Lista | Oscar 2016: Previsões e Apostas

O Oscar 2016 finalmente chegou! Amanhã conheceremos os vencedores da maior premiação do mundo do cinema, e a equipe do Plano Crítico traz agora nossa análise e previsão para que ninguém faça feio no bolão da empresa. Confira:

Melhor Filme

oscar_filme

Quem vai levar: O Regresso

Essa é a corrida do Oscar mais imprevisível dos últimos anos. Não um, mas três filmes tem grandes chances de levar o grande prêmio: A Grande Aposta levou o importantíssimo PGA, O Regresso ganhou força com o DGA e o BAFTA e Spotlight: Segredos Revelados vem desde cedo sendo apontado pelos círculos de críticos como o grande favorito, além de faturar o SAG de Melhor Elenco e o Critics Choice Awards de Melhor Filme. Mas, pela força do Directors Guild, serei forçado a apostar em O Regresso. Se sua vitória de fato se concretizar, será a primeira vez desde Titanic, em 1998, que um filme vence o Oscar principal sem uma indicação de roteiro.

Prêmios: BAFTA, Globo de Ouro

Quem pode levar: A Grande Aposta

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: Carol, Juventude, Anomalisa e Beasts of No Nation.

Melhor Diretor

oscar_diretor

Quem vai levar: Alejandro G. Iñarritu, por O Regresso

Parece que História será feita. O mexicano Alejandro G. Iñarritu promete tornar-se a terceira pessoa a levar o Oscar de Melhor Diretor consecutivamente, por seu trabalho megalomaníaco em O Regresso. Com uma gravação com diversos planos longos em luz natural e em locações geladas e de extremo risco, o trabalho de Iñarritu deve lhe render mais um agrado.

Prêmios: DGA, BAFTA, Globo de Ouro

Quem pode levar: George Miller, por Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria levar: George Miller, por Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: Todd Haynes, por Carol,  Paolo Sorrentino por Juventude e Cary Joji Fukunaga por Beasts of No Nation

Melhor Ator

oscar_ator

Quem vai levar: Leonardo DiCaprio, por O Regresso

Finalmente chegou a hora de Leo. Os memes vão morrer, a piada vai acabar. Sua esforçada performance em O Regresso envolve muito mais esforço físico do que uma atuação realmente nuançada e complexa, mas é certamente um trabalho merecedor.

Prêmios: SAG, BAFTA, Critics Choice Awards, Globo de Ouro

Quem pode levar: Nunca pensei que diríamos isso, mas DiCaprio vai mesmo ganhar.

Quem deveria: Michael Fassbender, por Steve Jobs

Quem deveria ter sido indicado: Jacob Tremblay, por O Quarto de Jack e Michael Caine por Juventude.

Melhor Atriz

oscar_atriz

Quem vai levar: Brie Larson, por O Quarto de Jack

Para muitos ouvidos, um nome desconhecido, mas Brie Larson já vinha surpreendendo em uma série de longas indies norte americanos. Com sua performance melancólica e complexa como uma mãe raptada em O Quarto de Jack, será um nome que definitivamente ficará na mente de todos.

Prêmios: SAG, BAFTA, Critics Choice Awards, Globo de Ouro

Quem pode levar: Assim como DiCaprio, Larson é uma das certezas da noite.

Quem deveria: Brie Larson

Quem deveria ter sido indicada: Charlize Theron, por Mad Max: Estrada da Fúria

Melhor Ator Coadjuvante

oscar_atorcoadj

Quem vai levar: Sylvester Stallone, por Creed: Nascido para Lutar

Por essa, nem o próprio Sly esperava. Quando a franquia de Rocky parecia acabada, o veterano ator retorna para dar vida ao Garanhão Italiano mais uma vez, estabelecendo uma forte figura paterna para Balboa, além de camadas dramáticas muito complexas que acabam por levar o personagem a territórios até então inexplorados.

Prêmios: Critics Choice Awards, Globo de Ouro

Quem pode levar: Mark Rylance, por Ponte dos Espiões

Quem deveria levar: Sylvester Stallone

Quem deveria ter sido indicado: Idris Elba, por Beasts of No NationHarvey Keitel e Paul Dano por Juventude

Melhor Atriz Coadjuvante

oscar_atrizcoadj

Quem vai levar: Alicia Vikander, por A Garota Dinamarquesa

Em seu primeiro ano em Hollywood, a atriz sueca dominou o circuito e agora ruma para seu inacreditável primeiro Oscar. Na pele da esposa de Eddie Redmayne, a atriz oferece um contraponto digno para a extraordinária performance de seu colega, e seu incrível carisma e dramaticidade nos deixam claro que Vikander é essencial para o sucesso do longa.

Prêmios: SAG

Quem pode levar: Kate Winslet, por Steve Jobs

Quem deveria levar: Jennifer Jason Leigh, por Os Oito Odiados

Deveria ter sido indicada: Alicia Vikander merecia ser lembrada mesmo por Ex Machina e Jane Fonda por Juventude.

Melhor Roteiro Original

oscar_roteiroorig

Quem vai levar: Spotlight: Segredos Reveladosde Tom McCarthy e Josh Singer

A corrida do Oscar foi tão imprevisível que a única certeza quanto a Spotlight é que seu roteiro sairá vitorioso. Com um caráter quase documental e uma postura de manifesto, o longa mergulha no cotidiano jornalístico para oferecer uma obra realista e pautada em fatos, evitando diálogos mais “ficcionais” a fim de manter sua veracidade. Um bom texto, sem dúvidas.

Prêmios: WGA, BAFTA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: Ex Machina: Instinto Artificial  

Quem deveria levar: Ponte dos Espiões 

Quem deveria ter sido indicado: Os Oito Odiados

Melhor Roteiro Adaptado

oscar_roteiroadap

Quem vai levar: A Grande Aposta, de Adam McKay e Charles Randolph

A grande guinada da carreira de Adam McKay, o diretor e roteirista de comédias embarca em uma complexa epopeia financial para destrinchar as origens da crise imobiliária de 2008. O roteiro aposta em uma linguagem difícil e técnica, se sobressaindo na exposição forçada que trazem celebridades para auxiliar o espectador. Humor negro e ácido na medida certa.

Prêmios: WGA, USC Scripter, BAFTA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: A Grande Aposta é a única aposta.

Quem deveria: A Grande Aposta

Quem deveria ter sido indicado: A ausência de Steve Jobs é criminosa.

Melhor Animação

oscar_animacao

Quem vai levar: Divertida Mente, de Pete Docter e Jonas Rivera

Um dos melhores filmes de 2015, a nova animação da Pixar traz o estúdio de volta à boa forma e novamente hábil em emocionar espectadores de todas as idades, justificando também sua indicação como Melhor Roteiro Original. Será um dos prêmios mais merecidos da noite, sem dúvida.

Prêmios: Annie, BAFTA, Critics Choice Awards, Globo de Ouro

Quem pode levar: Ninguém.

Quem deveria: Divertida Mente Anomalisa

Quem deveria ter sido indicado: Snoopy & Charlie Brown

Melhor Filme Estrangeiro

O Filho de Saul_Son of Saul_Saul Fia

Quem vai levar: Filho de Saul, da Hungria

Prêmios: Festival de Cannes, Globo de Ouro

Quem pode levar: Não vejo ninguém tirando o prêmio de Saul.

Quem deveria: Abraço da Serpente

Quem deveria ter sido indicado: Sinceramente? Foram excelentes escolhas.

Melhor Documentário

oscar_doc

Quem vai levar: Amy

Desde sua passada por festivais, o documentário que explora a vida pessoal de Amy Winehouse vem conquistando prêmios e fãs, inclusive os da finada cantora.

Prêmios: BAFTA, PGA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: Cartel Land

Quem deveria levar: O Peso do Silêncio

Quem deveria ter sido indicado: Going Clear: Scientology and the Prison of Belief

Melhor Fotografia

oscar_fotografia

Quem vai levar: O Regresso, de Emmanuel Lubezki

Emmanuel Lubezki caminha para seu terceiro Oscar consecutivo, para grande azar do mestre Roger Deakins e deleite dos fãs do fotógrafo mexicano. Rodado inteiramente em luz natural e ambientes reais, é indiscutível que O Regresso seja um longa belíssimo no quesito visual, além de contar com tomadas desafiadoras e extremas.

Prêmios: ASC, BAFTA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: Esse Oscar é do Chivo desde o primeiro trailer.

Quem deveria levar: O Regresso

Quem deveria ter sido indicado: Ponte dos Espiões Juventude

Melhor Design de Produção

oscar_design

Quem vai levar: Mad Max: Estrada da Fúria, de Colin Gibson e Lisa Thompson

Mesmo que seu ambiente principal seja um vasto deserto, o design de produção aqui é excepcional pelo nível de detalhes alcançado na criação dos veículos. Os carros transformados em verdadeiras máquinas mortíferas (santo trocadilho) através de objetos claramente improvisados, como pedaços de ossos, ferrugens e peças de outros veículos sugerem um mundo pós-apocalíptico obcebado pela mecânica. Até o núcleo de Immortan Joe traz forte influências de caveiras e heavy metal, passando pela máscara do grande tirano até a focinheira em forma de garfo de jardinagem de Max.

Prêmios: Art Directors Guild, BAFTA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: O Regresso

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: Star Wars: O Despertar da Força

Melhor Figurino

oscar_figurino

Quem vai levar: Mad Max: Estrada da Fúria, de Jenny Beavan

À primeira vista, não parece o mais inspirado dos trabalhos indicados, mas o figurino de Mad Max é um dos mais inventivos dos últimos anos. Seguindo a lógica de sobrevivência e improvisação pós-apocalíptica, Jenny Beavan abraça o gótico e o couro, nos trazendo trajes que incluem uma roupa completamente formada por munições, outra dominada por símbolos de caveiras e até as roupas brancas das Esposas de Immortan Joe.

Prêmios: BAFTA, Critics Choice Awards, Costume Designers Guild

Quem pode levar: A Garota Dinamarquesa

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: Os Oito Odiados

Melhor Montagem

oscar_montagem

Quem vai levar: Mad Max: Estrada da Fúria, de Margaret Sixel

Não houve ritmo mais frenético em 2015 do que aquele vivenciado nas perseguições de carro insanas de Mad Max. A montagem de Margaret Sixel é inteligente e mantém o fluxo da ação intocável, além de apostar em cortes compreensíveis que permitam a compreensão da pancadaria e um primeiro ato que jamais deixa o espectador respirar.

Prêmios: ACE Eddie, BAFTA, Critics Choice Awards

Quem pode levar: A Grande Aposta

Quem deveria levar: Mad Max é o grande merecedor, mas A Grande Aposta não seria uma escolha ruim.

Quem deveria ter sido indicado: Sicario: Terra de Ninguém

Melhor Maquiagem & Cabelo

oscar_maquiagem

Quem vai levar: Mad Max: Estrada da Fúria, por Lesley Vanderwalt, Elka Wardega e Damian Martin

Em um dos anos mais fracos da cada vez mais obsoleta (infelizmente) categoria de maquiagem, Mad Max desponta como o favorito. Ainda que O Regresso impressione pelo realismo das cicatrizes e barbas oleosas em Leonardo DiCaprio, o visual sujo e descuidado dos personagens de George Miller garante mais brilho – literalmente, quando passamos pelos War Boys e suas tatuagens em alto relevo e pintura cromada.

Prêmios: BAFTA, Make Up & Hairstyling Guild, Critics Choice Awards

Quem pode levar: O Regresso

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Que deveria ter sido indicado: Vingadores: Era de Ultron

Melhores Efeitos Visuais

oscar_vfx

Quem vai levar: Star Wars: O Despertar da Força

Há um pouco de ciência e superstição nessa escolha. O filme de J.J. Abrams saiu vitorioso nessa categoria no BAFTA, além de ter sido o grande campeão da Visual Effects Society. A superstição? Se um filme concorre tanto para Efeitos Visuais quanto Melhor Filme, acaba levando a primeira. Star Wars bate de frente com três candidatos com essa vantagem, que se iniciou justamente no Oscar de 1978… Quando o primeiro Star Wars inaugurou a “maldição”. Seria poético se o novo filme a quebrasse.

Prêmios: BAFTA, Visual Effects Society

Quem pode levar: O Regresso

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: A Travessia

Melhor Edição de Som

oscar_edicaosom

Quem vai levar: Mad Max: Estrada da Fúria, por Mark A. Mangini e David White

Filmes de ação sempre se dão bem nas categorias sonoras, e acredito em uma divisão de prêmios entre Mad Max e O Regresso. Graças às suas explosões, design sonoro inventivo e o espetáculo das perseguições de carro que envolvem bombas, gasolina, tempestades de areia e uma maldita guitarra incendiária, Estrada da Fúria deve se consagrar com o de Edição de Som.

Prêmios: Motion Picture Sound Editors

Quem pode levar: O Regresso

Quem deveria levar: Star Wars: O Despertar da Força

Quem deveria ter sido indicado: Kingsman: Serviço Secreto

Melhor Mixagem de Som

oscar_mix

Quem vai levar: O Regresso

Já mixagem é algo um pouco mais complexo. Mesmo que traga uma trilha sonora muito mais contida e silenciosa do que a de Mad Max, a mixagem de O Regresso é absolutamente imersiva e atmosférica, conseguindo com sucesso criar uma paisagem sonora orgânica e realista dentro de florestas, geleiras e cachoeiras. Novamente sobre a trilha, é tão naturalista que quase mistura-se com o sopro do vento.

Prêmios: Cinema Audio Society, BAFTA

Quem pode levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria levar: Mad Max: Estrada da Fúria

Quem deveria ter sido indicado: Straight Outta Compton: A História do N.W.A.

Melhor Trilha Sonora

oscar_trilha

Quem vai levar: Os Oito Odiados, de Ennio Morricone

A primeira trilha sonora original para um filme de Quentin Tarantino coincide com o retorno de Ennio Morricone ao western, e para seu merecido primeiro Oscar. Show de um tema só que se desenvolve de forma assustadora, a trilha sonora de Os Oito Odiados é arrebatadora e inquietante. E olha, é muito divertido ver Morricone versus John Williams, dois dos maiores compositores da História do Cinema, no mesmo ano.

Prêmios: BAFTA, Critics Choice Awards, Globo de Ouro

Quem pode levar: Outra certeza da noite.

Quem deveria levar: Esse Oscar vai pras mãos certas.

Quem deveria ter sido indicado: Daniel Pemberton, seja por Steve Jobs quanto por O Agente da U.N.C.L.E.

Melhor Canção Original

oscar_cancao

Quem vai levar: “Til It Happens to You”, de Lady Gaga e Diane Warren para The Hunting Ground

Não sei vocês, mas sinto que Lady Gaga está prestes a ter um momentum no mundo do entretenimento. Além de seu sucesso como cantora e atriz na série American Horror Story, sua indicação inesperada no poderoso documentário sobre abuso sexual pode tornar-se atraente para a Academia. Juro que gosto de Writing’s On the Wall, mas não acredito em sua vitória.

Prêmios: Nenhum.

Quem pode levar: Writing’s On the Wall, de Sam Smith e James Napier por 007 Contra Spectre

Quem deveria levar: Pode ser o Sam Smith (já o Ritter Fan discorda mais do que veementemente… e o Matheus entregaria o prêmio para Simple Song #3 de Juventude).

Quem deveria ter sido indicado: “See You Again”, de Whiz Khalifa e Charlie Puth para Velozes & Furiosos 7

Melhor Curta-Metragem

shok_curta_oscar_plano_critico

Quem vai levar: Shok

Além de excelente, tem toda a crítica anti-guerra e o sentimentalismo que a Academia gosta.

Prêmios: Aix-en-Provence International Short Film Festival, Aspen Shortsfest, Berlin Interfilm Festival, HollyShorts Film Festival, Manhattan Short Film Festival, San Jose International Short Film Festival, THESS International Short Film Festival, Washington DC Shorts Film Festival

Quem pode levar: Everything will be Okay

Quem deveria levar: Everything will be Okay, mas se Shok ganhar também será muito merecido.

Quem deveria ter sido indicado: Ellis

Melhor Animação Curta-Metragem

world_of_tomorrow_curta_oscar_2016_plano_critico

Quem vai levar: World of Tomorrow

Estranho,  mas fascinante e arrebatou os principais prêmios de sua categoria.

Prêmios: AFI Fest, International Animated Film Festival, Annecy International Animated Film Festival, Annie Awards e mais 22 outros.

Quem pode levar: Sanjay’s Super Team

Quem deveria levar: World of Tomorrow

Quem deveria ter sido indicado: Lava

Melhor Documentário Curta-Metragem

Quem vai levar: Não conseguimos assistir os representantes desta categoria.

Quem deveria: Não conseguimos assistir os representantes desta categoria.

Deveria ter sido indicado: Não conseguimos assistir os representantes desta categoria.

LUCAS NASCIMENTO . . . Estudante de audiovisual e apaixonado por cinema, usa este como grande professor e sonha em tornar seus sonhos realidade ou pelo menos se divertir na longa estrada da vida. De blockbusters a filmes de arte, aprecia o estilo e o trabalho de cineastas, atores e roteiristas, dos quais Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock servem como maiores inspirações. Testemunhem, e nos encontramos em Valhalla.