Especial | Guillermo del Toro

Nascido em Guadalajara, no México, Guillermo del Toro Gómez é um amante de cinema desde pequeno, desenvolvendo seu interesse pela área quando adolescente. Acima de tudo, um amante de monstros, seres completamente deslocados, rebaixados a outra categoria que não a das criaturas fantásticas e deslumbrantes que aprendemos a amar. Mas ele amava monstros mesmo assim e os via, mesmo criança, como passíveis de também dar amor em troca. Se A Forma da Água é sua obra mais amada por si mesmo, muito se deve à chance do diretor mexicano de dar o final que ele queria dar a O Monstro da Lagoa Negra. Mais ainda, é inacreditável a capacidade do cineasta em criar seres extraordinários, como os presentes no Labirinto do Fauno, uma de suas produções mais aclamadas. Famoso pelos seus trabalhos na fantasia, Del Toro também foi responsável pela direção de longas de super-heróis, como Hellboy, e junto a seus amigos próximos, Iñárritu e Alfonso Cuarón, forma “The Three Amigos of Cinema“. Fora o cinema, também desenvolveu projetos na televisão e até mesmo no mundo dos videogames, com uma anunciada parceria com Hideo Kojima.

2017 — A FORMA DA ÁGUA

.

2015 — A COLINA ESCARLATE

.

2013 — CÍRCULO DE FOGO

.

2008 — HELLBOY II – O EXÉRCITO DOURADO

.
2006 — O LABIRINTO DO FAUNO

.
2004 — HELLBOY

.
2002 — BLADE II

.
2001 — A ESPINHA DO DIABO

.
1997 — MUTAÇÃO

.

1993 — CRONOS

Outros

GABRIEL CARVALHO . . . Sem saber se essa é a vida real ou é uma fantasia, desafiei as leis da gravidade, movido por uma pequena loucura chamada amor. Os anos de carinho e lealdade nada foram além de fingimento. Já paguei as minhas contas e entre guerras de mundos e invasões de Marte, decidi que quero tudo. Agora está um lindo dia e eu tive um sonho. Um sonho de uma doce ilusão. Nunca soube o que era bom ou o que era ruim, mas eu conhecia a vida já antes de sair da enfermaria. É estranho, mas é verdade. Eu me libertei das mentiras e tenho de aproveitar qualquer coisa que esse mundo possa me dar. Apesar de ter estado sobre pressão em momentos de grande desgraça, o resto da minha vida tem sido um show. E o show deve continuar.