Entenda Melhor | Pantera Negra: O Teaser Trailer em Detalhes

Depois de ser apresentado em Capitão América: Guerra Civil, T’Challa, o Pantera Negra, ganhará seu filme solo que estreará dia 15 de fevereiro de 2018 no Brasil. Dirigido por Ryan Coogler e estrelando Chadwick Boseman no papel-título, o filme será o 18º do cada vez mais amplo Universo Cinematográfico Marvel, sucedendo Thor: Ragnarok e antecedendo Vingadores: Guerra Infinita.

Em termos de “spoilerômetro”, para um teaser até que vemos ainda pouca coisa em termos de história, havendo um foco muito grande no misterioso país africano de Wakanda. Como costumamos fazer (basta conferir aqui a lista completa de nossos Entenda Melhor sobre trailers), analisamos o teaser quadro-a-quadro e trouxemos nossos comentários para debater com nossos leitores.

Mas vamos antes conferir o teaser de quase dois minutos novamente?

Agora sim! Vamos lá para a análise!

pantera-negra-plano-critico-trailer02

pantera-negra-plano-critico-trailer03

pantera-negra-plano-critico-trailer04

Em um reencontro digno da Terra-Média, Bilbo e Gollum ficam mais uma vez frente a frente! Mas, falando sério, é interessante o que o teaser faz aqui. No lugar de trazer personagens completamente desconhecidos ou, ao contrário, muito conhecidos, escolheu-se começar por personagens intermediários, que não fizeram muito mais do que pontas em Vingadores: Era de Ultron e Capitão América: Guerra Civil.

Assim, vemos Andy Serkis novamente como Ulysses Klaue, vilão que forneceu o vibranium de Wakanda a Ultron e Martin Freeman mais uma vez como Everett K. Ross, um agente da CIA que trabalha com Thaddeus Ross no controle e registro dos super-heróis em Guerra Civil. O importante a se notar, nesse interrogatório, é que Klaue está sem seu braço, o que não só determina que esse momento é posterior aos eventos de Era de Ultron, já que é lá que Ultron corta seu braço e também de Guerra Civil, considerando a presença de Ross. A ausência do braço prenuncia a possível transformação do personagem em seu alter-ego super-vilanesco Garra Sônica, o que não necessariamente acontecerá durante o filme.

Mais uma vez, a Marvel tenta ser o mais fiel possível à origem de seus personagens em seus filmes. Ainda que já tenhamos sido apresentado a T’Challa como Pantera Negra em Guerra Civil, ele somente se tornará rei ao voltar a Wakanda, depois da morte de seu pai T’Chaka (John Kani) no ataque terrorista que vimos no começo do terceiro filme do Capitão América. A morte de T’Chaka, a provação de T’Challa como rei e a presença de Ulysses Klaue espelham com muita exatidão a primeira aparição – e de certa forma origem – do Pantera Negra em Quarteto Fantástico #52, 53 e 56, lá no longínquo ano de 1966.

A sequência em si funciona como a introdução do reino de Wakanda ao UCM, em que Klaue revela a Ross que o país parece subdesenvolvido, mas que, na verdade, é altamente tecnológico, a Eldorado da lenda.

pantera-negra-plano-critico-trailer05

pantera-negra-plano-critico-trailer06

pantera-negra-plano-critico-trailer07

pantera-negra-plano-critico-trailer08

pantera-negra-plano-critico-trailer09

E, de fato, vemos um pouco da majestade natural e tecnológica de Wakanda nessas sequências que parecem ter relação com a cerimônia de coroação de T’Challa como rei depois da morte de seu pai, em um local chamado de Warrior Falls, que significa Cataratas do Guerreiro, mas que dobra metaforicamente como “Queda de Guerreiro” ou “Guerreiro Cai”.

pantera-negra-plano-critico-trailer10

pantera-negra-plano-critico-trailer11

pantera-negra-plano-critico-trailer12

pantera-negra-plano-critico-trailer13

pantera-negra-plano-critico-trailer14

pantera-negra-plano-critico-trailer15

pantera-negra-plano-critico-trailer16

pantera-negra-plano-critico-trailer17

Nesta ótima sequência de ação, que começa com Klaue dizendo que foi o único que viu a verdadeira Wakanda e saiu vivo para contar a história, temos a impressão que ela se passa em um flashback que contaria como Klaue achou o vibranium que posteriormente forneceu a Ultron. Como T’Challa aparentemente já usava a vestimenta cerimonial do Pantera Negra antes de seu pai falecer (afinal, como ele a tinha em Guerra Civil, não é mesmo?), é possível deduzir que ele já era o defensor de Wakanda contra olhos curiosos e gananciosos de gente vindo de fora. O grupo atacado parece ser formado de mercenários contratados por Klaue.

pantera-negra-plano-critico-trailer18

pantera-negra-plano-critico-trailer19

pantera-negra-plano-critico-trailer20

Apesar de T’Challa estar ali atrás do vidro dupla-face, esse lugar aí do interrogatório não parece tecnológico o suficiente para ser Wakanda. É, possivelmente, uma instalação da CIA mesmo ou da divisão anti-terrorismo que Ross comanda. É possível até que essa sequência se passe antes de Guerra Civil, logo após Era de Ultron, com T’Challa investigando, com a ajuda da CIA, o comércio ilegal de vibranium, metal que só existe em Wakanda e que é matéria prima do escudo do Capitão América, além do uniforme do Pantera Negra.

O mais  importante dessa sequência é ver a primeira aparição de Danai Gurira, a Michonne de The Walking Dead, como Okoye, membro da guarda pessoal real do Pantera Negra, a Dora Milaje, formada apenas de mulheres chutadoras de bundas. Mais membros da guarda aparecem no trailer, conforme vocês verão mais abaixo!

pantera-negra-plano-critico-trailer21

Quase que uma continuação daquela tomada tímida ao final de Guerra Civil, vemos Birnin Zana, a capital de Wakanda em uma perspectiva aérea de se tirar o chapéu. Temos a clara percepção do grau de tecnologia do lugar, assim como sua características de um lugar cercado e escondido por uma enorme cadeia de montanhas. O visual parece ter sido tirado diretamente dos arcos das histórias recentes do herói escritos por Ta-Nehisi Coates. E essa nave aí é a Royal Talon Fighter, nave pessoal do Pantera Negra.

Ah, não poderia deixar de salientar que, aqui, começamos a ouvir, ao fundo, “Legend Has It” do Run the Jewels, que, em seguida, toma o teaser completamente. Em seguida, uma narração do rei T’Chaka (John Kani) começa: “Você é um bom homem, com um bom coração. É difícil para um homem bom ser rei.”

pantera-negra-plano-critico-trailer22

Quase irreconhecível, trata-se de Forest Whitaker como Zuri, guerreiro de Wakanda aliado de T’Chaka, pai de T’Challa. Pelo manto roxo, parece ser Zuri quem aparece segurando uma lança na imagem mais acima que parece ser a de coroação de T’Challa. Além disso, essa sequência mostra a preparação da erva em forma de coração que tem poderes místicos e é o que dá as habilidades sobre-humanas de T’Challa (pelo menos nos quadrinhos, já que não fica claro como esse assunto será abordado no filme).

pantera-negra-plano-critico-trailer24

pantera-negra-plano-critico-trailer25

pantera-negra-plano-critico-trailer26

Esse sujeito simpático e chifrudo aí é Erik Killmonger, vivido por Michael B. Jordan. Ele e Klaue parecem que se conhecem ou, pelo menos, Killmonger quer algo que Klaue tem, certamente para destruir T’Challa. Killmonger é um dos primeiros vilões do Pantera Negra nos quadrinhos, tendo surgido no arco Rage publicado entre as edições #6 e #8 da revista Jungle Action, entre setembro e novembro de 1973.

pantera-negra-plano-critico-trailer28

pantera-negra-plano-critico-trailer29

Aqui, vemos Lupita Nyong’o como Nakia, mais uma componente do Dora Milaje. Nos quadrinhos, Nakia tem uma história conturbada com T’Challa por ter se apaixonado por ele e rejeitada por seu rei, aproximando-se, no processo, de Killmonger. É possível que vejamos algo semelhante no filme. Ela também tem super-poderes nos quadrinhos, mas não acredito que terá no filme.

pantera-negra-plano-critico-trailer30

pantera-negra-plano-critico-trailer31

Michonne, digo Okoye em ação com a arma típica do Dora Milaj. Fica evidente que não sobrará ninguém inteiro nesse cassino, não é mesmo?

pantera-negra-plano-critico-trailer32

pantera-negra-plano-critico-trailer33

T’Challa parece ter ganhado algum combate aqui, nessa pose tirando onda. E, no primeiro quadro, podemos ver à esquerda toda a guarda Dora Milaje, em figurinos vermelhos.

pantera-negra-plano-critico-trailer34

Em que momento do filme isso acontece? Faço a pergunta, pois Klaue parece ter seu braço novamente. Será que veremos então Garra Sônica ainda nesse filme mesmo, já que ele implanta uma arma sônica vibranium em seu braço cortado, ou isso se passa em um flashback antes ainda de Era de Ultron? A sequência em si parece se passar em um museu com peças cerimoniais de Wakanda.

pantera-negra-plano-critico-trailer35

pantera-negra-plano-critico-trailer36

Só um aviso: os reis de Wakanda parecem ser mais facilmente mortos quando estão fazendo discursos na ONU…

pantera-negra-plano-critico-trailer37

Aqui, vemos Eric Killmonger sem a máscara e podemos ver o rosto de Michael B. Jordan. Mas ele parece estar preso em Wakanda e vigiado por W’Kabi, vivido por Daniel Kaluuya. Será também no passado, já que, nos quadrinhos, seu pai comete crimes contra a nação e eles são todos exilados de lá, o que gera a raiva incontida em Eric e sua sede de vingança?

pantera-negra-plano-critico-trailer40

Olha uma tomada bem de perto da guarda Dora Milaje. Quem tem uma guarda dessas, não precisa de Pantera Negra… Falando em pantera, repararam ao fundo à esquerda a escultura do felino?

pantera-negra-plano-critico-trailer41

Aqui, vemos a sala do trono em uma tomada invertida em relação ao que vimos no primeiro pôster do filme, com T’Challa sentado em seu trono.

pantera-negra-plano-critico-trailer43

Aqui, em primeiro plano, vemos Angela Bassett como Ramonda, segunda esposa do rei T’Chaka e madrasta de T’Challa. Ela é a mãe de Shuri, que será vivida, no filme, por Letitia Wright (mais sobre isso em breve) e que é vista aqui no fundo junto com Nakia.

pantera-negra-plano-critico-trailer45

Um pouco mais de Michael B. Jordan. E reparem que ele está usando o colar cerimonial do Pantera Negra aqui. Será que ele também usará as ervas que dão poder ao Pantera?

pantera-negra-plano-critico-trailer46

pantera-negra-plano-critico-trailer47

Aqui, vemos o Dora Milaje em ação novamente, evitando o que parece ser um golpe de estado movido a partir de tribos rivais de Wakanda. Quem aparece nos destaques é Florence Kasumba, que repete sua ponta como Ayo, vista em Guerra Civil.

pantera-negra-plano-critico-trailer49

E, aqui, um close-up de Shuri, filha de Ramonda, meia-irmã de T’Challa e brilhante cientista. Reparem nas luvas-pantera que ela usa e que provavelmente foi ela mesma quem criou, algo que de certa forma referencia o fato de que, nos quadrinhos, ela chega a vestir o manto de Pantera Negra por algum tempo.

pantera-negra-plano-critico-trailer51

Ulysses Klaue e Eric Killmonger não são os únicos vilões. Esse aí do centro da imagem é M’Baku, o Homem Gorila, vivido por Winston Duke. Originalmente um vilão dos Vingadores, que surgiu na edição #62 de março de 1969 do grupo, ele foi constantemente retratado como arqui-inimigo de T’Challa, tentando por várias vezes promover golpes de estados em Wakanda. Ele é outro personagem que remonta à primeira história do Pantera Negra, em Quarteto Fantástico, o que só deixa mais evidente ainda a vontade da Marvel em respeitar seu legado dos quadrinhos.

pantera-negra-plano-critico-trailer52

pantera-negra-plano-critico-trailer53

pantera-negra-plano-critico-trailer54

E o money shot, que encerra o teaser, é esse aí com o Pantera Negra mostrando toda a sua agilidade em uma perseguição em uma auto-estrada (pelo que foi dito pela produção, na Coréia do Sul), que parece ser sua especialidade. Aliás, seria essa explosão arroxeada no primeiro quadro algo relacionado com a armadura de T’Challa ou já um raio sônico do Garra Sônica?

pantera-negra-plano-critico-trailer55

E, com o logo, o teaser realmente se encerra!

XXXXXXXXXXXXXXXXX

Viram mais alguma coisa? Erramos algo? Mandem seus comentários!

RITTER FAN & GUILHERME CORAL . . . Primeiro híbrido-crítico do Plano Crítico, Ri&Gui é a junção de duas mentes insanas, perturbadas e ousadas prontas para dominar o mundo. Surgidas diretamente das séries da CW, essas mentes pretendem espalhar, além da dominação, o amor e o nonsense pela Galáxia. Contemplem, ó, mortais, uma nova categoria de crítico!