Entenda Melhor | Deadpool – O Trailer em Detalhes

Previsto para estrear em 11 de fevereiro de 2016 no Brasil, Deadpool tem o seu trailer oficialmente liberado pela FOX e segue dando o que falar. De um lado, os defensores do Mercenário Tagarela, que estão cansados de toda essa onda de super-herói sério, sombrio, filosófico e cheio de culpas e pitangas para chorar. Com Deadpool, é a vez de rir um pouco com o “cara que vem para salvar o dia”. Do outro lado, os que não acham que o personagem pode render um bom filme (o povo da ala dos heróis complexos e que provavelmente vão dizer mimimi-mas-o-Deadpool-mimimi-não-é-um-mimimi-herói-mimimi) e que não apostam boas fichas no roteiro piada-ação-piada, um molde que o trailer nos vende descaradamente. E muito bem, por sinal.

P.S.: Se você não leu o parágrafo acima imitando a vozinha do Deadpool, você é café com leite nessa brincadeira. Vá dormir.

O longa terá o estreante em longas-metragens Tim Miller, além de roteiro da dupla Rhett Reese e Paul Wernick (Zumbilândia), e do LANTERNA VERDE no papel de DEADPOOL.

E então, animados? Para começar, vamos ver e rever o trailer para chegarmos a um acordo sobre o território (de maluquice) em que estamos prestes a entrar. Vamos lá.

He he he. Brincadeirinhaaa! Mas agora sim, aí vai o trailer de verdade. Veja com atenção. E depois reveja, tentando não entender tudo, porque senão o nosso Entenda Melhor não te fará entender melhor, te fará Relembrar Melhor, mas aí não combina com a coluna, que se chama Entenda Melhor, então teremos que mudar os títulos das nossas postagens em Parque do Mundo do Juraci, Batsy S2 Super, Quarteto da Eterna Decepção e… bem, isso fará o Ritter Fan ter um colapso nervoso. Combinado? Assista ao trailer com atenção. E vamos aos detalhes!

Trailer para criancinhas

.
Trailer para gente que acha que é grande

.
Câncer Verde

Tudo começa com uma “pequena história de origem” disfarçada. Ou não tão disfarçada assim. Wade Wilson (Deadpool) e Vanessa Carlysle (Mímica, foto abaixo) estabelecem que vão lutar contra o câncer de Wade. Mas ele, desde sempre pessimista e com um senso de humor negro ligado no máximo, parece estar menos animado em relação a essa luta do que sua parceira de momento. E isso não é invenção dos roteiristas não. O câncer de fato faz parte da história de origem do Tagarela, assim como o Programa Arma X (sim, o mesmo projeto que criou o Carcaju) e o Departamento H, do programa de desenvolvimento de armas especiais (humanas, de preferência) do governo canadense (qual é o problema desse país?). Não está claro como o fator de cura do personagem será explicado no longa, se antes ou depois do Programa Arma X. De alguma forma, o roteiro terá de dar conta da aparência grotesca do personagem e tudo isso precisará vir à tona.

deadpool1

E é claro que alguma piada deveria surgir dessa situação. E ela aparece justamente quando Wilson está sendo levado para o “tratamento que o faria ser melhor”, algo proposto por um recrutador (vivido pelo ator Jed Rees) que parece ser uma versão do doutor Killbrew, excêntrico cientista auxiliado pelo sádico Ajax. Ou quem sabe ele é o próprio Doutor. Pois bem, nesse momento, Wade pede pra que o seu super-traje não seja verde, uma piada metalinguística que vem bem a calhar com o futuro carinha de uniforme vermelho rejeitando o antigo uniforme verde, não?

deadpool 2

E no meio de tudo isso parece existir um motivo altruísta para que o herói esteja “fazendo a coisa certa”. A relação dele com Vanessa Carlysle pode ter algo a ver, mas, ainda bem, não temos maiores detalhes a respeito e é bom qeu seja assim. Quero ter surpresas no filme.
.

Shoop!

Se você nunca ouviu uma música do trio Salt-N-Pepa, agora vai ouvir. Shoop, baby! Esta é a música que toca no momento em que o nosso herói sai para “caçar”, começando em cima de uma ponte com indicações de infância e anos 90. Se você não sorriu nesse momento, há algo de errado com você.

deadpool3

A partir desse ponto, as coisas ficam mais interessantes. Temos uma eletrizante “sequência do carro” (refilmagem do sizzle reel muito bem recebido pelo público e que acabou convencendo a FOX a seguir com o projeto), com a ação acompanhando o ritmo da música. Boa montagem, boa cena. E na ponte, antes da ação se tornar mais… sanguinolenta, duas placas de rua aparecem, indicando para Nicieza (em frente) e Fabian (à direita). Nada mais justo. Fabian Nicieza foi o roteirista que, ao lado de Rob Liefeld (com uma ponta no filme) criou Deadpool, em 1991.

deadpool carro

Você sangra?

Esperem! Querem saber por que o traje vermelho? É para os vilões não me verem sangrar. Aquele cara pegou a ideia. Veio de calça Marrom.

deadpool carro2

A comparação aqui é a mais próxima possível de uma frase de Matt Murdock, ainda criança, para seu pai Jack “Batalhador” Murdock. E ao som de X Gon’ Give It To Ya, passamos para uma sequência de luta intercalada por duas aparições notáveis. A primeira, uma paráfrase cômica da famosa frase do tio Ben para Peter Parker:

com grandes poderes deadpool

A outra (+ as outras), veremos logo a seguir.
.

Colossus

E a nossa primeira interrupção notável é a do mutante russo com super-força que arremessa Deadpool contra um carro na cena da ponte. O personagem já apareceu nos filmes dos X-Men e volta aqui com UM VISUAL INCRÍVEL, criado digitalmente por captura de movimentos do ator Andre Tricoteux (que substitui Daniel Cudmore, dos filmes anteriores). Seria uma forma da FOX interligar os universos dos heróis sob seu poder? O que o mutante está fazendo aqui?

colossus

.
Negasonic Teenage Warhead

Oi? Como assim? Assim mesmo! O nome (sensacional) é esse! A personagem apareceu pela primeira vez na New X-Men #115 (2001) e é interpretada no filme por Brianna Hildebrand, atriz ainda em início de carreira. Por ser uma mutante vidente e telepata, imaginamos que ela esteja aqui ou para dar um apoio moral para Colossus ou para dar algum significado ao evento central do filme, talvez anunciando migalhas sobre o futuro. A FOX não pisaria na bola colocando alguém pouco conhecido por nada. Ou pisaria?

deadpool cena

.
Cega Al / Al Cega

Aparecendo pela primeira vez na revista Deadpool #1 (1997), a personagem será vivida pela atriz Leslie Uggams e terá uma relação conflituosa mas ao mesmo tempo “amigável” com Deadpool. E se você olhar com atenção pela casa dela, verá diversos bonequinhos… quero dizer… action figures do personagem. Seria esta mais uma indicação de que Deadpool vai romper a linha diegética e se mostrar ciente de que é um personagem de um filme?

cega al

.
Fuinha

Fuinha é mais um parceiro improvável de Deadpool, um de seus poucos amigos. O personagem surgiu na Deadpool #1 (1993) e se tornou importante para o Mercenário Tagarela em diversas ocasiões. No filme, o personagem será vivido por T.J. Miller (Silicon Valley) e provavelmente terá uma parcela dos melhores diálogos de humor, a julgar pelo trailer.

fuinha

.
Pó de Anjo

Wade chama a simpática jovem conhecida como Angel Dust, que surgiu na Morlocks #1 (2002), de “Rosie O’Donnell” menos nervosa“, o que evidentemente lhe faz receber um baita soco. Vivida por Gina Carano (Velozes & Furiosos 6) ela aparece com uma espécie de guardiã da maca de Wade durante os experimentos do programa Arma X. Levando em consideração que a personagem consegue manipular sua própria adrenalina para conseguir super-força, é possível que caiba a ela apenas o serviço pesado da história.

menos nervosa

.
Ajax

Surgido na Incredible Hulk #379 (1991), Ajax é um personagem bem mais importante do que parece à primeira vista. Ele será o vilão do filme. O início de seu contato com Wade se dá ainda na fase de experimentos, no laboratório, mas Ajax parece que tem outros planos em mente e será o motor principal para que Wade se torne Deadpool no futuro. No filme, o personagem será interpretado pelo ator Ed Skrein.

ajax

.
…Y Otras Chimichangas

Algumas coisas ficam como “pontas soltas” no trailer e nos fazem pensar bastante. A começar pelo papel do Recrutador, que, como eu já comentei brevemente no início do texto, pode ser uma versão do doutor Killbrew ou o próprio doutor Killbrew — ou nenhuma dessas. É certo que ele terá um papel importante para o início do processo e irá colocar, sem querer, Wade em contato com Ajax.

recrutador

Eu brinquei no início e disse que este filme não seria sombrio ou filosófico, nada disso. E mantenho a fala. Mas parece que alguma coisa, um sentimento de culpa ou medo irá aparecer na obra. Wade se mostra bastante preocupado ou à procura de alguém/algo nessas pequenas cenas…

busca deadpool

A famosa luta de espadas entre Deadpool e Ajax também traz um elemento curioso em cena. No plano de fundo, do lado esquerdo da tela, vemos uma mulher dentro de um tubo bastante parecido com o que o próprio Wade ficou durante os experimentos da Arma X. Quem estaria ali? Seria Mímica após assumir outra forma corporal? É por isso que os dois protagonistas estão brigando?

luta ajax deadpool

Algumas dessas colocações — ainda bem! — foram apenas sugeridas no trailer. Mas digam aí, dá para ficar animado ou não? Se você é daquele clube estranho que ainda não conseguiu se animar, tenho apenas duas palavrinhas pra você: maquiagem e headshot. Ou, se não bastar, uma frase inteira: aparentemente pela primeira vez teremos os olhos de uma máscara de super-herói revelando suas emoções, como acontece nos quadrinhos.

maquiagem

É isso, pessoal! Não se esqueçam de comentar, dar seus palpites, apontar outras referências, dizer o que esperam dos personagens, do roteiro, do filme em si! Ansiosos? Esperançosos?

Até mais! E NADA DE SE TOCAR, HEIN!  😉

p.s.: Valeu Ritter Fan pelas infos adicionais!

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.