Lista | 10 Canções que Funcionariam como Temas de 007

Essa semana o agente mais famoso do cinema retorna em mais um filme, dessa vez encerrando a carreira de Daniel Craig na pele de James Bond. E com certeza uma das características mais marcantes de cada filme são as músicas temas. Cada filme uma surpresa, Paul McCartney,  Madonna, A-Ha, Chris Cornell e até Adele (que inclusive ganhou oscar de melhor canção) já interpretaram temas de 007. Esse ano Sam Smith foi o escolhido e fez um ótimo trabalho com Writing’s On The Wall para 007 Contra Spectre.

Mas você já escutou certas músicas que com certeza se encaixariam super bem como possíveis temas de um filme do agente? Foi pensando nisso que discutimos várias canções que possuem toda aura dramática e melódica típica de um filme de James Bond. Nessa lista você encontrará desde canções “old school” que funcionariam muito bem com os filmes clássicos, quanto artistas da nova geração que cairiam muito bem para próximos temas. Sim, sabemos que os temas de 007 são sempre compostos especialmente para o filme, mas não custa sonhar. Para essa lista foram recrutados Ritter “M” Fanos agentes Handerson Ornelas, André de Oliveira e Pedro Karam. Confira e nos diga que outras músicas você recomendaria!

“Terrence Loves You” – Lana Del Rey

Handerson Ornelas: Sim, Lana aparecerá nessa lista duas vezes. Uma através de Shades Of Cool, recomendação de nossos agentes Karam e André. Já Terrence Loves You pois foi justamente a música que me fez ter a ideia da lista. A canção single de Honeymoon não é só talvez uma das melhores canções da artista como traz um ar vintage incrível através de um arranjo suave, sensual e trágico. No momento que escutei pela primeira vez pensei o quanto funcionaria perfeitamente como tema de um 007. Isso sem contar que Lana se caracteriza totalmente como uma bondgirl (talvez ela devesse fazer uma aparição em um filme, não acha?).

“Spectacular Rival” – George Ezra

André de Oliveira: Essa música exala James Bond: a letra forte, a classe com que George Ezra canta cada nota, sua melodia épica, luxuosa, atraente. O conjunto dessas qualidades fazem com que a canção sobre o “rival espetacular” seja o tema perfeito para a abertura de 007 – principalmente pelos instrumentais grandiosos durante o minuto final.

Pedro Karam: Desde a voz grave de Ezra, até o arranjo incrível que busca – e acha! – o épico a qualquer preço, tudo em “Spectacular Rival” parece gritar: “ei, me coloquem num filme de James Bond, agora!!!”.

“Send Me An Angel” – Scorpions

Ritter “M” Fan: Um tom épico, uma voz penetrante e hipnotizante e um pedido de socorro. Facilmente uma tema “bondiano” aguardando para ser usado em um filme recente ou em algum clássico.

“I Appear Missing” – Queens Of Stone Age

Handerson Ornelas: Josh Homme tem um ar vintage, melódico e dramático em sua voz que seria perfeito para tema de uma das missões de James Bond. E entre tantas músicas do Queens Of Stone Age que poderiam cair bem de música tema, I Appear Missing chama atenção pela sua letra (que funcionaria bem para um Bond se redescobrindo como o de Skyfall) e pela progressão inicialmente calma que logo despenca no refrão dramático e nas guitarras potentes. Escuto o derradeiro solo e arranjo de vozes e imagino como encaixaria bem na introdução de um longa do agente…

“Sincerely, Jane” – Janelle Monáe

Pedro Karam: O soul dançante das décadas de 60 e 70 encontra David Bowie. A mistura é muito louca, mas mais louca ainda é a constatação de que ninguém jamais chamou Janelle Monáe para compor uma canção para um filme de James Bond.

Handerson Ornelas: Definitivamente não faz sentido ainda não terem chamado Janelle Monáe para compor um tema de 007…

“Shades Of Cool” – Lana Del Rey

Pedro Karam: Os discos de Lana del Rey, em geral, têm uma sonoridade-muito-Bond (expressão que acabei de criar). Mas “Shades of Cool”, canção de Ultraviolence, parece ter sido especialmente composta para um filme do famoso agente secreto. Ora, vejamos: melodia vertiginosa, ecos fantasmagóricos, teor épico: mais Bond que isso, nem mesmo o Bond(e) do Tigrão.

“November Rain” – Guns N’ Roses

Ritter “M” Fan: Polêmico? Talvez. Mas um tema de 007 com a voz de Axl Rose antes de enlouquecer completamente seria inesquecível. Talvez November Rain peque pelo lado romântico exacerbado, mas não consigo não ver 007 –  A Serviço Secreto de Sua Majestade, o famoso filme em que Bond, vivido pro George Lazenby, casa com sua amada, somente para perdê-la, sem lembrar de November Rain.

“Weight Of Love” – The Black Keys

Handerson Ornelas: A melhor canção do The Black Keys. Um clima mega introspectivo, solos de guitarra espetaculares de Dan Auerbach e um tom romântico que cairia como uma luva no lado mais emocional/sensual/romântico dos filmes do agente secreto. Uma música a altura dos temas da série.

André de Oliveira: James Bond é um cara que carrega diversos pesos: de seu estilo de vida, seu trabalho e sua vida pessoal. O peso do amor é uma constante nas histórias de 007, assim como sua forma ímpar de lidar com isso. Não consigo pensar em uma música mais perfeita para ilustrar esse tema inquietante na vida do agente: o Black Keys coloca sua alma nos riffs e solos incríveis de Weight of Love, uma verdadeira obra-prima do rock.

“Seven Devils” – Florence + The Machine

André de Oliveira: Épico, dramático. cinematográfico. O segundo disco da banda Florence + The Machine, Ceremonials, parece ter sido feito para o Cinema. E por que a versátil Seven Devils não se encaixaria, então, em uma abertura grandiosa de James Bond? Assombrosa e extremamente sedutora, a canção dos sete demônios é daquelas que espantam pelo capricho da produção, da melodia, dos arranjos e, obviamente, pela voz imponente de Florence Welch. Perfeita para uma história mais dramática e decisiva de Bond.

“Homem” – Alice Caymmi

Pedro Karam: Não seria o máximo ver uma canção de Caetano Veloso interpretada pela ousada Alice Caymmi num filme de James Bond? Esta ideia pode até soar estranha, mas a versão de “Homem” produzida por Diogo Strausz para o álbum Rainha dos Rainhos comporia uma excelente abertura/créditos iniciais. Seria bizarro? Sim. Deslocado? Talvez. Mas não deixaria de ser uma experiência interessante. Batidão + Bond. Quem diria, hein?

Menção Honrosa:

“No One Knows When The Sky Falls” – Queens Of Stone Age vs Adele

Handerson Ornelas: Lembra o que mencionei alí em cima sobre como seria legal um tema bondiano com os vocais de Josh Homme? Pois um tal DJ Poulpi pensou a mesma coisa e fez um mashup FANTÁSTICO da ótima Skyfall da Adele (tema de 007 que inclusive foi premiado com Oscar de melhor canção) com os vocais de Homme de No One Knows do disco Songs for the Deaf.

HANDERSON ORNELAS. . . Estudante de engenharia química, fascinado por música, cinema e quadrinhos. Um fã de ficção científica e aventura que carrega seu fone de ouvido por todo lado e se emociona facilmente com música, principalmente com "The Dark Side Of The Moon". Enquanto não viaja pelo tempo e espaço em uma TARDIS, viaja pelo mundo dos livros e da música.