1987), escrita e desenhada por John Byrne, também estão ligados ao lugar em BvS, onde Martha é sequestrada ao final do expediente. Abaixo, a conversa que Luthor tem após o acontecido e a confirmação de seus sempre estranhos “jogos mentais”.

superman luthor.

#20. Quis custodiet ipsos custodes?

watchmen2-watchmen-movie-why-we-need-more-like-it-minimalist-watchmen-posters-justice-is-coming-to-all-of-us

Fora o conceito de vigilantismo e o questionamento de sua necessidade ou, como perguntava o poeta romano Juvenal, Quem vigia os vigilantes?, BvS traz muitas menções e personagens de outro filme também dirigido pelo “menino Snyder” (como bem nomeou nosso leitor Robson Nascimento), Watchmen (2009), adaptação da obra de Alan Moore e Dave GibbonsCarla Gugino (Espectral) faz a voz da nave Kryptoniana, papel que também interpretou em Homem de AçoPatrick Wilson (Coruja) interpreta o Presidente; e Javier Bardem Jeffrey Dean Morgan (Comediante) interpreta Thomas Wayne.

Tem-se reportado que a frase Quem vigia os vigilantes? está grafitada em algum lugar do prédio onde Batsy aguarda Supsy, mas eu sinceramente não me lembro de ter visto, então vou apenas citar aqui, sem afirmar nada. Vocês se lembram de ter visto isso?
.

Bônus

BÔNUS

batman

….

….

superman

….

…..

batman o cavaleiro das trevas

.

***

É isso! Sabem de outras referências, cameos, citações, brincadeiras ou easter-eggs importantes em BvS? Mandem para cá e tentaremos acrescentar à lista! E não deixem de comentar abaixo as suas impressões do filme após rever (ou conhecer) as referências!

VOTE!

Para os curiosos: os critérios das estrelas que eu disponibilizei abaixo são os meus critérios pessoais para cada avaliação, em todas as críticas que escrevo. Essas definições ajudam a pensar um pouco, quando há dúvidas.

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.