Entenda Melhor | Star Wars: O Despertar da Força – Referências e Easter-Eggs

Obs: Obviamente, há um Star Destroyer de spoilers abaixo. Portanto, siga em frente apenas se já viu o filme ou se não se importar com spoilers.

O Despertar da Força não esconde sua mais absoluta reverência ao material da Trilogia Original, sendo até mesmo quase uma refilmagem de Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança. Assim, a quantidade de referências à mitologia desse universo é assustadora e vasta. Além disso, J.J. Abrams é conhecido por adorar colocar gente de seu relacionamento em seus filmes e o Episódio VII é repleto de convidados especiais, alguns muitos famosos, outros nem tanto.

E, claro, há muita coisa interessante para se descobrir aos poucos sobre o filme. Assim, resolvemos montar uma espécie de compêndio contendo todas as referências que conseguimos achar e que também coletamos internet afora e que já foram confirmadas para sua diversão. Claro que, como sempre, este é um trabalho em progresso e a contribuição dos leitores é mais do que apreciada.

Mas, antes, caso não tenham conferido, deem uma olha em nossas duas críticas de O Despertar da Força, clicando nos links abaixo:

O Despertar da Força – SEM SPOILERS

O Despertar da Força – COM SPOILERS

E, agora, leiam, comentem e critiquem nosso apanhado de referências e easter-eggs de O Despertar da Força!

1. Referências diretas à Trilogia Original:

a) A “esfera laser” de treinamento que Luke no Episódio IV é achada e descartada por Finn na Millenium Falcon;

sphere_dejarik

Luke e a “esfera laser” em primeiro plano e R2, C-3PO e Chewie na mesa de Dejarik ao fundo.

b) Finn aciona o jogo de Dejarik holográfico (recriado integralmente em stop motion para O Despertar da Força, vale dizer) que R2-D2 joga com Chewbacca no Episódio IV (“Deixe o Wookie ganhar!”);

c) Na visão de Rey, depois que ela toca no sabre de luz de Luke no porão de Maz Kanata, ouvimos a respiração de Darth Vader, a voz de Yoda (“Its energy surrounds us and binds us.“), a voz de Obi-Wan Kenobi (os artistas sonoros do filme usaram uma fusão da voz de Alec Guiness – extraíram “Rey” de “afraid” – e de Ewan McGregor no resto da frase “Rey… these are your first steps.“) e o famoso “NOOOO” de Luke, quando Darth Vader revela que é seu pai no Episódio V. Também vemos o corredor da Cidade das Nuvens onde Luke enfrenta Vader no Episódio V;

d) Em Jakku, vemos um Star Destroyer imperial destruído (onde Rey aparece pela primeira vez e para onde ela volta depois pilotando a Millenium Falcon), um AT-AT caído (onde Rey mora) e uma X-Wing abatida;

rey_at_at_star_destroyer_jakku_star_wars

Em cima: Star Destroyer e X-Wing abatidas em Jakku. Embaixo: Rey, seu capacete de piloto de X-Wing e seu lar, um AT-AT caído (na imagem, vê-se as duas “patas”).

e) Rey tem um capacete de piloto de X-Wing e um boneco rudimentar de um piloto de X-Wing que ela provavelmente fez quando criança;

f) Os óculos de Rey são formados pelas lentes invertidas de um capacete de Stormtrooper da Trilogia Original;

rey_lentes

Garota esperta essa, não?

g) Nien Nunb, o co-piloto de Lando Calrissian na Millenium Falcon no ataque à Estrela da Morte II no Episódio VI reaparece envelhecido, com piloto da Resistência e vivido pela mesma dupla original de atores: Mike Quinn com a roupa e prótese e Kipsang Rotich emprestando sua voz ao personagem;

nien_numb_ackbar

Nien Nunb e o Almirante Ackbar como aparecem no Episódio VI.

h) O icônico Almirante Ackbar, responsável pela inesquecível frase “It’s a trap!” no Episódio VI, também volta em O Despertar da Força como um dos comandantes da Resistência. Assim como no caso de Nien Nunb, a dupla original de atores também volta: Tim Rose debaixo da prótese e Erik Bauersfeld emprestando sua voz ao personagem.

2. Pontas famosas (ou nem tanto):

Obs: Não consideramos Gwendoline Christie, que vive a Capitã Phasma, Lupita Nyong’o, que vive Maz Kanata, Simon Pegg, que vive Unkar Plutt (a criatura que troca as peças de Rey por comida), Andy Serkis, que vive o Líder Supremo Snoke e Max Von Sydow, que vive Lor San Tekka (o senhor que entrega o mapa para Luke Skywalker para Poe Dameron) como pontas para fins deste artigo.

a) Daniel Craig007 Contra Spectre estava sendo filmado no mesmo estúdio que O Despertar da Força e Craig tratou então de aparecer de algum jeito em Star Wars. Seu papel foi o do Stormtrooper que é controlado por Rey no Destroyer da Primeira Ordem. A voz foi modulada, mas o sotaque britânico está todinho lá.

daniel-craig-star-wars-pic

Muito carrancudo para um trooper?

b) Billie Lourd – Quem é? Oras, é a filha de Carrie Fisher, a Princesa Leia. Ela aparece em uma ponta creditada como Tenente Connix, na base da Resistência. E reparem que seu penteado lembra, ainda que de longe, o original de Leia.

billie_lourd_o_despertar_da_forca_plano_critico

Reparem o penteado!

c) Michael Giacchino – O fantástico compositor que escreveu a trilha sonora do reboot de Star Trek, também por J.J. Abrams, aparece como o Stormtrooper FN-3181. Quer saber exatamente qual Stormtrooper é esse? É o que leva Poe Dameron a Kylo Ren.

michael_giacchino_o_despertar_da_forca

Eu gostaria muito de ver uma trilha de Star Wars criada por ele!

d) Game of Thrones – Além de Gwendoline Christie e de Max Von Sydow, a série da HBO é representada em O Despertar da Força por:

game_of_thrones_o_despertar_da_forca

No sentido horário: Marillion, Nymeria, Jojen e Syrio.

d.1) Emun Elliott: Marillion em GoT é um membro da Resistência;

d.2) Jessica Henwick: Nymeria Sand em GoT é uma piloto de X-Wing;

d.3) Miltos Yerolemou: Syrio Forel em GoT é um dos clientes no bar de Maz Kanata; e

d.4) Thomas Brodie-Sangster: Jojen Reed em GoT é um oficial da Primeira Ordem (o que diz que o TIE Fighter pilotando por Poe Dameron está decolando sem autorização).

e) Warwick Davis: O ator que viveu o simpático Ewok Wicket no Episódio VI volta para o universo de Star Wars como um dos clientes de Maz Kanata. Ele é creditado como Wollivan.

warwick davis

Davis entre os Ewoks.

f) Ken Leung: Miles Straume, de Lost, aparece em O Despertar da Força como o Almirante Statura, da Resistência e pode ser visto quando os planos para a destruição da Estrela da Mor… digo, Base Starkiller estão sendo pensados (todos os três minutos que isso demora).

ken leung

A cara de incompreensão de Leung para Lost…

g) Judah Friedlander: O ator de 30 Rock e Wet Hot American Summer: First Day of Camp, aparece muito brevemente no bar/restaurante de Maz Kanata.

judah friedlander

Nem precisa de maquiagem!

h) Greg Gunberg: Ponta recorrente em trabalho de J.J. Abrams, Gunberg ganha uma ponta como Temmin Wexley, piloto de X-Wing da Resistência. Quem não gostaria dessa ponta, não é mesmo?

Temmin_Wexley

Ele ganhou para usar esse uniforme. Eu pagaria para usar esse uniforme!

i) Harriet Walker: A Lady Shackleton de Downton Abbey faz o papel da Dra. Kalonia em O Despertar da Força, que cuida do ferimento de Chewie.

harriet walker

De nobreza britânica à médica da Resistência.

j) Operação Invasão (The Raid): Yayan Ruhian e Iko Uwais, que vivem, respectivamente, Mad Dog e Rama no indonésio Operação Invasão, fazem parte da gangue Kanjuklub, uma das duas que tenta pegar Han Solo e Chewie.

the raid

Iko Uwais e Yayan Ruhian em Operação Invasão.

k) D.C. Barnes: Quem é? O ganhador do concurso Star Wars: Force for Change, cujo prêmio era justamente uma ponta no filme. Ele faz ele mesmo no bar de Maz Kanata;

l) Morgan Dameron: Aqui o easter-egg é duplo. Morgan Dameron é a assistente de J.J. Abrams e, como vocês devem ter percebido, ela serviu de inspiração para o nome de Poe Dameron, personagem vivido por Oscar Isaac. E, além disso, ela ainda aparece no filme como a Comodoro Meta, da Resistência. Trabalhar com Abrams é assim!

m) Pai de J.J. Abrams: O pai de Abrams, Gerry Abrams, é ponta constante em filmes do diretor, já tendo participado dos dois Star Trek. Agora, em O Despertar da Força, ele vive o Capitão Cypress, da Resistência.

n) Tio de Oscar Isaac: A família de Oscar Isaac é formada de fãs de longa data de Star Wars e, quando o tio de Isaac deu as caras no set de filmagem, Abrams brindou-o com uma ponta.

o) Nigel Godrich: Mais um Stormtrooper famoso. Dessa vez é Nigel Godrich, produtor e engenheiro musical famoso por ser o produtor da banda Radiohead. Ele vive o Stormtrooper FN-9330. Onde ele aparece? Não fazemos a menor a ideia.

nigelgodrich

Barbado demais para um Stormtrooper?

3. Ralph McQuarrie:

As artes conceituais originais de um dos gênios que tornou Star Wars realidade na década de 70 continuam servindo de inspiração até hoje para o Universo Star Wars. Vejam abaixo:

a) Símbolo dos Snowtroopers (reparem nas inscrições circuladas):

snowtrooper

b) Portão do palácio de Jabba. Como parte do complexo do palácio de Jabba para o Episódio VI, McQuarrie desenhou um portão ou arco que, agora, finalmente foi transposto para filme. Nós o vemos ao longe na tomada abaixo, mas também vemos Rey e Finn atravessá-lo correndo e, depois, a Millenium Falcon pilotada por Rey destruindo-o.

palace gate

c) Design do figurino de Rey. Em algum momento antes da produção do Episódio I começar, Luke Starkiller foi transformado em mulher e McQuarrie a desenhou assim. Agora, Abrams muito claramente mexendo no baú criativo do gênio, fez com que a roupa de Rey fosse substancialmente parecida com o design original:

rey design

Quase 40 anos depois, o design de McQuarrie vê a luz do dia!

d) R2-D2 esferoide. O primeiro design de McQuarrie do que viria a ser R2-D2 considerava que o pequeno droide se locomovia sobre uma esfera, conforme é possível ver no desenho abaixo. BB-8 vai um passo além e ele é uma esfera com uma cabeça flutuante.

bb8

Desenho original de R2-D2 por McQuarrie (repare que ele gira sobre uma esfera) e BB-8 em O Despertar da Força.

e) X-Wings com turbinas “partidas”.Os primeiros caças rebeldes X-Wing de McQuarrie tinha turbinas que se dividiam em duas quando a nave abria as asas, exatamente como são as turbinas do modelo T70 pilotado por Poe Dameron e os demais pilotos da resistência. Na Trilogia Original, cada uma das quatro asas das X-Wings tinha uma turbina inteira, que não se dividia.

x-wing

Em cima: X-Wing como primeiro imaginada por McQuarrie. Embaixo: X-Wing T70 de O Despertar da Força. Reparem nas turbinas bipartidas.

4. Base Starkiller:

starkiller

Base Starkiller no poster oficial de O Despertar da Força e Deak Starkiller na arte conceitual de Ralph McQuarrie.

Apesar do nome ser muito apropriado – Assassino de Estrela – a Base Starkiller tem seu nome retirado, na verdade, do sobrenome original da família Skywalker em um dos primeiros roteiros escritos por George Lucas que tinha o título The Adventures of the Starkiller, Saga I: The Star Wars. Havia quatro Starkiller nesse roteiro, o principal deles apenas conhecido como The Starkiller (Deak Starkiller) que tinha um irmão chamado Luke. Um pouco desse roteiro pode ser visto na adaptação em quadrinhos A Guerra nas Estrelas, da Dark Horse Comics, publicada pela Panini aqui no Brasil e cuja crítica você pode ler aqui. O nome Starkiller, depois, foi usado algumas vezes no Universo Expandido para identificar até mesmo um Sith.

5. Bandeira mandaloriana e “símbolo do trigo” do clã de Boba Fett:

boba fett

Em cima: as duas bandeiras circuladas. Embaixo: o “símbolo do trigo” na placa peitoral direita e a caveira mandaloriana na ombreira esquerda de Fett.

Quase impossível ver durante o filme, mas, dentre as centenas de bandeiras que aparecem naquele templo transformado em bar e restaurante de Maz Kanata, há o símbolo dos mandalorianos (Caveira do Mythossauro) e o “símbolo do trigo”, ambos constantes da icônica armadura de Boba Fett.

6. Bandeira da 501ª Legião:

501st legion flag

Quero ver alguém achar esse símbolo lá no filme…

Outra bandeira que aparece é a da 501ª Legião, ou Vader’s Fist, que é a famosa organização de fãs de Star Wars fundada por Albin Johnson e que se encontra espalhada por 60 países.

7. Origem do nome da Capitã Phasma:

phasma

Cara de um, focinho de outro…

J.J. Abrams é um fã declarado do clássico de terror setentista Fantasma (Phantasm), dirigido por Don Coscarelli. No filme, um homem sinistro controla uma bola metálica prateada de onde sai uma ponta que é usada para ser enfiada na testa de vítimas que, ato contínuo, têm seu sangue retirado. Quando Abrams viu o design da armadura da personagem que seria a Capitã Phasma ele o relacionou à esfera mortal e batizou a personagem de Phasma, uma corruptela de Phantasm. Phasma não é tão sinistra quanto a esfera em O Despertar da Força, mas tem o potencial para ser. Portanto…

8. Batmóvel:

O Tumbler, Batmóvel da trilogia de Batman de Christopher Nolan, dá as caras em O Despertar da Força. Mas calma, pois é praticamente impossível ver no cinema. Seu design foi incorporado à Millenium Falcon, fruto de uma brincadeira camarada entre Zack Snyder e J.J. Abrams. Duvida? Então assista ao vídeo acima da Bad Robot, produtora de Abrams!

9. R2-KT:

r2kt

A pequena Katie e seu droide rosa.

Katie Johnson, filha de Albin Johnson, fundador da 501ª Legião, organização mundial de fãs de Star Wars, foi diagnosticada com câncer no cérebro em 2004, infelizmente vindo a falecer em 2005. Antes de ela morrer, seu pai encomendou um droide astromech especialmente para ela, que ela recebeu de outro fã algum tempo antes. Mas a coisa não parou por aí, pois o droide rosa – basicamente uma versão rosa de R2-D2 – foi transformado em figura de ação em versão limitada como o nome R2-KT e, depois, incorporado no cânone de Star Wars na série Clone Wars com a sigla QT-KT, da Jedi Aayla Secura. E, agora, a versão da figura de ação, R2-KT, ganha espaço em O Despertar da Força.

10. Ravina Kelvin (Kelvin Ridge):

uss kelvin

Kelvin… Kelvin everywhere!

J.J. Abrams tem o costume de ter seu pai como extra em seus filmes, como visto acima, mas ele também gosta de homenagear o falecido avô, Harry Kelvin. Isso pode ser visto em praticamente todos os seus filmes. Afinal, a U.S.S. Kelvin é a nave onde George Kirk, pai de James T. Kirk, vivido por Chris Hemsworth, é Primeiro Oficial no começo do reboot de Star Trek, pelas mãos de Abrams. Assim, não poderia ser diferente aqui, com seu nome – Kelvin – sendo usado para batizar a ravina (ridge) onde fica o vilarejo atacado logo no começo de O Despertar da Força. Rey menciona o local expressamente para BB-8, sugerindo que ele fique longe de lá.

11. FN –  2187

2187

Esperando o papai…

Finn, antes de ser Finn, é o Stormtrooper FN-2187. O número não lhe diz nada? Pois deveria, já que é o número da cela onde Darth Vader coloca a Princesa Leia no Episódio IV. Mas a história desse número é bem mais antiga ainda que o Episódio IV, pois 21-87 é o nome de um curta-metragem dirigido por Arthur Lipsett, em 1964, que inspiraria George Lucas a fazer seu THX-1138 (aliás, o bloco prisional onde está a cela 2187 é 1138). Bacana, não?

#######

É isso! Sabem de outras referências ou easter-eggs? Mandem para cá que acrescentaremos na lista!

RITTER FAN. . . . Aprendi a fazer cara feia com Marion Cobretti, a dar cano nas pessoas com John Matrix e me apaixonei por Stephanie Zinone, ainda que Emmeline Lestrange e Lisa tenham sido fortes concorrentes. Comecei a lutar inspirado em Daniel-San e a pilotar aviões de cabeça para baixo com Maverick. Vim pelado do futuro para matar Sarah Connor, alimento Gizmo religiosamente antes da meia-noite e volta e meia tenho que ir ao Bairro Proibido para livrá-lo de demônios. Sou ex-tira, ex-blade-runner, ex-assassino, mas, às vezes, volto às minhas antigas atividades, mando um "yippe ki-yay m@th&rf%ck&r" e pego a Ferrari do pai do Cameron ou o V8 Interceptor do louco do Max para dar uma volta por Ridgemont High com Jessica Rabbit.