Lista | Os melhores trailers da história dos games

Há dez anos trailers de games eram raridade. A indústria era outra, a quantidade de lançamentos diferente e assim também eram a ansiedade do público e o marketing em cima do produto. Se hoje Star Wars: Battlefront é anunciado em todos os lugares possíveis, ou até Fallout 4, de uma franquia específica de jogos, acaba sendo conhecido mundialmente meses antes de seu lançamento, muito disso se deve à geração que contemplou Playstation 3 e Xbox 360, iniciadores de uma nova perspectiva sobre o poder de venda da indústria.

Já com seus sucessores devidamente estabelecidos e lançamentos mensais aguardados para 2016, tornou-se comum anunciar trailers e teasers como notícias bombásticas em diversos sites. Nesta lista, compilamos os dez melhores trailers dessa última década. Em pouco tempo ela ficará datada, certamente. Do mesmo modo, muitos foram preteridos, outros tantos esquecidos. Mas não esquente a cabeça! Se lembrar de algum, deixe seu comentário e contribua para essa lista pública. Afinal, alguns games tem nos seus trailers o ponto forte, felizmente ou infelizmente.

Star Wars: The Old Republic – “Deceived”

Dinâmico, com gráficos lindos, trilha inspirada e batalhas excelentes entre jedi e sith. Ainda há um decente uso da força, coisa que pouco se viu nos últimos filmes de George Lucas. O jogo em si era um World Of Warcraft no universo Star Wars, mas tanto “Deceived” quanto “Hope” e “Return” foram suficientes para marcar esse game como memorável, mesmo que por razões incomuns.

Fable 3

Intro do game divulgada antes do lançamento, essa cinematic revela o tom industrial do terceiro jogo da franquia, mas se destaca pelo vínculo emocional que consegue criar entre o espectador e uma…galinha! O texto narrado em paralelo com a jornada da pobre ave é perfeito para simbolizar o que Fable 3 prometia dar ao jogador.

Assassin’s  creed: revelations 

A Ubisoft sabe vender seus produtos muito bem. Não à toa Assassin’s Creed poderia ter mais uns três trailers nesta lista. O escolhido aparece pela expectativa que Revelations causou, prometendo fechar a saga de Ezio Auditore di Firenze com chave de ouro. Ao belíssimo som de Woodkid, que voltaria a protagonizar a propaganda da saga em AC: III, vemos um Ezio mais velho e maduro com sangue nos olhos, pronto para descobrir a trama final de sua jornada.

Bioshock

Se o trailer de Bioshock: Infinite é espetacular, o fator surpresa fica com o primeiro da série. Que jogo era aquele? Da tranquilidade do oceano à brutalidade de um homem em uma cidade subaquática, termina-se com o ponto chave do game para todos os fãs: a relação de Big Daddy e Little Sister, representada em uma única cena, maravilhosamente sutil.

Fallout 3

Bem-humorada, a série Fallout sabe como poucas misturar cenários desoladores e detalhes de comédia. É ao som de The Ink Spots que a Bethesda apresenta nesse teaser um dos jogos mais cultuados da última geração.

Tomb Raider

Com o sucesso de Uncharted, Lara Croft ficou esquecida das aventuras exploradoras dos games. Foi para retomar o topo de aventureira nº 1 dos games que a Square Enix trouxe gráficos extremamente realistas para retratar uma Lara remodelada, muito mais próxima de um ser real e que estava prestes a sofrer por inúmeros eventos naquilo que seria uma espécie de Tomb Raider Begins. O resultado foi certeiro.

Prey 2

Esse muitos gamers não entendem até hoje. O trailer de Prey 2 serviu apenas para deixar os fãs com água na boca, já que o game foi cancelado pela Bethesda. Abusando da visão em primeira pessoa e das belíssimas luzes na escura perseguição vista, esses poucos minutos só aumentam o entusiasmo e a consequente raiva, devido à inexistência do game. E, ainda por cima, temos Johnny Cash…o que mais pedir?

 Dead Island

Muitos choraram quando Dead Island foi anunciado com este sensacional trailer – eu não fui um deles, apenas para deixar claro. Tratam-se, realmente, de três minutos tão lindos que o próprio jogo saiu extremamente prejudicado pela alta expectativa criada em torno do que foi apresentado. Não há descrição que fique à altura.

Elder Scrolls V: Skyrim

Pode parecer um trailer comum, com algumas cenas de gameplay encaixadas entre os cenários do game. O ponto forte, todavia, é a trilha sonora que levanta qualquer um da cadeira. A crescente música-tema, a expectativa de se tornar um DovakhinDragon Age e The Witcher não tinham chegado no patamar que estão hoje àquela época – e o famoso Fus-Roh-Dah são memórias de todo gamer que passou pela inesgotável Skyrim.

The Last Guardian

Um dia veremos The Last Guardian? Difícil responder. Enquanto isso, qualquer fã de ICO e Shadow Of The Colossus só pode sonhar com a nova obra de arte de Fumito Ueda com base neste longínquo trailer de 2009.

ANTHONIO DELBON . . . Ressentido como Vegeta, não suporto a beleza nos outros. Escondo minhas taras em falsas profundidades e não titubeio em dizer um taxativo não aos convites para experimentar os gostos do mundo. O mundo tem gostos demais, livros demais, críticas demais. Escrevo porque preciso – viver, não sobreviver - e viajo fluidamente sem sair do lugar. Na madrugada, nada melhor do que a guitarra de Page ou a voz de Yorke para lembrar da contingência do pó, ainda que nossa tragicômica vida mereça ser mantida, seja por distração ou por vício, como diria Cioran.