Lista | As Aberturas e Encerramentos de Dragon Ball

Como parte de nosso Especial Dragon Ball não poderíamos deixar de falar de dois dos elementos principais de todos os animes: suas aberturas e encerramentos. Aqui trazemos, então, uma injeção de nostalgia a todos que acompanharam Dragon Ball, Dragon Ball Z, GT e, mais recentemente, Kai. Aqui contemplaremos todas as aberturas e encerramentos das quatro séries de animes inspiradas no mangá de Akira Toriyama, deixando alguns comentários sobre cada um deles.

Desta lista participaram: Guilherme “Daimao” Coral e Handerson “Kakarotto” Ornelas. Agora venham conosco nessa viagem no tempo que começou em 1986!

.

 

db_lista

.

Abertura – Makafushigi Adventure!

Guilherme “Daimao” Coral – Essa daqui é um golpe certeiro de nostalgia, a  abertura de Dragon Ball consegue transmitir com exatidão o tom mais leve de aventura do início do anime, nos mostrando diversos trechos icônicos – desde a primeira aparição de Mestre Kame até a transformação de Goku no castelo de Pilaf. A letra da versão brasileira é praticamente idêntica à original e manteve a mesma sonoridade – ambas ótimas versões que se encaixam de ótima maneira nas imagens exibidas.

Encerramento – Romantic Ageru Yo

Guilherme “Daimao” Coral – Esta daqui conta com um tom mais dramático, romântico (como o próprio nome diz). A temática da letra é a mesma em português e japonês, mas, se puder, fique longe da versão brasileira – é um terror! As imagens em geral são estáticas e muitas são tiradas diretamente de capas dos mangás originais.

.

DBZLogo

.

Abertura 01 – Cha-La Head-Cha-La

Handerson “Kakarotto” Ornelas – O hino dos otakus. A preferida da maioria dos fãs, principalmente por ser a abertura das sagas mais aclamadas (Sayajins, Freeza, Cell). As versões japonesa e brasileira basicamente são iguais, com diferença apenas na língua que a canção é cantada.  A excelente canção possui um refrão empolgante, com o verso “Cha-La Head-Cha-La” presente em ambas as versões, enquanto passam cenas apresentando os personagens, focando em Goku e Gohan. A versão japonesa foi cantada por Hironobu Kageyama ue a considera seu maior trabalho – seu currículo ainda conta com a música Soldier Dream (segunda abertura de Cavaleiros do Zodíaco)  e dezenas de outras aberturas de tokusatsus e animes dos anos 90.

Encerramento 01 – Dete Koi Tobikiri ZENKAI Power!

Handerson “Kakarotto” Ornelas – O encerramento favorito de muitos fãs, por razões de nostalgia. A verdade é que ela é simplória, foca em Gohan, quase toda duração é do personagem correndo pelo mundo, tropeçando e levantando, com Sheng Long acima dele. A canção tem um ritmo ligeiramente dançante, com destaque para a versão japonesa, que apesar de ser igual a brasileira, possui além da letra, alguns sons de percussão muito bons que não estão presentes na versão brasileira.

Abertura 02 – We Gotta Power

Guilherme “Daimao” Coral – A abertura da Saga de Majin Buu é, definitivamente, uma das melhores da série, tanto pela música quanto pela imagem. Ela faz uso do sentimento de nostalgia que é deixado pelo avanço temporal de sete anos dentro da história e já anuncia que este é um período de paz prestes a ser quebrada. Assim como sua saga correspondente ela conta com elementos de comédia resgatados do Dragon Ball original. A música é também cantada, na versão japonesa, por Hironobu Kageyama e sua letra é completamente diferente da versão brasileira (que se encaixa melhor com o anime).

 Encerramento 02 – Boku-tachi wa Tenshi datta

Guilherme “Daimao” Coral – “Já faz tempo, ainda me lembro…” . Como dito na própria letra, a música remete às sagas anteriores, seguindo o mesmo estilo a abertura. A música original também é cantada por Kageyama, mas, dessa vez conta com a mesma temática em ambas as versões. Para quem se pergunta o porquê de Goku aparecer com asas no final: a letra da música em japonês se refere aos guerreiros Z como anjos (We Were Angels é a tradução do título) que pouco a pouco caíram no esquecimento.

.

DragonBall_GT_logo.

Abertura – Dan Dan Kokoro Hikareteku

Handerson “Kakarotto” Ornelas – Dragon Ball GT pode não ter agradado os fãs, mas com certeza possui uma das melhores aberturas do anime. Até a banda de Heavy Metal brasileira, Andragonia, resolveu fazer um cover da canção. A letra da versão brasileira (quase uma tradução da japonesa) é simplesmente linda: “Seu sorriso é tão resplandecente/ que deixou meu coração alegre…”. Apesar da letra romântica, a canção se relaciona muito bem com a temática aventureira das jornadas de Goku, Pan e Trunks em Dragon Ball GT.

Encerramento 01 – Hitori ja nai

Handerson “Kakarotto” Ornelas – O primeiro encerramento de Dragon Ball GT foca bastante no primeiro arco: as aventuras de Goku, Pan e Trunks pelo universo. A canção segue a mesma linha de excelência da abertura, a letra e a melodia também são de temática romântica. Parece uma balada de rock dos anos 80, possui um ar fortemente nostálgico.

Encerramento 02 – Don’t You See

Guilherme “Daimao” Coral – Não tendo sido traduzida para o português brasileiro, esta é uma abertura pouco conhecida por estas bandas. Somente as imagens foram trazidas, mas ao som de Hitori ja nai. A melodia não é de longe tão boa quanto o primeiro encerramento e as imagens que acompanham também não chamam a atenção: os personagens de DBGT andando pelas ruas e poucas outras estáticas.

Encerramento 03 – Blue Velvet

Guilherme “Daimao” Coral – O poder de Blue Velvet está tanto em sua melodia quanto nas representações de todas as sagas de Dragon Ball (desde os tempos de Goku criança no primeiro anime). Definitivamente, por isso, é um dos melhores encerramentos da série que já caminha para o seu fim definitivo em termos de história. Infelizmente também não conta com uma versão brasileira.

Encerramento 04  – Sabitsuita Machine Gun de Ima o Uchinukō

Guilherme “Daimao” Coral – O último encerramento de Dragon Ball GT traz a trajetória de Goku em suas formas – criança, adulto, super saiyajin e super saiyajin 4. Por alguma razão não contabilizaram a forma super saiyajin 3, talvez por esta ter aparecido tão pouco e não ter sobrancelhas!

.

Images9

.

Abertura 01 – Dragon Soul

Guilherme “Daimao” Coral – Aqui faço um apelo: por favor, escutem essa música na versão original. Geralmente defendo ambas as versões de abertura, mas essa daqui foi mutilada na brasileira, transformando uma das melhores de toda a série em uma das piores! Dragon Soul se encaixa perfeitamente com as imagens mostradas que por si só já deixam arrepios (luta de Goku vs Vegeta!). Digna de representar a versão remasterizada de Dragon Ball Z.

Encerramento 01 – Yeah! Break! Care! Break!

Handerson “Kakarotto” Ornelas – Aberturas e encerramentos de anime sempre seguem o estilo da época em que ela é criada. Para a atual geração, através de Dragon Ball Kai, eles adotaram um estilo bem diferente. Esse encerramento não segue a simplicidade dos antigos, esse é frenético e possui várias cenas de personagens e lutas, além da canção, que é bem diferente das outras. Cada abertura/encerramento adotou um estilo musical característico da época, essa possui o clima pop e electropop que dominou o Japão desde o início dessa década. O encerramento mais animado de toda a série Dragon Ball.

Encerramento 02 – Kokoro no Hane

Guilherme “Daimao” Coral – Em termos de design é um ótimo encerramento, embora não tão memorável quanto o primeiro de Kai. A música adota um tom mais romântico de nostalgia enquanto a imagem nos mostra os personagens da franquia.

 

 

GUILHERME CORAL. . . .Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.