Lista | Nossas Aberturas de Anime Favoritas

As aberturas desempenham um importante papel dentro dos animes, contribuindo para nossa imersão no universo em questão, seja ele passado em um futuro distante, em uma realidade alternativa ou simplesmente um mundo completamente fictício. Nessa lista procuramos lembrar das melodias que mais nos marcaram, seja pela nostalgia ou pelo simples fato de serem absolutamente fantásticas.

Desta lista participaram Handerson “Metabee” Ornelas, Anthonio “Spike” Delbon, Lucas “L” Borba e Guilherme “Zero” Coral. Agora venham conosco por essa jornada musical e não esquecam de deixar seus indicados nos comentários!

Medabots

Handerson “Metabee” Ornelas: Provavelmente o anime que mais assisti na minha infância (sim, mais que Dragonball Z). Quem não lembra dos clássicos “Medaforça! Medapeças! Medalutadores! Medabooooots”?

Asterisk – Orange Range (Bleach – 1ª Abertura)

Guilherme “Zero” Coral: Ahh que saudades de quando Bleach era bom! Parei de ler (e assistir) o mangá/ anime há tempos, mas as memórias dessa primeira abertura não vão embora.

D-TecnoLife – Uverworld (Bleach – 2ª abertura)

Handerson “Metabee” Ornelas: Nunca consegui passar da da segunda temporada de Bleach, no entanto, sua segunda abertura ganha facilmente um lugar entre minhas preferidas. Em uma reunião de cenas frenéticas e uma melodia pop rock nostálgica, é praticamente impossível não gostar dela.

Rewrite – Asian Kung-Fu Generation (Fullmetal Alchemist – 4ª Abertura)

Handerson “Metabee” Ornelas: Provavelmente o mais difícil dessa lista é escolher apenas uma abertura de Fullmetal Alchemist e Fullmetal Alchemist Brotherhood, talvez os animes com o maior aglomerado de excelentes aberturas. Acabei escolhendo a quarta abertura, a que mais me impressionou quando assisti o anime original. Mesmo não sendo a favorita da maioria dos fãs, a abertura traz uma sequência de cenas e uma canção tão intensa quanto os últimos episódios da série.

Monochrome no Kiss – SID (Kuroshitsuji – 1ª Abertura)

https://www.youtube.com/watch?v=02IM0zXhyzw

Guilherme “Zero” Coral: O anime de Kuroshitsuji pode não chegar aos pés do mangá, mas sua abertura consegue captar perfeitamente o espírito da obra, especialmente no jogo de olhares de Sebastian!

 

Dan Dan Kokoro Hikareteku – Zard (Dragon Ball GT)

Handerson “Metabee” Ornelas – Por mais que eu adore todas as aberturas da série Dragon Ball, o lugar aqui vai para a abertura de Dragon Ball GT. Pelo simples fato de que conseguiu colocar em uma abertura de anime uma das canções mais simples e sinceras que já vi. Com uma letra mais romântica que muita coisa que você escuta por aí, a abertura ganhou um lugar no coração de muitos, a ponto de ser cantada por multidões como essa abaixo…
Anthonio “Spike” Delbon: Dragon Ball, DBZ e até DBZ Kai têm aberturas inesquecíveis. Mas fico com essa que é tão incrível quanto as outras e me fez gostar de DB GT – o que não é tarefa fácil.

Destin Histoire – Yoshiki Lisa (Gosick)

Handerson “Metabee” Ornelas: Gosick é um anime de investigação que mistura boas doses de mistério e humor. A simplicidade de sua abertura me agradou desde a primeira vez que assisti, com uma ótima canção e uma sequência de imagens com uma paleta de cores excelente. Melhor que ela apenas os encerramentos…

Zankoku Na Tenshi No Thesis – Yoko Takahashi (Evangelion)

https://www.youtube.com/watch?v=yX462lGeoXs

Handerson “Metabee” Ornelas: Evangelion com certeza é um anime intenso, que agrada alguns e decepciona outros (esses que vos fala ficou decepcionado), mas com certeza tem uma das aberturas mais emblemáticas que existem…
Guilherme “Zero” Coral: Já eu sou um dos que ama o anime. Evangelion conta com um clima absolutamente sensacional e apesar de seu final completamente “fumado” não sai da lembrança. Como não se empolgar com Zankoku na Tenshi no Thesis?

Tank! – The Seatbelts (Cowboy Bebop)

Anthonio “Spike” Delbon: É uma explosão de euforia! Todo anime fantástico começa com uma abertura fantástica. The Seatbelts. Sem mais.

The Sore Feet Song – Ally Kerr (Mushishi)

Anthonio “Spike” Delbon: A música em si passa tanta paz quanto o próprio anime. Tanto artista quanto desenho não estão entre os mais famosos, mas Ally Kerr e Mushishi já são magníficos sozinhos. Juntos então…

½ (One Half) – Makoto Kawamoto (Samurai X – 2ª Abertura)

Anthonio “Spike” Delbon: Absolutamente todas as aberturas e finais de Samurai X poderiam estar nessa lista. É o melhor do J-pop. One Half entra pela nostalgia de cantar junto, aos 11 anos e com um japonês macarrônico, e esperar pelas lutas da gangue Juppongatana.

Jornada Johto (Pokémon – 3ª Abertura)

Anthonio “Spike” Delbon: Eu cantei muito mais a primeira abertura e é a que fica na cabeça sem dúvidas – junto com o rap pokemon. Mas agitação da segunda geração de pokemons – hoje já velhíssima – merece um lugar especial.

The World – Nightmare (Death Note – 1ª Abertura)

https://www.youtube.com/watch?v=PkXw1iBgzoY

Guilherme “Zero” Coral: Death Note é um anime/ mangá que faz jus à sua fama e sua abertura, apesar de dramática (o próprio Light escrevendo era bastante exagerado não é? Mikami nem se fala) é inesquecível.

What’s Up, People? – Maximum the Hormone (Death Note – 2ª Abertura)

Lucas “L” Borba:  Muitas emoções!

 

Futatsu No Kodou To Akai Tsumi – On/Off (Vampire Knight – 1ª Abertura)

Guilherme “Zero” Coral: Não assistam Vampire Knight, apenas vejam as duas aberturas e corram para o mangá!

 

The World Without Logos – Yasushi Ishii (Hellsing)

https://www.youtube.com/watch?v=s9MjaOJSKk8

Guilherme “Zero” Coral: Mais um anime que deixa a desejar (o mangá não), mas que a abertura vale a pena! Em uma mistura de jazz e sons de terror, o tom de Hellsing consegue ser perfeitamente captado aqui e se você é curioso em relação à letra da música, terá uma surpresa quando for atrás dela!

 

Colors – FLOW (Code Geass – 1ª Abertura)

Guilherme “Zero” Coral: Fullmetal Alchemist Brotherhood é o anime perfeito (baseado no mangá perfeito), mas Code Geass chega bem perto disso! Colors marca o espectador desde a primeira exibição e consegue nos fazer assisti-la a cada episódio, por mais que estejamos curiosos pelas próximas façanhas de Lelouch.

Pegasus Fantasy – Hironobu Kageyama/ Angra (Os Cavaleiros do Zodíaco)

https://www.youtube.com/watch?v=WHq-FMXQph8

Guilherme “Zero” Coral: É simplesmente um fato, essa música fica absurdamente melhor com o dublador anunciando “Os Cavaleiros do Zodíaco” no início!

Makafushigi Adventure! – Hiroki Takahashi (Dragon Ball)

Guilherme “Zero” Coral: A careca brilhante do Mestre Kame é simplesmente insuperável, esqueçam o que o Handerson e o Anthonio disseram!

Guren no Yumiya – Linked Horizon (Attack on Titan)

Guilherme “Zero” Coral: Mais uma febre que merece sua fama, Attack on Titan (ou Shingeki no Kyojin) conta com uma abertura simplesmente excepcional, que consegue nos trazer pequenos vislumbres do que veremos no anime (e já nos deixando ansiosos!).

GUILHERME CORAL. . . .Refugiado de uma galáxia muito muito distante, caí neste planeta do setor 2814 por engano. Fui levado, graças à paixão por filmes ao ramo do Cinema e Audiovisual, onde atualmente me aventuro. Mas minha louca obsessão pelo entretenimento desta Terra não se limita à tela grande - literatura, séries, games são todos partes imprescindíveis do itinerário dessa longa viagem.