Entenda Melhor | Demolidor – Aniversário de 50 Anos: Parte Três

Na primeira parte desse Entenda Melhor, abordei a história editorial do Demolidor a partir de sua criação, em 1963, até 1979. Na segunda parte, tratei de 1979, com Frank Miller, até os dias atuais, com Mark Waid no leme. No entanto, não poderia deixar de abordar também o herói em outra mídias e é esse o objetivo da presente terceira e última parte. É claro que não resisti e voltei para a história editorial do herói, para também abordar alguns uniformes diferentes usados pelo Demolidor ao longo de sua carreira no Universo Marvel.

É importante salientar, porém, que muitas das imagens que seguem podem causar problemas irreversíveis às retinas dos mais suscetíveis. Assim, muito cuidado adiante!

Começarei, porém, com algo que todos estão acostumados, os uniformes clássicos de herói: o amarelo, criado em 1963 e que foi usado somente nos seis primeiros números da revista e o vermelho, usado até hoje substancialmente sem modificações a partir do sétimo número da revista. Vejam só os uniformes, o primeiro com os traços de Tim Sale e, o segundo, com traços de Greg Land:

mosaico daredevil 3

Bacana, não? Apesar de eu nunca ter sido fã do uniforme amarelo, é inegável que Tim Sale soube transformar a roupa circense do Demolidor em algo muito bacana na graphic novel Demolidor: Amarelo, escrita por Jeph Loeb e publicada em seis edições entre agosto de 2001 e janeiro de 2002. Já o uniforme vermelho, ele passou pelos traços de muitos grandes artistas, cada um imprimindo sua marca e o trabalho de Greg Land é muito bom, não necessariamente um dos melhores (mas que escolhi por não ter usado o artista nos demais “Entenda Melhor”).

Bom, essa é parte suave aos olhos.

Vamos começar a machucar a retina?

A década de 90 foi pródiga em alterações de uniformes de super-heróis. E não poderia ser diferente com o Demolidor, não é mesmo? Assim, entre os números #319 e #325 da publicação, o Demolidor usou um uniforme-armadura, bem diferente do original e que sobreviveu intermitentemente até o #344, quando foi completamente destruído. Mas a década de 90 – o ano de 1993 mais precisamente – viu também o nascimento da origem definitiva do Demolidor pela caneta de Frank Miller e arte de John Romita, Jr. A minissérie, chamada apenas de O Homem Sem Medo, não contava com nenhum uniforme para Matt Murdock. O mais perto que ele chega é usar algo improvisado preto, com máscara feita por um lenço preto amarrado em volta do rosto. Ficou bacana, não? Finalmente, no arco Flying Blind (Demolidor #376 a #379), um Matt Murdock sem memória e com a identidade de Laurent Levasseur, na França (nem tentem entender!), usou outro uniforme que, ainda bem, durou pouco. Vejam só os três uniformes:

mosaico daredevil 90

(1) Uniforme-armadura; (2) Proto-uniforme improvisado; (3) Laurent Levasseur

Mas não acabou por aí.

Nos anos 2000, tivemos outros uniformes ainda que, comparando com outros heróis por aí, o Demolidor tenha sido um dos mais poupados. Entre fevereiro de 2004 e dezembro de 2005, a Marvel lançou a interessante minissérie Guerra Secreta (não confundir, POR FAVOR, com Guerras Secretas!) em que hérois, incluindo o Demolidor, foram recrutados para uma missão, bem, digamos, secreta. O Demolidor ganhou um uniforme novo que é até bem interessante. Também em 2005, na minissérie Father, para derrotar uma gangue, o Demolidor usou um tenebroso uniforme de kendô, com direito a katana e até uma motocicleta (!!!). Em 2006, a entidade cósmica Capitão Universo toma posse de Matt Murdock (como ela faz com basicamente todos os heróis da Marvel) e o Demolidor ganha um uniforme “novo” e sua visão de volta. Finalmente, no péssimo arco Terra das Sombras, de 2010, Matt é possuído por um demônio e muda seu uniforme para preto, modificação essa que particularmente gosto muito. Vejam só:

mosaico daredevil 00

(1) Guerra Secreta; (2) Father; (3) Capitão Universo; (4) Terra das Sombras

E estou falando, apenas, do Universo Marvel comum, chamado de 616. Abordar todos os uniformes usados em realidades paralelas, edições “o que aconteceria se” e outras tornaria esse post (mais) gigantesco. Deixarei vocês apenas com um gostinho desses uniformes no mosaico abaixo que fiz selecionando aqueles que considero mais interessantes:

mosaico daredevil alternate

(1) Terra X; (2) Mangaverso; (3) 1602; (4) 2099; (5) Noir

Bom, agora é que a proverbial porca torce o rabo!

Se vocês acham que Demolidor – O Homem Sem Medo, filme estrelando Ben Affleck, foi a primeira vez que o Demolidor apareceu em filme, estão redondamente enganados! O telefilme O Julgamento do Incrível Hulk, de 1989, que fechou a famosa série de TV do personagem-título tinha como convidados especiais tanto o Rei do Crime como o Demolidor (e Matt Murdock, como advogado do Hulk). E, por pior que sejam as imagens abaixo, é surpreendente a fidelidade com o espírito do original e também o quanto o próprio John Romita, Jr. parece ter se inspirado nesse “uniforme” para desenhar o proto-uniforme do herói na minissérie O Homem Sem Medo, que mencionei mais acima. O objetivo era fazer esse telefilme servir de plataforma para uma série de TV estrelando o Demolidor (mais sobre isso no finalzinho desse post). Por enquanto, olhem só a pinta do Demolidor, vivido nas telas por Rex Smith:

mosaico daredevil tv

E se você facilmente concluiu que então o filme com Ben Affleck foi a segunda aparição do Demolidor em celuloide, está enganado de novo! Ainda que de relance, essa “honra” ficou com a produção O Império (do Besteirol) Contra-Ataca (Jay and Silent Bob Strike Back), dirigido por Kevin Smith. Na cena, os protagonistas passam correndo por um set de filmagens e se deparam com um filme do Demolidor sendo feito. Não foi sem querer, pois Kevin Smith já havia escrito o arco O Diabo da Guarda, do Demolidor em quadrinhos, entre novembro de 1998 e junho de 1999 e é interessante notar, também, que Ben Affleck, que viria a viver o Demolidor, é amigo pessoal de Smith… Fiquem só com a assustadora imagem:

daredevil 3 jay and silent bob

E se você acha que a terceira vez que o Demolidor apareceu em filme foi como Ben Affleck como protagonista…. você está certo! Todo mundo reclama desse visual meio sadomasoquista do herói, mas devo confessar que eu gosto (o que não quer dizer que gosto do filme…):

daredevil 3 movie final

Cuidado com a foto que vem a seguir! Ela é de um teste de fotografia de uma série de TV de 1975 que – ainda bem!!! – nunca foi ao ar estrelando o Demolidor (ou seja lá o que é isso aí) e a Viúva Negra… Os atores? Ben Carruthers como Matt Murdock e Angela Bowie (ex-esposa de David Bowie). O horror! O horror!

daredevil 3 tv show

(fonte: Getty Images)

Mas, para acabar esse Entenda Melhor com uma nota positiva, em 2015 teremos uma série de televisão todinha do Demolidor, produzida pelo Netflix, que vem fazendo séries muito boas como House of Cards, Lilyhammer e Orange is the New Black. Fica a esperança de um futuro brilhante para O Homem Sem Medo!

mosaico netflix

Bom, pessoal, é isso aí! Acho que consegui cobrir um bocado do Demolidor, não é mesmo? Comentários, correções, xingamentos e aplausos aqui embaixo, por favor!

RITTER FAN. . . . Aprendi a fazer cara feia com Marion Cobretti, a dar cano nas pessoas com John Matrix e me apaixonei por Stephanie Zinone, ainda que Emmeline Lestrange e Lisa tenham sido fortes concorrentes. Comecei a lutar inspirado em Daniel-San e a pilotar aviões de cabeça para baixo com Maverick. Vim pelado do futuro para matar Sarah Connor, alimento Gizmo religiosamente antes da meia-noite e volta e meia tenho que ir ao Bairro Proibido para livrá-lo de demônios. Sou ex-tira, ex-blade-runner, ex-assassino, mas, às vezes, volto às minhas antigas atividades, mando um "yippe ki-yay m@th&rf%ck&r" e pego a Ferrari do pai do Cameron ou o V8 Interceptor do louco do Max para dar uma volta por Ridgemont High com Jessica Rabbit.