Entenda Melhor | Doutor Estranho: O Primeiro Teaser em Detalhes

Como costumamos fazer com lançamentos muito esperados, não poderíamos deixar de trazer a análise detalhada do primeiro teaser de Doutor Estranho, segundo longa metragem da Marvel de 2016 e o primeiro do Universo Cinematográfico Marvel a mergulhar de cabeça no “lado místico”. Com pouco mais de dois minutos, o que vemos nas telas é, basicamente, um pouco da origem do personagem, que apareceu pela primeira vez nos quadrinhos em Strange Tales #110, de julho de 1963 e foi criado por Steve Ditko.

Antes de começarmos a destrinchar o material, assistam novamente ao teaser:

Preparados? Então vamos lá:

O acidente

doctorstrange1

doctorstrange2

doctorstrange3

Antes do logotipo da Marvel aparecer, vemos Benedict Cumberbatch como Stephen Vincent Strange pré-Doutor Estranho em um acidente de automóvel. Mesmo para aqueles que não conhecem o personagem, fica claro que o que se passa é a origem do super-herói. E, nesse ponto, ela é idêntica à dos quadrinhos, com um acidente automobilístico que acaba com a carreira de cirurgião do arrogante personagem, por destruir suas mãos. A escolha de se contar uma história de origem, apesar de ser algo um pouco cansativo e repetitivo em filmes de super-herói, se dá justamente pelo fato de Estranho ser basicamente um desconhecido do público em geral. Mesmo que não seja possível ainda avaliar o quanto do filme será dedicado à origem, o teaser ao menos vai devagar com a coisa e, mesmo não revelando muito, começa a familiarizar os espectadores em relação ao Doutor Estranho, seguindo uma progressão razoavelmente lógica e se certa forma didática, o que de forma alguma é ruim. Além disso, a escolha de um ator tão querido como Cumberbatch mostra-se também mais do que acertada para trazer mais público do que só aqueles que porventura gostarem do personagem ou mesmo aqueles que apreciam o Universo Cinematográfico Marvel.

Estranho no Tibete

doctorstrange4

doctorstrange5

doctorstrange6

Pela arquitetura e ambientação, além do que é possível saber lendo os quadrinhos, é razoável supor que Strange, em algum momento vai parar no Tibete, onde encontra a Anciã (Tilda Swinton) que, nos quadrinhos, é o Ancião e o Mago Supremo da Terra. Strange, nos quadrinhos, chega até o místico ser, que ele ouve em rumores e lendas, em razão de seu desespero para consertar suas mãos, cujos tendões foram dilacerados no acidente automobilístico. Vale destaque justamente para as mão enfaixada que vemos no frame acima. O rosto de Strange, apesar de cansado, é em grande parte a versão final do personagem, com destaque para as características mechas brancas nos lados e a barbicha.

McAdams aparece

doctorstrange7

doctorstrange8

Voltamos para logo depois do acidente automobilístico, com Strange muito machucado e vemos, pela primeira e única vez, Rachel McAdams que será, conforme já informado pela produção, o interesse romântico do herói, ainda que seu nome não tenha sido informado. Ao que tudo indica, porém, McAdams viverá personagem retirada da mitologia do herói. Será que é Clea, feiticeira e sobrinha do arqui-inimigo de Estranho, Dormammu? Ou seria óbvio demais?

Antes e depois

doctorstrange9

doctorstrange10

Stephen Strange é, como mencionei, um cirurgião arrogante nos quadrinhos, algo que aparentemente será usado no filme também. Nesses dois frames, que funcionam sensacionalmente bem juntos e espero que seja assim no próprio filme, vemos as versões pré e pós-acidente do personagem. Na primeira, sua riqueza, sisudez e arrogância ficam patentes em uma tomada de cores vivas. Na segunda, já vemos Strange destruído, à beira do desespero. Dá até a impressão de que ele quer se matar, especialmente pela completa troca da paleta de cores para tons escurecidos, mortos.

Mais antes e depois

doctorstrange12

doctorstrange13

Novamente fazendo uso de elipse, vemos Strange como cirurgião e como peregrino, provavelmente preso em algum lugar remoto. Destaque para as mãos fazendo o exato mesmo movimento (o primeiro frame deveria ter as mãos dele, mas erramos na captura…). O uso desse vai e vem narrativo no teaser pode muito bem ser característica só do teaser, mas também pode ser uma escolha do roteiro. Será que veremos uma história linear como em Homem de Ferro ou algo mais elaborado como em Deadpool? Ou algo completamente diferente?

Mãos inutilizadas. Entenderam bem?

doctorstrange14

Se já não havia ficado claro antes, essa tomada deixa evidente que a carreira de Stephen Strange como cirurgião acabou com seu acidente. Sua mãos imobilizadas depois de provavelmente diversas operações – cortesia do personagem de McAdams? – ecoam todas as vezes em que elas aparecem no teaser. E a narração – agora de Tilda Swinton – fala, nesse ponto, “E se eu dissesse que essa realidade é uma de muitas?“. Se pudéssemos identificar um momento chave desse teaser, diríamos que é esse pelas portas que ele abre no Universo Cinematográfico Marvel. De certa forma, já havíamos visto essa questão de outras realidades em Homem-Formiga, mas, aqui, os contornos são mais profundos e com incríveis consequências em potencial. Imaginem as possibilidades futuras com filmes sobre o Esquadrão Supremo, sobre os Zumbis Marvel, sobre May “Mayday” Parker, sobre o Porco-Aranha. Ok, talvez não sobre o Porco-Aranha. Se bem que…

Central de Treinamento Místico?

doctorstrange17

Será aqui onde a Anciã treina Strange? Não nos parece um lugar tão remoto assim. Mas pode não ser nada também…

Barão Mordo!

doctorstrange18

E, finalmente, vemos, pela primeira vez, Chiwetel Elijofor como o Barão Mordo. Bem, na verdade nós o vemos de costas e não necessariamente já como o vilão do filme. Afinal, o Barão Karl Amadeus Mordo (nos quadrinhos) é também um dos pupilos do Ancião e ele pode ser simplesmente, no início, “colega de classe” de Strange. Em algum momento da história, claro, ele provavelmente sentirá ciúmes de Strange, tentará matar a Anciã e Strange vai impedir – ou quase – tomando o lugar dela como Mago Supremo. Contei demais? Bem, isso é a mais pura especulação baseada nos quadrinhos, obviamente.

Strange não acredita em chacras

doctorstrange19

Essa é a última imagem de Cumberbatch como Strange pré-treinamento, ainda completamente cético, com ele próprio tomando a narrativa.

O templo

doctorstrange20

doctorstrange21

Depois de sermos informados sobre o mês do lançamento – novembro – temos a primeira visão do interior do templo em que a Anciã vive. É o mesmo que vimos na tomada geral mais acima? Não está claro, mas, na verdade, pouco importa. O design de produção, aqui, parece tomar cuidado em dar idade ao local, carregando nos elementos místicos e acerta no tom. Agora reparem no círculo dourado. Conseguem ver um quadrado no centro? Só eu que imaginei que pode ser o Cubo Cósmico ou tesseract? Afinal, há rumores que dizem que é muito possível que o Olho de Agamotto, que não aparece no teaser, mas que é o artefato místico mais poderoso do Doutor Estranho, é uma das Joias do Infinito. Assim, seria natural que o tesseract fosse referenciado. Ou pode não ser nada, claro…

One-Punch Woman

doctorstrange23

doctorstrange24

doctorstrange25

E, nessa sequência, atacado pela One-Punch Woman, Stephen Strange morre. Podem cancelar o filme…

Brincadeira infame, claro. O visual limpo da Anciã, que lhe dá uma aparência de tranquilidade e harmonia, é logo contrastada com a potência do soco desferido em Strange – que provavelmente estava merecendo – e o que acontece em seguida é singular. Afinal, o Doutor Estranho dos quadrinhos é conhecido por locomover-se entre planos de realidade em sua forma astral e era óbvio que isso aconteceria no filme. O que não era óbvio é que sua projeção astral seria arrancada dele na base do “soco”. Sem dúvida alguma, a melhor tomada do teaser.

Abra sua mente, mude sua realidade

doctorstrange29

doctorstrange30

doctorstrange33

A psicodelia visual é outro elemento clássico dos quadrinhos do Doutor Estranho. E essa é primeira que vemos algo próximo ao que Ditko criou chegar nas telas, ainda que essa sequência não seja tão “maluca” quanto ela poderia ser. Tomara que estejam guardando essas imagens para o filme e não as mostrem em futuros trailers! De toda forma, mais importante do que a realidade sendo “torcida” é quem a está torcendo. Se não repararam, esse é Mad Mikkelsen, ator dinamarquês que caiu no gosto de Hollywood e que foi escalado pela Disney também para Rogue One, apesar de ele não ter aparecido no respectivo teaser. Aqui, ele até que aparece bastante e fica a pergunta: que personagem ele vive? Bem, para começar ele mais do que obviamente é o grande vilão do filme, talvez mais importante que o próprio Barão Mordo. Considerando a mitologia do Doutor Estranho nos quadrinhos, há duas possibilidades: (1) Pesadelo ou (2) Dormammu.

Dormammu é um demônio de cabeça fumegante com estreita ligação com o Barão Mordo e um dos mais clássicos vilões do Doutor Estranho, criado em 1964 por Steve Ditko e Stan Lee. Duvidamos que o filme já gastará esse cartucho logo de cara, mas não podemos descartar a hipótese.

Pesadelo, por outro lado, é um vilão mais palpável e fácil de ser transposto para as telonas. Criado pela mesma dupla acima em 1963 e também como vilão do Doutor Estranho, sua aparência é mais humanoide, apesar de ser um demônio, e seus poderes são bastante vastos, mas relacionados com o subconsciente e estado de sonho, algo que combina com o poder de fazer projeções astrais do Doutor Estranho. Façam suas apostas!

Barão Mordo novamente!

doctorstrange34

E, finalmente, vemos o rosto de Elijofor como Barão Mordo. Vilão? Bonzinho? Os dois? Aguardem as cenas dos próximos capítulos…

Christopher Nolan feelings…

doctorstrange35

doctorstrange36

E, claro, Christopher Nolan mostra que faz escola! Enquanto em A Origem a “dobra” de uma cidade era mostrada como a maleabilidade do estado de sonho, em Doutor Estranho o mesmo efeito é usado para possivelmente representar as mais variadas realidades. Pode ser que estejamos vendo, pela primeira vez, o multiverso Marvel.

Ensine-me!

doctorstrange37

Provavelmente depois de ser socado e catapultado entre realidades, o cético Stephen Strange é finalmente convertido em pupilo da Anciã. O arrogante personagem ganha sua proverbial lição de humildade.

E o título aparece

doctorstrange38

Nada de novo aqui, mas apenas uma constatação: se algumas décadas atrás nos dissessem que um dia o Doutor Estranho seria transposto para as telonas, riríamos da cara de quem falasse isso… E olha só o resultado…

Cena “pós-créditos”

doctorstrange39

E, no finalzinho de um teaser quase que 100% focado na origem do Doutor Estranho, vemos o herói já com seu uniforme subindo as escadas para seu Sanctum Santorum, com a Janela dos Mundos ao fundo, janela essa que é recortada pelo Selo de Vishanti, cuja função é proteger a nova moradia de Estranho – uma casa em Greenwich Village em Nova York – de forças místicas exteriores.

Ausências 

Como dissemos, o teaser estabelece a origem de Strange para colocar os não-iniciados em quadrinhos em pé de igualdade com os iniciados. E nisso ele é bem sucedido. Mas há ausências muito claramente sentidas por quem conhece o personagem, ausências essas que, infelizmente, não permanecerão assim até a estreia, já que, muito provavelmente, uns 38 trailers serão lançados até novembro, além de anúncios de TV e imagens (vazadas ou não).

De toda forma, fizemos uma lista do que não está no teaser mas que certamente veremos no filme:

1. Wong – O assistente de Estranho depois que ele se torna o Mago Supremo e que será vivido por Benedict Wong (claro!);

2. Nicodemus West – Nos quadrinhos, ele é o cirurgião que opera as mãos de Stephen Strange, mas não consegue recuperar seus tendões. Ele acaba sendo parcialmente treinado nas artes místicas pelo Ancião. No filme, ele será vivido por Michael Stuhlbarg;

3. Olho de Agamatto – Trata-se do artefato místico mais característico do Doutor Estranho e que ele usa como amuleto protetor ao redor do pescoço. Apesar de não aparecer no teaser, ele já foi visto nas fotos de Cumberbatch vestido de Doutor Estranho que circularam pela internet.

######

Bem galera, é isso aí! Acharam mais alguma coisa? Têm comentários a acrescentar, reparações a fazer? Comentem aí embaixo e vamos conversar!

RITTER FAN & GUILHERME CORAL . . . Primeiro híbrido-crítico do Plano Crítico, Ri&Gui é a junção de duas mentes insanas, perturbadas e ousadas prontas para dominar o mundo. Surgidas diretamente das séries da CW, essas mentes pretendem espalhar, além da dominação, o amor e o nonsense pela Galáxia. Contemplem, ó, mortais, uma nova categoria de crítico!