Crítica | Pokémon X & Y

estrelas 4,5

Marcando a estréia da série no portátil Nintendo 3DS, Pokémon X & Y leva os pocket monsters para um novo nível.  Desde seu anúncio o game levantou muitas expectativas a partir das inúmeras novidades que ele insere na série e do próprio avanço dos gráficos possibilitados pela transição de plataforma.

Como todas as versões anteriores da série o jogo apresenta um objetivo simples: vencer todos os líderes de ginásio para conquistar as insígnias e se tornar um mestre Pokémon. A história não é e nunca foi o foco principal da série. Sua alma está na captura e no treinamento das criaturas, suas evoluções, novos golpes e, é claro, a batalha entre treinadores. Em todos esses aspectos que permearam seus antecessores, X & Y operam com maestria, não tendo medo de utilizar a mecânica de JRPG que deixou a série famosa.

X & Y se passam em Kalos, uma região baseada na França em formato de estrela que possui 16 cidades. Como nos anteriores, as rotas entre as cidades apresentam a famosa grama alta repleta de diferentes pokémons selvagens. Uma nova adição à série é a presença de hordas de criaturas, então prepare seus monstros para enfrentar múltiplos inimigos de uma vez.

tumblr_inline_mo9eeskR5E1qz4rgp

A inovação do novo game já começa pelos seus gráficos. Pela primeira vez podemos ver e batalhar nossos pokémons capturados em 3D. X & Y apresentam belas e dinâmicas animações de movimento e golpes que vão desde o mais simples tackle até o solar beam. Durante os ataques, as criaturas utilizam as particularidades de suas aparências nessas animações – Bulbasaur, por exemplo, utiliza seus chicotes de planta em diversos golpes.

Uma das minhas preocupações era que o avanço gráficos durante a luta tiraria o dinamismo do jogo, aumentando demasiadamente o tempo da luta, tendo em vista o tempo de cada animação. Felizmente, constatei que, embora todos os golpes tenham ganhado um novo visual, isso não influiu na duração da batalha. Não espere se entediar durante as inúmeras lutas, de fato espere justamente o contrário. Infelizmente, com a função 3D ligada algumas das batalhas tem o framerate prejudicado, mas nada preocupante.

Como era de se esperar, com o 3D, a câmera que segue o personagem teve sua angulação alterada, desta vez visualizamos mais próximos ao chão. Embora não pareça um grande fator isso provoca uma sensação de estar jogando um game totalmente diferente. Isso é ainda mais amplificado pelos novos controles, que utilizam o joystick do 3DS, permitindo agora movimentos na diagonal.

A movimentação do jogo é bastante flúida e desde o início permite que o personagem corra. Em seguida nos são dados patins que aumentam a velocidade e, posteriormente, uma bicicleta, como nos jogos anteriores da série. A única ressalva dos controles do jogo é que, embora possamos andar nas diagonais, não é permitido a locomoção em 360º, sendo limitada a alguns ângulos.

Os controles por toque já presentes nas versões anteriores para Nintendo DS foram ainda mais aprimorados. Agora vemos grandes botões fáceis de serem utilizados seja com os dedos ou com a caneta do portátil. Além disso, diversas melhorias de interface foram inseridas para melhor navegação nos menus do jogo que também é feita pela tela de toque.

As inovações, contudo, não param por aí. Pokémon X & Y acrescenta um novo nível de evoluções: as mega-evoluções. Não explicarei totalmente para não estragar a surpresa do jogo, mas espere ver várias das criaturas ganharem um novo estágio. Dentre essas estão os iniciais da primeira geração, Charmander, Bulbasaur e Squirtle. Estes, além dos iniciais da atual geração (Fennekin, Chespin e Froakie), podem ser escolhidos para compor sua equipe.

Em relação aos pokémons já existentes houve diversas alterações em seus tipos, além do acréscimo de mais um novo: o tipo fada, contribuindo ainda mais para a dinâmica e balanceamento de vantagens e fraquezas presente desde o início da série. Não quebrando a tradição, Eevee, a criatura que tem uma evolução de cada categoria ganhou uma nova do tipo fada.

350px-Eeveelutions

As eeveelutions já com o novo tipo Fada

A interação entre jogadores está melhor do que nunca. Agora é possível fazer trocas e batalhas através da internet com pessoas do mundo inteiro. Dentre os métodos inseridos no game os que mais se destacam são a Wonder Trade e o Global Trade System. Na primeira, você oferece um pokémon para trocar e recebe um totalmente aleatório de outro jogador. Na segunda, o jogador seleciona a criatura na qual tem interesse e deposita uma que esteja disposto a trocar, a partir daí basta esperar, sem a necessidade de deixar sequer o console ligado.

Um dos grandes problemas dos jogos anteriores eram os números escondidos que compunham a força de cada pokémon. Em X & Y as estatísticas secretas dos monstrinhos foram reveladas através do Super Training – diversos mini-games que permitem o aprimoramento de cada atributo da criatura à sua escolha. Isso acaba deixando o jogo hardcore mais acessível para todos os jogadores. Outro mini-game introduzido é o Pokémon Amie que permite a interação com os seus capturados, aumentando a afeição deles pelo jogador.

Mais um detalhe inserido no jogo é a possibilidade de customização do personagem principal. Agora, além de escolher entre o sexo masculino e feminino, é possível trocar a cor da pele, do cabelo e até comprar novas roupas e acessórios. Cada cidade da nova região de Kalos possui uma loja que vende determinada seleção de vestimentas.

Como nas versões anteriores, as diferenças entre a versão X e a Y está nos pokémons disponíveis para a captura e, principalmente, no lendário. O lendário de X é Xerneas enquanto que o de Y é Yveltal. Algumas mega-evoluções também são diferentes, como as de Mewtwo e Charizard que não só sofrem diferenças estéticas, mas também de tipo. Infelizmente, as mega-evoluções dos outros iniciais da primeira geração não sofrem mudanças de uma versão para a outra, o que é uma oportunidade perdida.

Mega Charizard Y e X

Mega Charizard Y e X

Cada uma das adições ao game garante uma nova sensação ao jogar, enriquecendo e diferenciando com os inúmeros detalhes a experiência dos antecessores, Black & White 2, da apresentada em X & Y. Esse é um dos maiores saltos da franquia desde sua criação e cativará desde aqueles que abandonaram Pokémon nas primeiras versões até os que nunca gostaram.  É, sem dúvida, um jogo necessário para qualquer portador do 3DS e um forte motivo para a compra do portátil. Pokémon X & Y é o jogo que os fãs sempre pediram.

Pokémon X & Y
Desenvolvedora: Nintendo
Lançamento: 12 de Outubro de 2013
Gênero: RPG
Disponível para: Nintendo 3DS

GUILHERME CORAL. . . .Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.