Entenda Melhor | Demolidor: a Série e suas Conexões com os Quadrinhos

mosaico daredevil im des

Obs: Confira nosso Entenda Melhor com todas as referências e easter-eggs da segunda temporada da série, aqui

A crítica sem spoilers da 1ª temporada de Demolidor, série produzida pela Marvel e ABC com exclusividade para a Netflix, pode ser lida aqui. Leia o artigo abaixo apenas se já viu a série ou se não se importa com spoilers, pois há inevitáveis spoilers.

Apesar da série ser perfeitamente apreciável por aqueles que nunca leram os quadrinhos do Demolidor, herói “urbano” da Marvel Comics criado em 1964, fato é que aqueles que conhecem a mitologia tiveram, com certeza, uma camada a mais de apreciação. Assim, resolvi indicar, aos fãs e não fãs dos quadrinhos tudo que consegui achar assistindo aos 13 episódios de Demolidor. Se alguém tiver detectado outros aspectos, por favor não deixem de indicar nos comentários! Afinal, isso aqui é, definitivamente, um trabalho em progresso, pois a série não foi econômica nessas referências. Além disso, queremos enriquecer ao máximo esse artigo, destrinchando cada detalhes do Universo Marvel em quadrinhos referenciado na série. Portanto, ajude-nos por favor!

Para facilitar, listei por categorias: Personagens, Locais e Símbolos.

Personagens:

1. Matt Murdock/Demolidor: Vamos começar pelo óbvio. Tanto sua origem quanto seu desenvolvimento como personagem bate exatamente com a mitologia criada desde o começo de seus quadrinhos, em 1964, mas especialmente com a mitologia reformulada por Frank Miller a partir de 1979, culminando com a minissérie Demolidor: O Homem Sem Medo, de 1993/94, onde o herói é visto, por toda ela, usando um uniforme improvisado preto quase igual ao da série. Primeira aparição: Daredevil #1, de abril de 1964.

mosaico matt foggy karen

Karen, Foggy e Matt. Tem muita história entre esses três!

2. Foggy Nelson: Qualquer história do Demolidor sem Franklin “Foggy” Nelson não é uma história do Demolidor. O amigo inseparável de Matt Murdock sempre foi parte integrante da mitologia e o personagem, vivido na série por Elden Henson, foi quase que arrancado das páginas dos quadrinhos, tamanha sua fidelidade. Sua primeira aparição se deu em Daredevil #1, de abril de 1964.

3. Karen Page: O mesmo que escrevi sobre Foggy Nelson pode ser dito de Karen Page, personagem que sempre foi parte integral da mitologia do Demolidor, tendo surgido também em Daredevil #1, de abril de 1964. O interessante é que o passado “secreto” e vexaminoso de Karen Page, aludido por Ben Ulrich na série e depois por ela própria, também existe nos quadrinhos e catalisou o famoso arco A Queda de Murdock, escrito por Frank Miller. A menção, na série, não foi sem querer e, considerando que muito do que se vê foi inspirado diretamente pelo trabalho de Miller, é possível que, em futuras temporadas, essa linha narrativa seja explorada.

4. Ben Urich: O veterano repórter investigativo Benjamin “Ben” Urich é outro personagem tirado diretamente das páginas dos quadrinhos do Demolidor, tendo surgido originalmente em Daredevil #158, de julho de 1978. Nos quadrinhos, ele trabalha para o The Daily Bugle, de J.J. Jameson, mas, como a Marvel, à época da produção da série, não havia fechado o acordo com a Sony sobre o Homem-Aranha, o Urich da série trabalha para o New York Bulletin. Sua natureza nos quadrinhos – honesta, perseverante e altruísta – reflete exatamente a que vemos nos quadrinhos.

ben urich

Ben Urich: sempre desconfiado!

5. Wilson Fisk: Conhecido como Kingpin ou, em português, Rei do Crime, Fisk é um dos grandes vilões do Universo Marvel, tendo surgido, primeiro, como vilão do Homem-Aranha, em The Amazing Spider-Man #50, de julho de 1967. Foi Frank Miller que, no começo da década de 80, trouxe o personagem para o universo do Demolidor, ligando-o indelevelmente ao personagem. Sua personalidade foi mudada também, passando a ser um chefe da máfia de sangue-frio e extremamente calculista, além de impiedoso. Ele é o grande responsável pelo arco A Queda de MurdockAo contrário dos quadrinhos, na série Fisk usa apenas ternos escuros, mas é interessante ver, na cena final do último episódio, ele vestindo o uniforme branco da prisão, em clara alusão ao seu terno branco. Assim como nos quadrinhos – mas de maneira aparentemente diferente – ele tem sua “origem” ligada com o Sr. Rigoletto (Don Rigoletto, nos quadrinhos), um chefe da máfia anterior. Um detalhe que particularmente gostei foi que, apesar do nome Kingpin não ser utilizado na série, Ben Urich usa a carta de rei ouros do baralho em seu quadro investigativo, que é presa por um “pin” ou tachinha. Junte as palavras em inglês e temos “king + pin“… Além disso, “ouros” é um losango ou diamante (king of diamonds, em inglês) e o Rei do Crime, em sua encarnação mais clássica usa um broche de diamante em sua gravata. Diz aí: essa você não pegou, não é?

mosaico kingpin

O casal apaixonado: Wilson e Vanessa Fisk.

6. Wesley: Eles é o braço direito de Fisk, vivido por Toby Leonard Moore e surgiu em fevereiro de 1986, em Daredevil #227, com exatamente a mesma função que vemos na série.

7. Vanessa: Na série, podemos ver como Wilson Fisk se apaixona por Vanessa Marianna (o nome completo aparece no IMDB), curadora de uma galeria de arte. Fica evidente o amor que ele sente por ela e vice-versa. Nos quadrinhos, Vanessa Fisk é a amada esposa de Wilson Fisk, por quem ele até mesmo chega a desistir de sua vida de crime e com quem tem um filho, Richard. Sua primeira aparição se deu em The Amazing Spider-Man #70, de março de 1969.

8. Padre Lantom: Apesar de não lembrar do nome do padre vivido por Peter McRobbbie ser mencionado em algum episódio da série, no IMDB ele é listado como Padre Lantom. Esse personagem existe nos quadrinhos Marvel, mas não tem ligação com o Demolidor. Sua primeira aparição foi em Runaways, Vol.2 #9, de dezembro de 2005.

9. Turk: O vigarista que vemos com mais destaque ao longo da série (ele aparece pela primeira vez logo no episódio de abertura, na sequência do píer) é Turk (Turk Barrett), vivido por Rob Morgan. Esse é outro personagem tirado dos quadrinhos e, diferente do Padre Lantom, sempre teve ligação com o Demolidor, surgindo em Daredevil #69, de outubro de 1970.

10. Sr. Rigoletto: Há menção a um Sr. Rigoletto logo no primeiro episódio e, depois, quando, em flashback, aprendemos sobre a origem do Rei do Crime. Rigoletto é o mafioso que empresa dinheiro ao pai de Wilson Fisk, Bill. Ele não aparece na temporada, mas também foi tirado dos quadrinhos. Don Rigoletto foi um chefe da máfia antes de Wilson Fisk. Na verdade, Fisk foi guarda-costas de Don Rigoletto e o assassinou. O personagem apareceu pela primeira vez no terceiro número da minissérie O Homem Sem Medo, em dezembro de 1993.

11. Sr. Nobu: Vivido por Peter Shinkoda, Nobu parece fazer referência ao personagem Kagenobu Yoshioka. Nos quadrinhos, esse personagem surgiu pela primeira vez em Elektra: O Tentáculo #1, de novembro de 2004, como o fundador do clã de ninjas Tentáculo (The Hand) no século XVI. Não é o mesmo personagem provavelmente, mas a ligação do Sr. Nobu com o Tentáculo fica evidente mais para a frente na série, quando o vemos atacar o Demolidor vestido de uniforme ninja vermelho, cor característica do Tentáculo.

12. Madame Gao: A senhorinha chinesa responsável pelo tráfico de heroína e por um exército de cegos escravos trabalhando para ela não tem contrapartida em quadrinhos, pelo menos não diretamente. Mas, vocês certamente se lembram que ela dá um super-soco no Demolidor, arremessando-o para trás alguns metros, correto? E também se lembram que, quando Leland pergunta se ela vai voltar para a China, ela diz que o lar dela é muito mais distante, correto? Bem, as referências com a mitologia do Punho de Ferro são gritantes para quem conhece. O soco é uma variação do “punho de ferro” e esse “lar distante” só pode ter relação com a cidade mística de K’un L’un ou ao menos Ku’n-Zi, cidade irmã de K’un L’un, já que é em Ku’n-Zi que vemos a personagem Crane Mother pela primeira vez em The Immortal Iron Fist #4, de maio de 2007. Como a Crane Mother também é uma idosa e as ligações místicas com o Punho de Ferro – um dos heróis que ganhará uma série do Netflix, será que seria possível concluir que Madame Gao e Crane Mother são a mesma pessoa?

13. Leland Owlsley: Vivido pelo veterano Bob Gunton, o personagem, nos quadrinhos, é um dos mais clássicos vilões do Demolidor, tendo surgido em Daredevil #3, de agosto de 1964. Trata-se do Coruja que, assim como na série, foi um contador antes de se tornar supervilão. Quer mais confirmação? Repare no terno que Melvin Potter está preparando para Leland a mando do Rei do Crime. Ele tem detalhes roxos, cor padrão do Coruja…

mosaico coruja

Coruja (Leland Owlsley) e Claire Temple.

14. Claire Temple: Originalmente, Claire, nos quadrinhos, era mesmo uma enfermeira e foi casada com Bill Foster, o segundo Golias e, depois namorou Luke Cage. Mais tarde, ela se torna uma médica. Sua primeira aparição nos quadrinhos foi em Luke Cage: Hero for Hire #2, de agosto de 1972. Na série, Claire é vivida por Rosario Dawson.

15. Mike: Calma. Não há nenhum Mike na série. Mas esse nome é mencionado por Claire Temple como tendo sido um antigo namorado dela. Qual é a importância disso? Bem, como não acho que exista nada de aleatório na escolha de nomes nessa série, há duas teorias que não são mutuamente exclusivas. A primeira delas é que esse Mike que ela menciona seja Michael “Mike” Collins, o terceiro Deathlok dos quadrinhos. Lembrem-se, também, que Mike Peterson é o Deathlok que vemos na série Agents of S.H.I.E.L.D. Novamente, não pode ser coincidência. Mas tem mais. Claire usa o nome para batizar Matt Murdock antes de ele contar sua identidade secreta para ela na série. Ora, Mike Murdock é um “personagem” – ou melhor, uma persona – utilizada em um absurdo arco dos quadrinhos do Demolidor em que Matt engana Foggy e Karen dizendo que tem um irmão gêmeo chamado Mike e que ele seria o Demolidor (havia desconfianças sobre Matt). Essa história começa em Daredevil #16. No mínimo é uma homenagem, não?

mike murdock

Apresentando Mike Murdock, o irmão gêmeo e que enxerga de Matt. Ele sim é o Demolidor! Mas é sério, Foggy e Karen acreditaram nisso…

16. Roscoe Sweeney: Sabem o episódio em que dois valentões irlandeses pedem para Jack Battlin’ Murdock, o pai de Matt, para perder a luta contra “Crusher” Creel. Pois bem, um deles é Roscoe Sweeney (o nome está lá no IMDB), vivido por Kevin Nagle e, claro, o personagem foi tirado dos quadrinhos, mais especificamente de Daredevil #1, de abril de 1964, onde ele tem justamente esse mesmo papel. Ele é conhecido, também, como o vilão Fixer (Consertador).

17. Silke: Esse é o outro irlandês, vivido por Peter Gerety, ao lado de Roscoe Sweeney. Nos quadrinhos, há um Sammy Silke que surgiu primeiro em uma história do Namor em 1939 (Motion Picture Funnies Weekly Vol. 1 #1) e, depois, reutilizado em uma história do Demolidor lidando com Wilson Fisk.

18. Crusher Creel: Somente seu nome aparece na série, como oponente de Battlin’ Murdock no poster e na conversa que ele tem com Roscoe e Silke. Nos quadrinhos, Carl “Crusher” Creel é o Homem Absorvente, que surgiu em Journey into Mystery #114, de março de 1965, como inimigo de Thor. Ele também foi utilizado na 2ª temporada da série Agents of S.H.I.E.L.D.

mosaico gladiator

O Homem Absorvente (Creel) e o Gladiador (Potter).

19. Melvin Potter: Na série, ele é uma espécie de costureiro para Wilson Fisk, que precisa de ternos com uma camada protetora por baixo. Mais para o final, ele acaba sendo responsável pela versão 2.0 do uniforme do Demolidor, já na cor vermelha e com chifres e com a proteção que ele precisa para se engalfinhar com os bandidos. No entanto, antes, na luta entre ele e o Demolidor, vocês reparam que ele arremessa uma serra circular e, depois, quando entrega a caixa com o uniforme, aparecem um desenho de um uniforme com uma serra? Além disso, a padronagem de cores do cartaz que aparece em sua oficina e azul e amarelo. Nada disso foi de graça, claro. Melvin Potter é, nos quadrinhos, um vilão clássico do Demolidor conhecido como Gladiador e que surgiu em Daredevil #18, de julho de 1966. Sua profissão, nos quadrinhos, é exatamente a mesma.

20. Betsy: Melvin Potter menciona enorme preocupação com alguém chamado Betsy, que nunca vemos. Uma namorada? Uma irmã? Isso não fica nem remotamente claro. Mas, nos quadrinhos, Betsy Beatty é uma assistente social que tenta ajudar Potter e por quem ele acaba se apaixonando. Sua primeira aparição foi em Daredevil #166, de setembro de 1980 e foi criada por Frank Miller.

21. Metalóide: Esse ridículo vilão (no original Stilt-Man), com pernas que se alongam e cuja identidade secreta é Wilbur Day, surgiu em Daredevil #8, de junho de 1965 e ele não aparece na série. Mas, no galpão de Melvin Potter, é possível ver as pernas do vilão. Acham que viajei? Então olhem a imagem abaixo. Viu, não disse?

mosaico stilt man

Espero NUNCA ver o Metalóide no Universo Cinematográfico Marvel…

22. Mercenário: Calma de novo, não se desesperem nem me chamem de louco. Nada é falado sobre o mais icônico vilão do Demolidor na série, mas nós sabemos que ele aparecerá alguma hora, não é mesmo? Mas e aquele policial mascarado que atira em seus colegas no episódio 6 (Condemned) sob ordens do Rei do Crime? Ele é um sniper. Um sniper atira muito bem. O Mercenário nunca erra o alvo… Hummm…

mosaico elektra

Mercenário e Elektra: esses dois TÊM que aparecer na próxima temporada…

23. Elektra: Não surtem, não surtem, mas essa menção todo mundo ouviu, não? No episódio Nelson v Murdock, no flashback dos primeiros anos de Foggy e Matt juntos, Foggy menciona que Matt só fez aula de espanhol para ir atrás de uma “grega”. Não há segredo aqui: o grande amor da vida de Matt Murdock é Elektra Natchios, personagem criado por Frank Miller em janeiro de 1981 (Daredevil #168). Ela é grega, claro e uma assassina profissional mercenária, também treinada por Stick.

24. Stick: Stick, personagem introduzido apenas no episódio 7, de mesmo nome, foi também criado por Frank Miller e surgiu pela primeira vez em Daredevil #176, de novembro de 1981. Ele é um mestre ninja do clã chamado Chaste, que tem como objetivo controlar o crescimento do Tentáculo. Assim como na série, Stick treinou o jovem Matt, ensinando-o a canalizar seus poderes.

stick

Stick treinando o jovem Matt.

25. Stone: Esse é o personagem que vemos apenas de costas ao final de Stick, o episódio 7, conversando com Stick. Nos quadrinhos, ele é um poderoso pupilo de Stick, ainda que, na série, esses papeis pareçam (mas só pareçam) ter sido invertidos. Surgiu, pela primeira vez, em Daredevil #187, de outubro de 1987.

26. Pike: Esse é um dos bandidos que tenta amedrontar Karen quando ela sai do apartamento da Sra. Cardenas. Nos quadrinhos Joseph Pike é um vigarista e informante que surgiu pela primeira vez em Daredevil #165, de julho de 1980.

27. Senador Randolph Cherryh: Ele é mencionado algumas vezes e aparece no evento em que Vanessa é envenenada e, ao final, sendo preso. Ele é um político corrupto sob as ordens do Rei do Crime também nos quadrinhos e surgiu em Daredevil #177, de dezembro de 1981.

28. Van Lunt: Esse é um nome mencionado por Leland Owsley como sendo alguém que gosta muito de astrologia. Nos quadrinhos, Cornelius Van Lunt é Touro, vilão do grupo Zodíaco, surgido em Os Vingadores #72, janeiro de 1970.

29. Richmond: Outro nome mencionado por Leland durante a festa em que Vanessa é envenenada. Pode ser que não seja, mas, novamente, não acredito em coincidências. Portanto, para mim, esse Richmond é Kyle Richmond, o super-herói Falcão Noturno, que começa como super-vilão. A razão para minha desconfiança aumentar se dá pelo fato de o Falcão Noturno ter sido membro por muito tempo do grupo Os Defensores, que será a quinta série do Netflix, reunindo o Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro. Sua primeira aparição foi em Os Vingadores #69, de outubro de 1969.

mosaico maggie

Maggie, a mãe de Matt e Falcão Noturno (Kyle Richmond).

30. A mãe de Matt Murdock: Ela não aparece na série, mas sua presença é sentida quando seu pai deixa um recado em seu telefone ao decidir ganhar de Crusher Creel, quando o Padre Lantom parece conhecê-la e quando a freira fala com Stick misteriosamente sobre ela. Nos quadrinhos, essa mãe misteriosa é Maggie, uma freira. A conexão está clara. Se ela aparecerá no futuro, só a Marvel sabe.

Locais:

1. Hell’s Kitchen: A Cozinha do Inferno, como é traduzida nos quadrinhos, é um quadrilátero em Manhattan, Nova York, que realmente existe entre as ruas 34 e 59 e 8ª Avenida e o Rio Hudson. É o local em que toda a ação da série se passa e onde substancialmente todas as histórias em quadrinhos do Demolidor também se passam.

2. St. Agnes: Esse é o orfanato para aonde Matt é enviado quando seu pai morre. Não há conexão direta com os quadrinhos, mas St. Agnes é o mesmo orfanato que Skye, de Agents of S.H.I.E.L.D., é enviada quando criança.

3. Josie’s: Trata-se do bar favorito de Foggy e Matt. Ele aparece nos quadrinhos também, dentro da mitologia do Demolidor.

mosaico josies

O bar Josie’s (com Josie ao fundo e no segundo quadro) e Fogwell’s Gym de Daredevil #1.

4. Fogwell’s Gym: O ginásio onde Matt treina e onde seu pai treinava também foi tirado diretamente dos quadrinhos, mais especificamente de Daredevil #1, de abril de 1964.

Símbolos:

1. O flashback para o acidente que vitimou Matt Murdock ainda criança e tirou sua visão, aguçando seus demais sentidos, é quase exatamente igual ao que vemos em Daredevil #1, de abril de 1964. A grande diferença é que Matt é mais novo na série (nove anos), enquanto, nos quadrinhos, ele já é adolescente.

2. A abertura da série faz referência à elementos gráficos muito constantes da mitologia do Demolidor nos quadrinhos: a estátua da Justiça, a caixa d’água, a igreja, a estátua de anjo, aspectos icônicos da cidade  e, claro, a omnipresente cor vermelha e o uniforme clássico dos quadrinhos (não da série).

mosaico daredevil symbol

Justiça, caixas d’água e cruzes…

3. O padrão de cores do roupão de Battlin’ Jack Murdock – vermelho e amarelo (dourado) – faz referência ao padrão de cores original do uniforme do Demolidor.

mosaico davos

O clássico uniforme amarelo e Davos, o Serpente de Aço, inimigo do Punho de Ferro.

4. O símbolo nos pacotes de heroína é o mesmo de Davos, o Serpente de Aço, clássico inimigo do Punho de Ferro que apareceu nos quadrinhos pela primeira vez em Iron Fist #1, de novembro de 1975, reforçando a ligação com o Punho de Ferro.

######

Ufa! Acho que acabou. Mas, se você achar mais referências aos quadrinhos, por favor mencione nos comentários que eu acrescento na lista!

RITTER FAN. . . . Aprendi a fazer cara feia com Marion Cobretti, a dar cano nas pessoas com John Matrix e me apaixonei por Stephanie Zinone, ainda que Emmeline Lestrange e Lisa tenham sido fortes concorrentes. Comecei a lutar inspirado em Daniel-San e a pilotar aviões de cabeça para baixo com Maverick. Vim pelado do futuro para matar Sarah Connor, alimento Gizmo religiosamente antes da meia-noite e volta e meia tenho que ir ao Bairro Proibido para livrá-lo de demônios. Sou ex-tira, ex-blade-runner, ex-assassino, mas, às vezes, volto às minhas antigas atividades, mando um "yippe ki-yay m@th&rf%ck&r" e pego a Ferrari do pai do Cameron ou o V8 Interceptor do louco do Max para dar uma volta por Ridgemont High com Jessica Rabbit.