Entenda Melhor | Doctor Who: Quadrinhos da “TV Comic” e “TV Action”

Com este bloco de histórias em quadrinhos, finalizamos as aventuras do 3º Doutor na TV Comic. Confira também as nossas outras postagens para esta era:

Castaway (TV Comic Annual 1971)

dr-who-castaway

Férias no Caribe, sol, muita beleza natural… um lugar perfeito para o Doutor e o Brigadeiro descansarem de suas correrias pelo Reino Unido e atividades na UNIT. Bem, isso até o barco em que estavam ser atacado por um polvo gigante. O militar tenta usar sua arma, mas um golfinho aparece e a leva para longe. Sem saber o que estava acontecendo, os dois se veem levados para uma caverna próxima ao mar, onde são feitos prisioneiros por Fredric Simba, sobrevivente de um naufrágio que aprendeu a viver na região e controlar os animais através da emissão de sons. Percebendo isso, o Doutor usa sua flauta para controlar os animais, libertá-lo e fazer com que Simba fosse punido por seus atos, o que me pareceu um certo exagero ao final da história, já que a vilania dele não é exatamente declarada…

Outra coisa que salta aos olhos aqui é o uso da flauta pelo 3º Doutor, o que não é nada comum, pois era algo, de fato do 2º Doutor. Mas o mais improvável, com certeza, é o fato de o Brigadeiro ter um iate e convidar o Doutor para ir com ele para o Caribe se divertir um pouco… A arte de John Canning é descartável, uma vez que nem o Doutor e nem o Brigadeiro se parecem com os personagens que víamos na TV. Mais uma história passável da TV Comic.

Levitation (TV Comic Annual 1971)

dr-who-levitation

Lendo o livro Levitation Universal Edition, o Doutor consegue aprender a levitar, enquanto o Brigadeiro e a UNIT estão perseguindo um espião que acabara de roubar um importante arquivo. A perseguição chega ao fim quando o espião é encurralado. Todavia ele consegue escalar a parede de um edifício, uma empreitada que não dá certo e o faz ficar pendurado na beirada, prestes a cair. Por sorte, o Doutor estava chegando aos quarteirões da UNIT e vê a situação do ladrão. O Doutor aproveita para utilizar suas novas habilidades de levitação e captura o homem, além claro, do arquivo roubado. A história só parece divertida na teoria, porque na prática, é espantosamente ruim. Ainda mais com o final nonsense que tem.

Petrified (TV Comic Annual 1975)

dr-who-petrified

Zenos é um antigo e pacífico planeta na Galáxia de Andrômeda, um lugar rico em minerais que acaba atraindo a atenção de Parada, o impiedoso líder dos belicistas Groobs, que planejam invadir e tomar as riquezas desse belo planeta. Em outra cena, o Doutor está fazendo os habituais e intermináveis reparos na TARDIS quando os Time Lords enviam-no até Zenos. Ao chegar ao planeta, o Doutor encontra os habitantes petrificados por um tipo de raio e os Goobs estão fazendo o seu serviço de exploração do local. O Doutor começa a agir e é capturado e levado até o líder dos Goobs, a quem o Senhor do Tempo tenta convencer de que Zenos é rico em Mennosium, mas que ele precisaria fazer as pessoas voltarem ao normal para chegar a um acordo de exploração. O que se segue daí é um final que não combina nada com o Doutor, à parte o fato de ele usar hipnose. Uma história boba em todos os sentidos que se possa imaginar.

The Disintegrator (TV Comic #1155-1159)

dr-who-disintegrator

O Doutor está de volta à Terra e é chamado para investigar um roubo a banco um pouco fora do comum. As portas super resistentes do estabelecimento foram explodidas e deixaram traços radioativos. Enquanto isso, em uma casa de campo, Max Sylvester e o Professor Pillbright discutem o resultado do roubo. O Professor faz contato com os Daleks e acredita que está recebendo ajuda deles, sem saber que existe um plano por trás. Em paralelo, o Doutor descobre que a arma que explodiu as portas foi um desintegrador e que aquilo foi apenas uma demonstração.

Imaginando uma fonte de transmissão entre a Terra e alguma fonte alienígena, o Doutor expande as investigações. Ele descobre um outro plano, de roubar o principal banco da Inglaterra, e descobre também que os Daleks estão “ajudando” os envolvidos com o roubo na Terra. O desfecho da história traz o Doutor viajando para a Lua, onde estavam a nave dos Daleks, e destruindo-a com suas próprias bombas neutrônicas.

Is Anyone There? (TV Comic #1160-1169)

dr-who-anyone-there

Na Austrália, o Diretor Louis French recusa-se a aceitar os conselhos do Doutor sobre o seu novo acelerador de ondas de rádio que poderia causar um grande desastre na Terra e também para as culturas do Universo que passasse próxima ao planeta ou o visitasse.

Sem nenhuma outra opção e mãos, o Doutor resolve sabotar o experimento, mas é pego antes mesmo de conseguir fazer com que o dispositivo estivesse inativo. Seus medos se mostram verdadeiros assim que o acelerador é testado pela primeira vez. Existem com isso inúmeros distúrbios no clima global e isso leva à morte ao incondicional Diretor French. Mas o Doutor percebe que algo ainda mais complexo pode estar ligado à transmissão. Viajando até Morrax, ele encontra um mundo devastado e é feito prisioneiro pelos sobreviventes do povo Morraxian. Como era de se esperar, esse povo tem uma ira mortal da Terra e resolve disparar um míssil de alta destruição com o Doutor dentro. Bem macabro e com um final bem óbvio, diga-se de passagem.

Size Control (TV Comic #1170-1176)

dr-who-size-control

A TARDIS está a bordo de uma grande nave espacial. O Doutor foi feito prisioneiro pelos Mantis, uma raça de insetos gigantes. Eles são perseguidos pelos seus dominadores do passado, os Tyrryxians. Utilizando-se de sua habilidade para controlar o tamanho, os Mantis encolheram sua nave para o tamanho de um micróbio a fim de evitarem a detecção dos Tyrryxians. O líder dos Mantis está convencido de que o Doutor e a TARDIS podem ajudar os Tyrryxians, mas o Doutor em miniatura consegue escapar. Determinado a recapturar o Doutor, o líder dos  Mantis usará de meio pouco usuais para conseguir o que quer.

The Magician (TV Comic #1177-1183)

dr-who-magician

Quando a TARDIS se materializa na Inglaterra medieval, o Doutor é capturado pelo vicioso Lord Waldean de Beauvain e preso em seu calabouço. O Doutor compartilha a sua cela com Haval, que já fora Sargento de Armas do o real dono do castelo, Lord Geoffrey, que foi substituído pelo seu irmão maléfico. O Doutor põe um plano em prática e os dois prisioneiros fogem, mas são rapidamente capturados, desta vez, pelo mágico Signus. O Doutor revive o hipnotizado Sir Geoffrey, com quem ele estava encarcerado desta segunda vez. Construindo um planador, o Doutor consegue fazer Haval escapar da torre em que estão e sobre o fosso do castelo, numa tentativa de ir procurar os homens do rei. Nesse meio tempo, o Doutor e Sir Geoffrey deve resistir a uma tentativa de Signus de levar o corpo dos prisioneiros a uma estranha experiência mágica nada agradável.

The Metal-Eaters (TV Comic #1184-1190)

Depois de voltar da Idade Média, o Doutor resolve relaxar pescando um pouco. Ele então é chamado para investigar um ataque a uma central de TV, aparentemente causado pelo ataque de um tipo de inseto. As criaturas são criações do Professor McTurk e de sua filha Catriona. A intenção da dupla era utilizar os insetos para extorquir dinheiro do governo britânico como uma vingança por terem ignorado o trabalho do Professor. Quando os insetos são liberados em um campo de tiro do Exército, seu devastador ataque a um tanque de guerra é visto por dois espiões estrangeiros. Os agentes inimigos rastreiam os insetos até a fazenda do professor McTurks, onde atiram no criador dos metal-eaters. Honrando o desejo de morte de McTurk, Catriona libera os insetos para causar uma destruição no mundo. Enquanto os insetos voam em enxames em direção a Blackpool, o Doutor pede a ajuda de Catriona para impedir que os bichos cheguem ao mar e se espalhem pelo mundo. Apenas uma coisa pode salvar a Terra agora, a Torre de Blackpool.

Lords of the Ether (TV Comic #1191-1198)

dr-who-lords-of-the-ether-1-1

Depois de um bem sucedido pouso na Lua, a tripulação de Achilles estabelece um profundo e cilíndrico mastro na face lunar. Na Terra, os avisos do Doutor para os malefícios vindos desse mastro de exploração são ignorados. Quando o Major Franklin desaparece após descer por um túnel perfurado, a missão é abortada. Todavia, quando a cápsula de retorno entra na atmosfera da Terra, tanto ela quanto os astronautas em seu interior são transformados em pedra. O Doutor atribui isso a um fragmento do mineral Crunthel coletado pelos astronautas no túnel. Juntamento com o agenda da CIA, Harry Godino, O Doutor viaja com a TARDIS até a Lua. Eles descobrem que o túnel leva a uma antiga câmara onde estava enterrado um membro de uma antiga espécie. Presos na tumba, a única esperança dos viajantes escaparem é se o Doutor conseguir fazer contato com os aliens daquela espécie, os próprios Senhores do Éter.

The Wanderers (TV Comic #1199-1203)

Morun e Alto são os últimos sobreviventes de uma tripulação de uma gigantesca nave espacial. Em sua guarda estão toda a raça Thusion, em animação suspensa. Desesperado por nunca encontrar um planeta desabitado para que se estabelecessem, o moribundo Morun revive o jovem Zeros de seu longo sono. Zeros, no entanto, não compartilha dos mesmo ideais éticos e morais de Morun e Alto sobre subjugar uma raça primitiva qualquer de um mundo próximo. Quando o Doutor se materializa no local, ele salva Alto da morte pelas mãos de Zeros e tenta usar a TARDIS para mover o povo Thusion para uma outra Galáxia que os pudesse hospedar.

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.