Índice | Universo Harry Potter

especial-harry-potter-plano-critico

Na histórica data de 26 de junho de 1997, Harry Potter e a Pedra Filosofal, escrito por uma desconhecida J.K. Rowling, era lançado nas livrarias britânicas. Reunindo drama adolescente com magia e criando um universo que bebia das melhores obras literárias e cinematográficas à disposição, como O Senhor dos Anéis e Star Wars, as aventuras do órfão criado por seus tios opressores em Four Privet Drive, que, de repente, por intermédio de um gigante barbudo chamado Hagrid, descobre ser filho de bruxos, com lugar cativo em Hogwarts, uma misteriosa e fascinante escola de magia comandada pelo reservado e poderoso Dumbledore, tendo que lutar contra um maquiavélico mago cujo nome não pode ser dito, tomaram o mundo de assalto, quase que imediatamente gerando uma legião de incontáveis fãs ou Potterheads.

Ao longo de todos esses anos, o universo de Harry Potter foi expandido com os sete livros contando a saga principal, três livros menores de histórias paralelas, uma peça de teatro em duas partes (com roteiro publicado também como livro), além de contos esparsos no site Pottermore, de Rowling. E, obviamente, uma bilionária franquia cinematográfica composta por oito filmes lançados entre 2001 e 2011, além de um spin-off (o primeiro de vários planejados), em 2016. E isso sem nem mesmo contar com significativas porções dos parques do Universal Studios em Los Angeles, Osaka e Orlando recriando Hogwarts e o Beco Diagonal e uma enorme exibição permanente em Leavesden, nos arredores de Londres, composta de dois galpões de filmagem (J & K) repletos de memorabilia sobre o making of dos filmes.

Em outras palavras, Harry Potter é o Star Wars da geração mais nova, com um alcance profundo na cultura pop e um inestimável valor econômico para sua autora e produtora, e, sobretudo, sentimental para milhões de pessoas ao redor do mundo. Como o Plano Crítico tem críticas e artigos sobre absolutamente todo esse riquíssimo universo, decidimos compilar tudo em um vasto Índice que será sempre alimentado de novo material na medida em que ele se tornar disponível.

Vamos lá passear pela magia desse incrível mundo? Basta clicar nas setas para abrir o conteúdo separado por mídias e, lá dentro, clicar nos títulos ou imagens.

Livros: saga principal

Livros: demais histórias e contos

Filmes: saga principal

Filmes: spin-off

Trilhas Sonoras

Artigos e listas

RITTER FAN. . . . Aprendi a fazer cara feia com Marion Cobretti, a dar cano nas pessoas com John Matrix e me apaixonei por Stephanie Zinone, ainda que Emmeline Lestrange e Lisa tenham sido fortes concorrentes. Comecei a lutar inspirado em Daniel-San e a pilotar aviões de cabeça para baixo com Maverick. Vim pelado do futuro para matar Sarah Connor, alimento Gizmo religiosamente antes da meia-noite e volta e meia tenho que ir ao Bairro Proibido para livrá-lo de demônios. Sou ex-tira, ex-blade-runner, ex-assassino, mas, às vezes, volto às minhas antigas atividades, mando um "yippe ki-yay m@th&rf%ck&r" e pego a Ferrari do pai do Cameron ou o V8 Interceptor do louco do Max para dar uma volta por Ridgemont High com Jessica Rabbit.