Especial | Charles Chaplin

CHARLES CHAPLIN

Londres, 16 de abril de 1889

Vaud, Suíça, 25 de dezembro de 1977

.

Charles Spencer Chaplin nasceu em Londres, Reino Unido, no ano de 1889. Vindo de uma pobre família de artistas (a mãe, atriz e cantora; o pai, ator), ele teve aulas de canto e sempre era levado pelos pais para ensaios e algumas apresentações no Music Hall. Com a separação dos pais, Chaplin e seu irmão mais velho, Sydney, ficaram aos cuidados da mãe, que já por volta de 1892 mostrava-se instável emocionalmente. Afastada dos palcos e internada em uma clínica, Hannah Chaplin passou um bom tempo longe dos filhos que, nesse momento, moraram brevemente com o pai e a amante e em seguida, em casas de trabalho em Londres, ingressando, por fim, na carreira artística, no Music Hall.

Chaplin conheceu os Estados Unidos durante uma de suas turnês na temporada 1910 – 1912. No final deste mesmo ano, ele volta à terra do Tio Sam para outra turnê e uma outra vez em 1913, quando é visto por Mack Sennett e contratado como ator para a Keystone Film Company. O início do trabalho no cinema não foi fácil. Chaplin não se adaptava ao meio, odiava ser dirigido por Mabel Normand e seu relacionamento com Mack Sennett não era dos melhores. A grande mudança veio quando Chaplin criou o personagem Carlitos, o vagabundo. A partir desse momento, seus filmes se tornariam extremamente populares e poucos meses depois o colocaria na chefia de boa parte de suas obras, primeiro dirigindo, depois, escrevendo roteiros e acumulando outros cargos com o passar do tempo.

Três estúdios assinaram contratos com Chaplin após o início do seu sucesso: o Essanay Studios, em 1915; a Mutual Film Corporation, em 1916 e a First National, em 1917. A liberdade criativa total do ator e diretor veio com a a criação de seu próprio Estúdio, a United Artists, em 1919, ao lado de ninguém menos que Mary Pickford, Douglas Fairbanks e D. W. Griffith. A partir daí, controlando suas próprias produções, Chaplin entrou em sua melhor fase.

Vieram os tempos do cinema sonoro e o impasse do uso ou não do som; a pressão para que ele fizesse um filme em Technicolor, o peso de ser um artista em Hollywood, especialmente em tempos difíceis como a Era McCarthy, que o colocou na lista negra.

Chaplin ganhou um Oscar Honorário em 1972 e um de Melhor Trilha Sora (juntamente com Ray Rasch e Larry Russell) em 1973, pelo filme Luzes da Ribalta. A partir desse ponto, ele se afasta cada vez mais da mídia, dando menos entrevistas e indo a menos encontros, programas de TV e premiações. O fato de estar em uma cadeira de rodas e ter muita dificuldade para falar o deixava envergonhado e ele preferia não aparecer mais. Na noite de Natal, em 1977, aos 88 anos, o ator, diretor e compositor Charles Chaplin morreu dormindo, em sua residência na Suíça.

Clique nos links abaixo para conferir as críticas sobre a obra completa do diretor.

.


Curtas de Charles Chaplin (1916) – Parte 1

O Vagabundo

Carlitos Bombeiro

Carlitos Policial

Carlitos no Armazém

Os Amores de Carmen

.

Curtas de Charles Chaplin (1916) – Parte 2

Sobre Rodas

Carlitos no Estúdio

A Loja de Penhores

O Conde

Uma da Madrugada

.

Curtas de Charles Chaplin (1917)

O Aventureiro

O Imigrante

O Balneário

Rua da Paz

.

Curtas de Charles Chaplin (1918)

Ombros, Armas!

Laços de Liberdade

Carlitos em Apuros

Vida de Cachorro

.

Curtas de Charles Chaplin (1919)

Um Dia de Prazer

Os Ociosos

Um Idílio Campestre


LUIZ SANTIAGO. . . .Depois de recusar o ingresso em Hogwarts, fui abduzido pelo Universo Ultimate. Lá, tive ajuda do pessoal do Greendale Community College para desenvolver técnicas avançadas de um monte de coisas. No mesmo período, conheci o Dr. Manhattan e vi, no futuro, Ozymandias ser difamado com a publicação do diário de Rorschach. Hoje costumo andar disfarçado de professor, mas na verdade sou um agente de Torchwood, esperando a TARDIS chegar na minha sala de operações a qualquer momento.