Entenda Melhor | Han Solo: Uma História Star Wars – O Primeiro Teaser em Detalhes

plano critico SOLO-STAR-WARS-CHEWBACCA

*A coleta e tratamento de imagens – todas de propriedade da Lucasfilm, claro – ficaram por conta do nosso Gabriel Carvalho, a quem agradeço!

A conturbada produção de Han Solo: Uma História Star Wars que teve que conviver com a demissão dos diretores com as filmagens quase prontas, a contratação de Ron Howard e um aparentemente extenso trabalho de refilmagem fez com que muitos duvidassem que o filme conseguisse até mesmo chegar às telonas no prazo. No entanto, é bom lembrar que Rogue One passou por problemas muito parecidos e resultou talvez no melhor filme dessa safra nova de obras da franquia intergalática mais querida do mundo. Também em razão do troca-troca, o material de divulgação do filme tem sido escasso, mas, finalmente, faltando menos de quatro meses para seu lançamento, o primeiro trailer foi lançado e ele começa a nos dar uma nova esperança (sim, com trocadilho) sobre o futuro desse spin-off que conta a “origem” do contrabandista mais simpático do universo Star Wars.

Como é de praxe, preparamos uma breve análise do teaser de um minuto e meio, mas, antes, que tal conferi-lo novamente?

Agora vamos lá:

Podracing

Os primeiros segundos do trailer cumpre duas funções muito bem. A primeira delas é estabelecer que sim, estamos mesmo dentro do Universo Star Wars que conhecemos. A outra é justamente a antítese disso – ou quase – que é mostrar que, apesar de estarmos nesse universo, o filme tem sua própria personalidade ou “rosto”. Ao mesmo tempo em que vemos arquitetura, figurino e veículos familiares, eles são apenas em princípio familiares, carregando consigo o que pode ser chamado de característica própria do spin-off. E esses aspectos permeiam todo o trailer que é rico em nos dar conforto de que conhecemos esse lugar sem efetivamente conhecê-lo, mais ou menos na linha do que foi feito com Rogue One. E, claro, ainda que brevemente, temos os primeiros relances de Alden Ehrenreich como um jovem Han Solo e Emilia Clarke como Daene…, digo, Qi’ra.

No entanto, talvez seja ainda mais interessante notar que o que o trailer mostra – a começar dessa corrida de pod desse comecinho – é o resgate de alguns elementos que já foram canônicos em relação a Han Solo nos livros e quadrinhos. O podracing – ainda que o que vemos não seja exatamente podracing – foi canônico, assim como sua tentativa de recrutamento na Academia Imperial, de onde ele foi expulso segundo a narração deixa claro, o que mostra que, lentamente, algumas linhas narrativas do que hoje é conhecido como Legends, vão voltando ao cânone.

Sobre a localização dessas cenas, fiquei me indagando se esse aí é Corellia, o planeta natal de Han Solo ou algum outro planeta qualquer na galáxia. Fica a torcida por Corellia, claro!

Na segunda imagem vocês conseguem ver, no centro, os famosos dados de Han Solo?

Planeta gelado

Em seguida, vemos uma bela panorâmica do que parece ser um planeta gelado ou a pate gelada de um planeta pelo menos. Seria também Corellia? E esse aí fantasiado de Chewbacca? Solo ou Lando? Afinal, Lando, mais para a frente, aparece com um casacão muito parecido com esse aí.

Millenium Falcon na concessionária

Olhem só o interior limpinho e cheirosinho da Millenium Falcon! Finalmente veremos a icônica nave antes de se tornar a sucata mais rápida da galáxia, sendo certo que o momento que mais queremos ver em todo filme é quando Han Solo ganha essa belezinha de Lando Calrissian em um jogo de sabacc, provavelmente com os mesmos dados que são tão proeminentemente usados em Os Últimos Jedi. A segunda imagem mostra uma imagem externa da nave, com Solo ainda em seu casaco de Chewie olhando-a provavelmente languidamente antes de ganhá-la. Na narração, ouvimos Solo dizer “Eu vou ser piloto. O melhor da galáxia”.

Team Tobias Beckett

Em um planeta desértico banhado por um belo oceano (mas em sequência vemos os dois e mais Chewbacca em um planeta gelado, portanto, não dá para saber onde realmente acontece), vemos Han Solo sendo recrutado por ninguém menos do que Woody Harrelson vivendo Tobias Beckett, o personagem que provavelmente tem o nome mais mundano de todo o universo Star Wars. A figura de mentor é estabelecida e, se Solo tiver aprendido a ser contrabandista com Harrelson, então ele realmente está em boas mãos! Aliás, a figura de Beckett parece ter sido inspirada em mais um elemento que já foi canônico em relação a Han Solo: Garris Shrike, o homem que o criou.

Mas Beckett fala em uma equipe e, em sucessão, vemos Qi’Ra e seu droid, Lando (Donald Glover), uma mulher que pode ou não ser Sana Starros (confesso que não tenho certeza se é a Thandie Newton, cuja escalação chegou a ser mencionada por aí) e uma alienígena que, pelo menos para mim, parece-se demais com a versão jovem de Maz Kanata (não acham?). Em seguida, no planeta gelado, vemos novamente Beckett e Chewie e a cena dá a entender que o Wookiee já fazia parte da equipe também, se é que essa é realmente a formação da equipe.

Sobre Qi’Ra, quase nada é dito sobre ela e seu nome não vem de nenhum personagem que tenha sido ou que seja canônico em SW. Quem ela é, portanto, será parte do processo de descoberta ao longo do filme. No caso de Lando, se pode existir alguma dúvida sobre a adequação de Ehrenreich no papel que foi de Harrison Ford, não vejo com alguém duvidar da exatidão da escalação de Glover para viver a versão mais nova do Lando Calrissian de Billy Dee Williams. Simplesmente perfeito, não? No caso da terceira personagem, vocês repararam que mencionei Sana Starros mais acima. Nos quadrinhos atuais – portanto, canônicos – Sana foi (mais ou menos) a esposa de Han Solo e pode ser que os dois se conheçam aqui. Ou pode não ter relação alguma. Veremos. Sobre o quarto membro da equipe, se não for Kanata, não faço ideia de quem poderia ser.

Hiperespaço

Não existe filme com Han Solo sem uma viagem pelo hiperespaço a partir do cockpit da Millenium Falcon, mesmo que seja com ela pilotada por outra pessoa, como é o caso aqui, já que Solo não usaria uma camisa amarela de manga comprida.

Festão

Em seguida, ao som do que arrisca ser um número musical, vemos Qi’Ra aparentemente infiltrada em uma festa sofisticada com direito a convidadas Twi-Leks ali do lado direito e uma jarra com bicho nojento no estilo Jabba the Hut, personagem, aliás, ainda não confirmado no filme. Na narração, ouvimos Qi’Ra dizer que talvez ela seja a única pessoa que saiba quem Han Solo é exatamente. Pode ser uma frase com implicações mais profundas ou completamente inconsequente, do tipo que pode ser completada com “um aproveitador”, “um egoísta” ou qualquer coisa do gênero, provavelmente um adjetivo pejorativo, em se tratando de Han Solo…

Era uma vez em uma galáxia muito, muito distante….

Em um momento Sergio Leone, a câmera foca em provavelmente Han Solo se preparando para sacar seu blaster e, esperamos todos, ATIRAR PRIMEIRO. E a cena seve de introdução para mais um inimigo mascarado de Solo que, também esperamos, não vai morrer tropeçando em um mouse droid ou algo do gênero. O sujeito ameaçador pelo que dizem, é Moloch e ele é vivido por um dublê, ou seja, devemos esperar pancadaria entre ele e Solo.

Um bom Solo?

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

Intercalado com sequências de combates aéreos em um planeta, vemos o encerramento da interação entre Solo e Qi’Ra nesses dois frames. Eu os coloquei aqui, pois é, provavelmente, o único momento do trailer em que podemos ver Ehrenreich efetivamente atuando, já que todas as demais sequências focam muito mais no que está ao redor do seu personagem do que nele. E fica a pergunta que é difícil de responder: será que a escalação foi sábia? Claro que Ford não poderia voltar ao seu papel e não adianta ficar chorando pelos cantos por isso. Mas Ehrenreich é um ator razoavelmente desconhecido que nunca efetivamente se provou. Ele tem sua chance agora e a esperança é que ele acerte o tom de Han Solo sem tentar imitar Harrison Ford. De minha parte, acho que qualquer julgamento efetivo só é mesmo possível com o filme, mas diria que ele parece conseguir emprestar um estilo muito próprio a esse Solo em começo de carreira. Tomara que Ron Howard, conhecido por trabalhar bem com seu elenco, tenha conseguido extrair o melhor do ator.

O Império

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

Claro que ainda é muito cedo para dizer, mas parece que o Império não será um elemento importante no filme, no sentido da entidade atuar em oposição a Han Solo. Claro, é obrigatório que o Império esteja sempre no pano de fundo, por vezes em primeiro plano, como nessa sequência que começa com um Destroyer saindo das nuvens em uma bela tomada e novos Tie Fighters –  claro, senão como vender mais brinquedos? – perseguindo a Millenium Falcon, mas a impressão que fica é que a narrativa do filme passa ao largo desse elemento.

Arrogância em pessoa

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

plano critico SOLO han solo movie filme entenda melhor plano critico

Encerrando o trailer, vemos Han Solo, agora no comando da Falcon, combatendo – ou só batendo mesmo – os Tie Fighters no típico estilo do personagem, para desespero de Chewie, Qi’Ra e, claro, Lando, que deve ter acabado de perder sua nave para Solo. E que raios de monstro espacial é aquele, hein?

Outros comentários e pensamentos:

  • A trilha sonora pareceu-me muito interessante se for a final que ficou ao encargo de John Powell. Ela parece ter uma ótima batida eletrônica e o rearranjo do tema clássico da série – que é usada quando o logotipo do filme aparece – está ótimo. Será que teremos a primeira trilha verdadeiramente memorável desses filmes novos?
  • Chewbacca será novamente vivido por Joonas Suotamo, que viveu o personagem em O Despertar da Força e Os Últimos Jedi.
  • Será que Jabba e Boba Fett aparecerão?
  • Paul Bettany está no elenco, mas não deu as caras no trailer. Quem será que ele vive?
  • Warwick Davis também está no elenco, mas seu papel também não foi revelado ainda.

XXXXXXXXXXX

Viram mais alguma coisa? Erramos algo? Mandem seus comentários!

RITTER FAN. . . . Aprendi a fazer cara feia com Marion Cobretti, a dar cano nas pessoas com John Matrix e me apaixonei por Stephanie Zinone, ainda que Emmeline Lestrange e Lisa tenham sido fortes concorrentes. Comecei a lutar inspirado em Daniel-San e a pilotar aviões de cabeça para baixo com Maverick. Vim pelado do futuro para matar Sarah Connor, alimento Gizmo religiosamente antes da meia-noite e volta e meia tenho que ir ao Bairro Proibido para livrá-lo de demônios. Sou ex-tira, ex-blade-runner, ex-assassino, mas, às vezes, volto às minhas antigas atividades, mando um "yippe ki-yay m@th&rf%ck&r" e pego a Ferrari do pai do Cameron ou o V8 Interceptor do louco do Max para dar uma volta por Ridgemont High com Jessica Rabbit.