Entenda Melhor | Star Trek: Sem Fronteiras – Referências e Easter-eggs

Obs: Obviamente, se não assistiu ao filme, é desaconselhável seguir em frente com a leitura deste artigo, já que ele está abarrotado de spoilers de Star Trek: Sem Fronteiras. Portanto, siga em frente apenas se já viu o filme ou se realmente não se importar com spoilers. Nós avisamos!

Como é costume aqui no site, não podemos ver um blockbuster que já salivamos para catar as referências e easter-eggs generosamente inseridos pela produção. E não poderia ser diferente com Star Trek: Sem Fronteiras que, apesar de ser o primeiro filme da chamada Linha Temporal Kelvin da série que cria mitologia nova, está abarrotado de referências aos dois filmes anteriores e à toda mitologia da série.

Há muita coisa interessante para se descobrir aos poucos sobre o filme. Assim, resolvemos montar uma espécie de compêndio contendo todas as referências que conseguimos achar. Claro que, como sempre, este é um trabalho em progresso e a contribuição dos leitores é mais do que apreciada.

Mas, antes, caso não tenham conferido, deem uma olhada em nossas críticas do filme, clicando nos links abaixo:

Crítica | Star Trek: Sem Fronteiras (Sem Spoilers)

Crítica | Star Trek: Sem Fronteiras (Com Spoilers)

E que tal o link para as críticas de TODOS os longas da série:

Star Trek – Filmes

Ou, melhor ainda, clique no link abaixo e acesse TODOS os nosso artigos sobre Easter-Eggs e Referências que preparamos carinhosamente:

Entenda Melhor: Easter-Eggs

E, agora, leiam, comentem e critiquem nosso apanhado de referências e easter-eggs de Star Trek: Sem Fronteiras. E são CINCO PÁGINAS. Não se esqueça de clicar em todas!

1. 966º dia de missão

st-entenda-1

Logo no começo, Kirk, em off, diz que aquele é o 966º dia de sua missão de cinco anos pelo espaço profundo. E o número é longe de ser aleatório, pois setembro (mês 09) de 1966, mais precisamente no dia 08, é a data em que The Man Trap, o primeiro episódio de Jornada nas Estrelas: A Série Original, foi ao ar nos EUA. Uma bela homenagem ao cinquentenário da criação de Gene Roddenberry, a primeira de muitas!

2. Missão de 5 anos

st-entenda-2

Apesar de este ser o terceiro filme da série, é o primeiro a mostrar uma aventura – ainda que inesperada – nos famosos cinco anos de exploração espacial da tripulação da Enterprise, algo que marcou a Série Original.

3. Camisa rasgada

st-entenda-3

Uma das mais constantes “brincadeiras” em Jornada nas Estrelas: A Série Original é a quantidade de vezes em que vemos o Capitão Kirk de camisa rasgada, mostrando seu então físico de galã canastrão. Até mesmo Galaxy Quest faz questão de fazer essa citação dentre as milhares durante o filme. E, no prelúdio de Sem Fronteiras, na hilária sequência em que Kirk tenta negociar paz com aqueles “enormemente pequenos” alienígenas, ele é atacado e tem sua camisa completamente destruída. Ele até menciona que sua camisa foi rasgada “de novo”.

4. 50 anos, 50 aliens

st-entenda-4

Eu contei! São 50 alienígenas novos mesmo em Sem Fronteiras!

Não, brincadeira… CLARO que não contei nada. Mas essa é informação oficial: a produção fez questão de introduzir 50 novas raça alienígenas no filme – a grande maioria é vista apenas de relance na base espacial Yorktown -, uma para cada ano do aniversário de 50 anos de Star Trek. Bacana, não?

5. Tudo muito episódico…

st-entenda-5

O bacana do roteiro de Sem Fronteiras é a quantidade de referências inseridas organicamente no texto. Esse aqui é um exemplo claro: Kirk diz a McCoy, ao começo do filme, quando demonstra dúvidas sobre continuar a ser capitão, que ele está se sentindo “episódico”. A referência é discretamente clara: a série original era composta, fundamentalmente, de episódios soltos, auto-contidos. Kirk episódico. Série episódica…

6. Três anos de missão e aposentadoria

st-entenda-6

Essa é outra demonstração da qualidade do roteiro. Kirk está no terceiro ano de sua missão de cinco e deseja aposentar-se da Enterprise e tornar-se vice-almirante. Perceberam a sacada? A Série Original acabou na terceira temporada, ou terceiro ano e, quando Kirk (William Shatner) reaparece em Jornada nas Estrelas: O Filme, ele havia se tornado um almirante, com trabalho burocrático, longe da Enterprise.

7. Beastie Boys

st-entenda-7

Um dos mais marcantes momentos em Sem Fronteiras é quando Sabotage, dos Beastie Boys, é usada para quebrar a coesão das “naves abelha” de Krall. Cortesia de Jaylah! E parece que os Beastie Boys serão mesmo adorados no futuro, pois em Star Trek, de 2009, na sequência em que Kirk ainda criança furta o Corvette Stingray conversível de seu padrasto, o que ouvimos é justamente a mesma música. Além disso, não esqueçamos que, em Além da Escuridão, Body Movin’, também dos Beastie Boys (conforme remix de Fat Boy Slim) é a música para o momento romântico de Kirk com duas “siamesas”…

8. Música clássica! Futurama?

Assim que Sabotage começa a tocar, Magro e Spock se referem a ela como “música clássica” em um esperto diálogo que pode ou não ter sido inspirado pela mesma “pegada” famosa na série animada Futurama, como se pode ver do clipe acima.

9. Um drinque com McCoy

st-entenda-8

Quando McCoy leva o uísque de Chekov para ele e Kirk beberem juntos, com um Kirk melancólico, a referência com A Ira de Khan é imediata e inevitável. Em ambas há o “contrabando” de uma bebida, é o aniversário de Kirk e Kirk está melancólico e pensativo. E, voltando no tempo mais algumas décadas, no episódio A Gaiola, que era para ter sido o (bem diferente) piloto de Jornada nas Estrelas: A Série Original, há cena também muito semelhante entre o Capitão Pike e o Dr. Boyce, personagens equivalente a Kirk e Magro nessa versão rejeitada e que só foi ao ar integralmente como curiosidade em 1988.

10. Calvície Kirkiana

st-entenda-9

Quando McCoy e Kirk estão conversando sobre a possível aposentadoria de Kir, McCoy diz que pelo menos o amigo não tem problemas de vista e tem uma cabeça cheia de cabelo. É fato notório que Shatner, já com a idade de Chris Pine, usava peruca na série em razão de sua calvície. Seria esse diálogo uma “sacaneada” de leve no mais famoso Capitão Kirk?

Atualização: conforme nossa leitora Renata Ventura bem nos lembrou, em A Ira de Khan, Magro presenteia Kirk com um par de óculos vintage, em clara referência à visão decadente do amigo. Esses óculos, depois, seriam vendidos por Kirk em A Volta para Casa.


Páginas: 1 2 3 4 5

RITTER FAN & GUILHERME CORAL . . . Primeiro híbrido-crítico do Plano Crítico, Ri&Gui é a junção de duas mentes insanas, perturbadas e ousadas prontas para dominar o mundo. Surgidas diretamente das séries da CW, essas mentes pretendem espalhar, além da dominação, o amor e o nonsense pela Galáxia. Contemplem, ó, mortais, uma nova categoria de crítico!