Lista | As 15 Melhores Perseguições Automobilísticas do Cinema

lista-perseguicoes-carro-plano-critico

Inspirados no oitavo filme da interminável franquia Velozes e Furiosos, resolvemos mexer no baú das recordações para listar as 15 melhores perseguições de carro do cinema. Tentamos evitar a repetição de diretores (só há uma repetição) e filmes carregados em computação gráfica (só há três assim, com apenas um praticamente todo em CGI), de forma a darmos valor aos efeitos práticos, aos dublês e às técnicas clássicas de filmagem de perseguições automobilísticas.

Mas, claro, listas são pessoais e comportam uma infinidade de variações. Portanto, se sua perseguição favorita não estiver na lista abaixo, fique calmo, respire fundo e faça sua própria lista lá nos comentários. Será sensacional compararmos anotações e impressões!

Preparados para as corridas? Estão vamos lá, lembrando que os títulos que estiverem em vermelho direcionam às críticas!

15. Agarra-me Se Puderes
(dir: Hal Needham – 1977)

lista-perseguicoes-15

Burt Reynolds e seu Pontiac Trans Am preto com uma águia dourada no capô marcaram época, transformando Agarra-me Se Puderes ou Smokey and the Bandit, no original, em uma franquia com mais duas continuações para o cinema e quatro telefilmes sem Reynolds em 1994. Capitaneado pelo ex-dublê Hal Needham, que estrou na direção com o filme de 1977, ele usou seus conhecimentos in loco para criar um filme com memoráveis, divertidas e despretensiosas sequências de perseguição a Bandit, personagem de Reynolds, que formam o coração da obra sobre o contrabando de cerveja em caminhão.

14. Matrix Reloaded
(dirs: Irmãs Wachowski – 2003)

lista-perseguicoes-14

As irmãs Wachowski ganham duas menções aqui nessa lista com dois dos três filmes com “perseguições digitais” que decidimos incluir. A razão, aqui, é pela variedade que elas colocam nas telonas, com a rodovia 101 de Los Angeles lotada de carros e caminhões servindo de cenário para uma enlouquecida perseguição com direito a metralhadoras, navalhas, katanas, picapes, carros de polícia, motos, lutas dentro dos carros, gêmeos albinos, surfe em capô de carro e destruição em geral. Não dá para respirar do começo ao fim.

13. Os Irmãos Cara de Pau
(dir: John Landis – 1980)

lista-perseguicoes-13

Um clássico do começo dos anos 80 como Os Irmãos Cara de Pau não poderia faltar aqui! A perseguição de uma infinidade de carros de polícia aos irmãos em seu Bluesmobile é hilária em seu exagero e em sua técnica, com câmeras posicionadas de forma a colocar o espectador no centro da ação que às vezes até funciona em primeira pessoa, como em um videogame.

12. Ronin
(dir: John Frankenheimer – 1998)

lista-perseguicoes-12

Um dos melhores filmes policiais dos anos 90, Ronin conta, também, com uma das melhores e mais longas perseguições. Robert de Niro, pilotando um Renault, foge de Natascha McElhone ao volante de um BMW pelas ruas de Paris. Montagem impressionante, stunts realistas, fotografia que usa uma variedade de posicionamentos de câmera para nos colocar dentro e fora dos dois carros, às vezes em primeira pessoa, outra vezes à frente da grade do radiador como se estivéssemos correndo deles e outras vezes em gruas que nos permitem uma visão geral. Frankenheimer em um trabalho de se tirar o chapéu.

11. 007 Contra Goldfinger
(Guy Hamilton – 1964)

lista-perseguicoes-11

Goldfinger, aqui, representa, basicamente, a franquia 007, conhecida, dentre outras coisas, por suas variadíssimas perseguições que  quase que invariavelmente acabam com os carros entregues carinhosamente por Q completamente destruídos pelas mãos pouco cautelosas de James Bond. O bacana dessa perseguição em particular é a enorme riqueza de gadgets que Bond usa em seu Aston Martin, como mísseis, metralhadoras, mancha de óleo e, claro, o melhor de todos: o assento ejetor!

10. Carga Explosiva
(dirs: Louis Leterrier, Corey Yuen – 2002)

lista-perseguicoes-10

Mais um filme que representa sua franquia – que até série de TV teve – e que tem na corrida de carro seu coração. O piloto especialista vivido por Jason Statham, que aqui é revelado ao mundo, transporta suas mercadorias do ponto A ao ponto B sem fazer perguntas e por um bom preço, até que uma dessas mercadorias é uma garota. Esqueçam o filme, pois o foco fica mesmo nas amalucadas e muito bem coreografadas perseguições.

9. O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final
(dir: James Cameron – 1991)

lista-perseguicoes-09

Mais ambicioso e mais explosivo que seu antecessor, o segundo Exterminador do Futuro está para o primeiro assim como Aliens está para Alien. Sai o suspense, entra o filme de ação. E, com isso, somos brindados com duas fantásticas perseguições em Los Angeles, uma com uma moto e outra, noturna, com direito a caminhão tanque e muitos efeitos práticos e destruição desenfreada.

8. Um Golpe à Italiana
(dir: Peter Collinson – 1969)

lista-perseguicoes-08

E voltamos aos anos 60 com uma espetacular coreografia automobilística protagonizada por uma pequena frota de simpáticos Minis fazendo o diabo na cidade de Turim, na Itália. Justiça seja feita, seu remake de 2003 com o mesmo título em inglês – The Italian Job -, mas que foi batizado de Uma Saída de Mestre por aqui, também tem uma versão moderna da referida perseguição que é de cair o queixo.

7. Speed Racer
(dirs: Irmãs Wachowski – 2008)

lista-perseguicoes-07

Quase que integralmente em computação gráfica e quase indutor de ataques epilépticos, Speed Racer baseado no anime dos anos 60, é uma diversão só, uma das obras-primas esquecidas das irmãs Wachowski. Mesmo quem não gosta do filme, não tem como não vibrar com os exageros e absurdos multi-coloridos que vemos nas telonas.

6. À Prova de Morte
(dir: Quentin Tarantino – 2002)

a_prova_de_morte_2_plano_critico

Quentin Tarantino faz sua homenagem aos filmes de perseguição dos anos 70 com À Prova de Morte, normalmente considerado como uma obra menor sua. Filmando à moda antiga com carros e stunts de verdade, tendo até uma dublê como protagonista, o filme pode ter seus defeitos, mas eles certamente não estão nas corridas de carro que vemos.

5. Encurralado
(dir: Steven Spielberg – 1971)

lista-perseguicoes-05

Entramos, agora, no Top 5. E não poderia deixar de ser com o aterrorizante début diretorial em longa metragem de Steven Spielberg, feitor originalmente para a televisão e que já permitia ver o grande diretor que ele se tornaria. Spielberg consegue criar uma tensão absurda apenas com uma longa perseguição de um caminhão tanque Peterbilt 281 todo mal cuidado a um sedã Plymouth Valiant vermelho que toma praticamente o filme todo. Nunca vemos o motorista e não há muita destruição nem manobras elaboradas, mas, por parecer extremamente real – e possível – saímos suados de nervosismo do filme.

4. Operação França
(dir: William Friedkin – 1971)

lista-perseguicoes-04

No quarto lugar, temos mais um clássico dos anos 70. Operação França fez escola com sua perseguição automobilística (a um trem suspenso) gutural, verdadeira, crua e extremamente bem dirigida e montada, capaz de colocar o espectador como uma mosca no ombro de Gene Hackman na medida em que ele vai moendo seu carro pelas ruas de Nova York.

3. 60 Segundos
(H.B. Halicki – 1974)

60_segundos_1974_plano_critico

Impossível não ficar com os anos 70 em quatro das cinco colocações mais altas. 60 Segundos, refilmado com Nicolas Cage e Angelina Jolie em 2000 (com boas perseguições, vale dizer), é um clássico quase imbatível na categoria perseguição automobilística. Afinal de contas, não é todo filme que destrói exatamente 93 carros ao longo de uma perseguição de 40 minutos, não é mesmo? Só vendo para crer.

2. Corrida Contra o Destino
(dir. Richard C. Sarafian – 1971)

lista-perseguicoes-02

Corrida Contra o Destino marcou época, ainda que não seja um filme tão famoso quando o 1º ou o 3º lugares, por exemplo, sendo homenageado por Tarantino em À Prova de Morte. Mas ele merece seu posto aqui, não só pelo uso de um belíssimo  Dodge Challenger R/T 440 Magnum na cor branca, como, também, pela road trip encapsular uma espécie de estado de espírito, com direito a paisagens belíssimas e um ar lisérgico viajante que torna esse filme mais do que apenas um “filme de carro”.

1. Bullitt
(dir. Peter Yates – 1968)

lista-perseguicoes-01

Steve McQueen era um apaixonado por carros de corrida, além de ter sido um ator que marcou sua época. Bullitt é até lugar-comum em listas como essa, por ser universalmente aplaudido como tendo uma das melhores perseguições automobilísticas do Cinema. Mas a grande questão é que é a mais pura verdade. A perseguição por São Francisco com McQueen pilotando um Ford Mustang GT verde é belíssima e de um apuro técnico e visual imbatível. Realista, mas mantendo o espectador na ponta do sofá com manobras vigorosas e uma montagem de cair o queixo, com certeza Bullitt foi o modelo seguido por toda a década de 70 e, arrisco dizer, até hoje em dia.

Hors Concours:

Mad Max: Estrada da Fúria
(dir. George Miller – 2015)

lista-perseguicoes-00

Não tínhamos como colocar Mad Max: Estrada da Fúria na lista. Afinal, a extemporânea quarta parte da franquia Mad Max é, praticamente, uma perseguição automobilística só. Ou melhor, duas, se considerarmos a “ida e a volta” separadamente. E a quantidade de carros, caminhões, motos e todo tipo de transporte sobre rodas sempre radicalmente alterados, com direito a guitarrista cego em caminhão de som com guitarra flamejante é algo completamente imbatível. Melhor ainda, George Miller usou tanto quanto pode efeitos práticos, deixando o CGI razoavelmente para segundo plano, reunindo, assim, o melhor dos dois mundos em um dos mais surpreendentes filmes dos últimos anos.

RITTER FAN & GUILHERME CORAL . . . Primeiro híbrido-crítico do Plano Crítico, Ri&Gui é a junção de duas mentes insanas, perturbadas e ousadas prontas para dominar o mundo. Surgidas diretamente das séries da CW, essas mentes pretendem espalhar, além da dominação, o amor e o nonsense pela Galáxia. Contemplem, ó, mortais, uma nova categoria de crítico!