Entenda Melhor | Doctor Who: The Magician’s Apprentice – Informações, Referências e Easter-Eggs

SPOILERS, sweetie!

The Magician’s Apprentice, que foi ao ar em 19 de setembro de 2015, abriu com louvor, sentimentos e muitas perguntas a 9ª Temporada de Doctor Who. O episódio foi escrito por Steven Moffat e dirigido por Hettie MacDonald, em sua segunda experiência na série (a primeira foi em Blink, na 3ª Temporada). Este episódio marca o retorno de Missy, apresentada ao público em Deep Breath e com identidade revelada em Dark Water, ambos episódios da 8ª Temporada; e também marca o retorno da UNIT, em uma divisão menor, centrada em Kate [Lethbridge-] Stewart. Abaixo, a sinopse e o trailer do episódio.

Onde está o Doutor? Quando o céu da Terra está congelado por uma misteriosa força alienígena, Clara precisa do seu amigo. Mas onde está o Doutor, e do que ele está se escondendo? Enquanto dívidas passadas voltam para assombrá-lo, velhos inimigos se encontrarão, e para o Doutor e Clara sobreviver parece impossível.


.

Prólogo: Ohila e o Planeta Karn

A jornada da 9ª Temporada começa em um webcast liberado em 11 de setembro de 2015. A cena de abertura nos mostra o Planeta Karn e basicamente estabelece uma conversa misteriosa entre o Doutor e Ohila, a Alta Sacerdotisa da Irmandade de Karn. O Doutor deixa o seu testamento com ela, para que seja entregue ao seu melhor amigo. Ele está indo para algum lugar, mas tem medo do que possa acontecer. Ohila diz que ele não deve nada a uma certa “criatura”. Mas o Doutor não parece muito certo disso.

No episódio The Magician’s Apprentice, sabemos que o Doutor está presente, escondido atrás de um rochedo, quando Colony Sarff entrega a mensagem de Davros para Ohila. Isso deixa claro que este Prólogo acontece apenas alguns minutos antes ou depois da cena com Colony Sarff.

Irmandade de Karn apareceu pela primeira vez em Doctor Who em 1976, ainda na era do 4º Doutor. O arco em questão chama-se The Brain of Morbius.

A Irmandade se estabelece no Planeta Karn e é formada apenas por mulheres que se dedicam a proteger a Chama Secreta, que produz o Elixir da Vida. No arco The Brain of Morbius há a explicação para o que é a tal chama e no minisode The Night of the Doctor, vemos Ohila utilizar-se do Elixir para ajudar a regeneração do 8º Doutor em War Doctor. Com efeito, a afiliação da Irmandade com os Senhores do Tempo, após a cisão ocorrida no passado, em Gallifrey, foi de produzir, guardar e ceder o Elixir sempre que algum Time Lord tivesse problemas de regeneração.

Todavia, desde o contato do 8º Doutor com as irmãs nos episódios Sisters of the Flame e The Vengeance of Morbius (Big Finish), elas passaram a ser vistas com um pouco menos de desconfiança e desde que Ohila teve um papel importante na vida do Doutor, permitindo-lhe escolher um corpo guerreiro para combater na Time War, uma relação de desprezo e confiança (paradoxal, não é mesmo?) se firmou.

Planeta Karn foi uma colônia de Gallifrey, antes de Rassilon, um dos fundadores da sociedade dos Time Lords. Localizado na constelação de Kasterborous e próximo de Gallifrey, Karn possui aparência externa muito similar ao planeta do Doutor, além de geografia marcada por rochas e desertos ou lugares inóspitos. Morbius, um Time Lord renegado, já habitou o planeta por um tempo (bem, seu cérebro habitou) e o lugar hoje é lar da Irmandade de Karn.

Planeta Karn

Planeta Karn

>
A Meditação do Doutor

The Doctor’s Meditation foi exibido nos cinemas de alguns países (Estados Unidos, Dinamarca, Rússia e Canadá) durante a exibição do finale da 8ª Temporada e como aquecimento para a 9ª Temporada, no dia 15 de setembro de 2015. Causou furor na comunidade whovian de outros países porque trata-se de um prequel bem interessante e que deveria ser disponibilizado para todos, mas entendendo a necessidade de marketing para um tipo específico de público pagante, é possível compreender a jogada da BBC. O episódio foi escrito por Steven Moffat e dirigido por Ed Bazalgette, em sua primeira experiência na série.

Os eventos aqui se passam em Essex, no ano de 1138, e claramente percebemos que isto acontece DEPOIS do encontro do Time Lord com Ohila, no Prólogo. Aqui, ele é acompanhado por Bors, um homem a quem o Doutor supostamente salvou e que dedica lealdade ao “Sir Doctor”. Em The Magician’s Apprentice descobrimos que Bors é apenas um “Dalek-humano”. Do ponto de vista narrativo, esta meditação e toda a corrida do Doutor para cavar poços e fazer projetos para o castelo, adiando a sua visita a Davros, acontece entre o Prólogo e a cena em que ele toca guitarra na arena e Bors empunha um machado, esperando uma luta.

Calice Doctor Who

O cálice de The Night of the Doctor e The Doctor’s Meditation.

Na foto acima, à esquerda, o cálice que Ohila usa em The Night of the Doctor para dar o Elixir que transforma o 8º Doutor em War Doctor. À direita, o cálice que o Doutor está bebendo “água”, durante a sua meditação em The Doctor’s Meditation.

Abaixo, o Doutor e Bors à frente dos servos, procurando lugares para cavar um poço para ter a “água certa” para a meditação. Algumas referências interessantes também podem ser tiradas aqui, como o fato de o 12º Doutor já ter meditado antes, em Listen; já ter retirado uma colher para uma “luta de espadas” em Robot of Sherwood; e já ter sido chamado de mágico ou referir-se a ele mesmo como sendo um em Time Heist e Last Christmas.

The-Doctors-Meditation-Doctor-Who

O Doutor, Bors e alguns servos procuram o lugar para cavar um poço e achar a “água certa”.

.
O Aprendiz de Mágico

  • Os eventos deste episódio acontecem ANTES do ano 683 (sob a perspectiva da Terra). Para mais informações sobre a jornada de Davros a partir dessa idade, leia a nossa análise para a série I, Davros (2006) e sua sequência The Davros Mission (2007).

Começando exatamente de onde termina The Doctor’s Meditation, este episódio nos mostra um campo de batalha. A terra está enlameada e um avião passa atirando em pessoas que estão tentando se salvar. Estamos no Planeta Skaro, lar de Davros e planeta natal dos Daleks, em plena Guerra dos Mil Anos. Davros ainda é uma criança, mas a guerra entre Thals e Kaleds (anteriormente chamados de Dals) já está acontecendo, o que faz total sentido para a narrativa e a aparência enevoada do planeta que vemos em Genesis of the Daleks. A guerra já acontece a tanto tempo que vê-se claramente a mistura de tecnologias, como um homem (possivelmente um Kaled) tentando atirar em um avião com arco e flecha.

Para efeito de informações gerais: a Thousand Year War aconteceu entre Kaleds e Thals, em Skaro. Retirando as informações de The Daleks, Genesis of the Daleks, Davros (Big Finish #48) e Brotherhood of the Daleks (Big Finish #114), sabemos que a guerra foi vencida pelos Thals (plot “ajudado” por Davros, que aceitou exterminar seu próprio povo para continuar desenvolvendo os Daleks); que ela permitiu a criação dos Daleks em várias unidades de sucesso; que o planeta Skaro ficou contaminado por radiação; que diversas espécies de Skaro foram extintas, enquanto outras entraram em processo de mutação; que os Kaleds foram praticamente extintos e que o Thals se mudaram para o planeta New Davius, na Galáxia de Antares, onde começaram uma nova civilização.

The Magician's Apprentice

.
As Minas de Mão e a Lembrança de Davros

Aqui também aparecem as minas de mãos (handmines) na qual Davros fica preso e onde ele encontra o 12º Doutor. Fica a dúvida sobre a lembrança de Davros desse evento de sua infância e o fato de não recordar-se disso quando ele encontra o 4º Doutor em Genesis of the Daleks. Como este é o primeiro de um arco de dois episódios, deixaremos para discutir a questão depois, mas a especulação mais óbvia é que Davros talvez tenha ligado os pontos apenas neste momento de sua vida, quando está encarando a morte. Ou talvez ele já tivesse percebido isso a bastante tempo, mas estava esperando o “momento certo” (ou seja, a própria encarnação do 12º Doutor) para chamá-lo e confrontá-lo com esse evento do passado, o que para mim faz bastante sentido, dado o orgulho do personagem.

Handmine

.
Maldovarium e Proclamação das Sombras

Além do Planeta Karn, temos a aparição de outros dois lugares interessantes, onde Colony Sarff procura o Doutor para o moribundo Davros. O Maldovarium é um gigantesco mercado do século 52 onde se comercializa de tudo. Ele foi visto na era do 11º Doutor, principalmente nos episódios The Pandorica Opens e A Good Man Goes to War. Dorium Maldovar é o principal personagem relacionado a este mercado. No bar em que o Doutor é procurado, podemos ver algumas espécies de alienígenas, tais como Sycorax, Ood, Skullions, Haths e Kahlers.

A Proclamação das Sombras (Shadow Proclamation) foi mencionada pela primeira vez em Rose, na era do 9º Doutor, e apareceu pela primeira vez em The Stolen Earth, na era do 10º Doutor. Sua função básica é verificar a criação e o cumprimento das leis galáticas. Os principais personagens ligados à proclamação são a Arquiteta das Sombras, a Serva Albina, os Judoons e os Ogrons.

Maldovarium e Proclamacao das Sombras

.
Anacronismos e Duas Piadas

Segundo esse episódio, o Doutor incluiu a gíria dude (“cara”) no vocabulário medieval. Aqui, ele está mais uma vez fugindo do seu encontro com Davros e nessa arena, é visitado por Missy e Clara, que estão em busca de algum anacronismo, até que o Doutor entra, em cima de um tanque de guerra, tocando o tema de Doctor Who (em um arranjo do tipo “rock sujo”) eu uma guitarra. Ele brinca com Bors, contando duas piadas que ninguém na arena entende.

Ax/axe (variação gramatical que não vem ao caso aqui) em inglês, é machado. Mas é também uma gíria, que pode significar algum instrumento musical normalmente tocado por um músico de jazz ou rock. A gíria normalmente refere-se a ax como guitarra. A piada, aqui, é literal. Bors tem um machado (ax/axe, substantivo) e o Doutor tem uma guitarra (ax/axe, gíria).

A outra piada é com a palavra fish tank. Ele diz que comprou o tanque (de guerra) para o seu peixe. Fish + Tank = fish tank = aquário.

ax fight

.
Colony Sarff

Novo vilão na área! E também com uma brincadeira linguística. Em galês (uma das línguas do País de Gales, um dos reinos do Reino Unido) sarff = serpente. O que sabemos dele até agora é que se trata de uma criatura-serpente, que adota a forma humanoide, vestindo um manto negro com capuz, sob o qual carrega um ninho de outras serpentes. Curiosamente, Colony Sarff (colônia de serpentes) é uma democracia e sempre fala de si mesmo no plural. Aqui, eles estão agindo como servos de Davros. Quem dá vida a esta versão inicial do personagem é o ator Jami Reid-Quarrell.

colony sarff colonia de serpentes

.
Davros Moribundo, Skaro e Reunião de Daleks

A armadilha de Davros foi perfeita. E mesmo sabendo que temos aqui um arco de dois episódios, fica clara a ideia de um ciclo dramático. O primeiro encontro de Davros com o 12º Doutor foi em Skaro. O último encontro de Davros com o 12º Doutor deve ser em Skaro. Um ciclo e uma era inteira se fecham. E justamente por estarmos falando de uma era inteira é que Davros confronta o Doutor com vários de seus encontros anteriores, o que confirma a minha especulação em um dos blocos acima. Os trechos dos encontros mostrados são:

  1. Genesis of the Daleks, quando Davros encontra o 4º Doutor;
  2. Resurrection of the Daleks, quando Davros encontra o 5º Doutor;
  3. Revelation of the Daleks, quando Davros encontra o 6º Doutor;
  4. Remembrance of the Daleks, quando Davros encontra o 7º Doutor;
  5. The Stolen Earth, quando Davros encontra o 10º Doutor.

Davros e Skaro

Uma coisa interessante para se pensar é o momento da história de Skaro para o qual Davros leva o Doutor. A julgar pelas portas e pelo ambiente, a impressão que tive é que ele está dentro de seu antigo laboratório, lá de Genesis of the Daleks, mas com certeza não se tratada daquela época na timeline do planeta. Muito provavelmente estamos em algum ponto próximo ao arco The Daleks (1º Doutor) ou muito tempo depois disso.

Também é possível ver Daleks de diversas gerações da série, como o modelo prata e azul de The Daleks até The Space Museum; o modelo da guarda do Dalek Imperador de The Evil of the Daleks; o modelo cinza e preto de Day of the Daleks até Remembrance of the Daleks; o modelo de arma especial Dalek de Remembrance of the Daleks; um modelo de Dalek preto que lembra o Dalek Sec, de Army of Ghosts até Evolution of the Daleks; o Dalek Supremo de The Stolen EarthJourney’s End e o modelo de bronze desgastado utilizado desde Dalek.

Este final no traz os Daleks exterminando Missy e Clara (algo que muito provavelmente não aconteceu, já que as duas estavam utilizando um vortex manipulator); a TARDIS, o que gera dúvidas se foi ou não destruída, mas se considerarmos que a nave tem seus truques — afinal, é produto de Gallifrey –, podemos aceitar que ela também conseguiu escapar ao ataque… ou esse evento será utilizado para mostrar uma NOVA TARDIS; e o Doutor prestes a exterminar Davros, o que provavelmente também não vai acontecer, uma vez que infanticídio não é bem a sua praia. Aliás, o dilema de sua quarta encarnação volta aqui, sem dó nem piedade.

Etc

  • Jane Austen é citada novamente nesta era (a outra vez foi em The Caretaker). Aqui, porém, Clara parece tê-la conhecido (mas nós não vimos isso) e beijado. Vale dizer que a escritora conheceu o 1º Doutor e os comapnions Vicki e Steven em Frostfire.
  • Missy se apresenta para a UNIT mandando mensagens, como um vírus, para os computadores da organização. A mensagem inteira é exatamente a canção que ela entoa antes de matar uma das Osgoods em Death in Heaven: YOU SO FINE / YOU BLOW MY MIND / HEY MISSY.
  • A amizade-inimiga entre o Mestre, Missy e o Doutor é definitiva e oficialmente explicitada.
  • Missy tem ciúmes quando o Doutor diz que Davros é o seu arqui-inimigo.
  • Como Missy se salvou da morte em Death in Heaven? Resposta: não importa.
  •  O Doutor é o Mágico e Missy é a Bruxa (vejam a ligação dos nomes com os títulos deste episódio e o episódio seguinte, The Witch’s Familiar. A pergunta é: seria Bors-Dalek o aprendiz de mágico? Ou o próprio Doutor? Ou outra pessoa? Isso, obviamente, só ficará claro no próximo episódio.
  • A frase “Davros knows. Davros remembers” nos deixa com a seguinte questão: sabemos do quê Davros se lembra (do evento com o 12º Doutor). Mas exatamente o quê ele sabe? Algo sobre Gallifrey? 

Davros. My name is Davros.

Not dead. Back. Big surprise. Never mind.

Hang on a minute. Davros is your arch enemy now?

Vídeos Extras

Colony Sarff

A Grande Entrada do Doutor

Missy e o Doutor

LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.