Lista | Vencedores do BAFTA 2018

Duas semanas para o Oscar 2018, caros leitores do Plano Crítico. E parece que Três Anúncios vai vir forte, tendo ganhado prêmios importantes no BAFTA desse ano. De resto, as tendências de vitórias, fomentadas pelas demais premiações, se concretizaram, mesmo que o BAFTA seja consideravelmente bem diferente da votações dos sindicatos. Frances McDormand, Guillermo Del Toro, Gary Oldman, Allison Janney e Sam Rockwell foram prestigiados, o que não era nada inesperado. Fiquem ligados no Plano Crítico, sigam a nossa cobertura do Oscar (faltam pouquíssimos filmes a serem cobertos por nós, além de alguns curtas) e deixem seus comentários acerca de suas expectativas.


Mensagem Secreta Para Os Curiosos

Melhor Filme

Melhor Filme Britânico

Estreia Notável de Um Cineasta Britânico

  • The Ghoul – Gareth Tunley (roteirista/diretor/produtor), Jack Healy Guttman & Tom Meeten (produtores)
  • I Am Not a Witch – Rungano Nyoni (roteirista/diretor), Emily Morgan (Produtor)
  • Jawbone – Johnny Harris (escritor/produtor), Thomas Napper (diretor)
  • Kingdom of Us – Lucy Cohen (diretor)
  • Lady Macbeth – Alice Birch (roteirista), William Oldroyd (diretor), Fodhla Cronin O’Reilly (produtor)

Melhor Filme em Língua Não-Inglesa

Melhor Documentário

Melhor Longa Animado

Melhor Diretor

Melhor Roteiro Original

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Atriz

Melhor Ator

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Trilha Sonora Original

Melhor Fotografia

Melhor Edição

Melhor Design de Produção

Melhor Figurino

Melhor Penteado e Maquiagem

Melhor Som

Melhores Efeitos Visuais

Melhor Curta de Animação Britânico

  • Have Heart
  • Mamoon
  • Poles Apart

Melhor Curta Britânico

  • Aamir
  • Cowboy Dave
  • A Drowning Man
  • Work
  • Wren Boys

EE Rising Star Award – Estrela em ascenção

  • Daniel Kaluuya
  • Florence Pugh
  • Josh O’Connor
  • Tessa Thompson
  • Timothée Chalamet
GABRIEL CARVALHO . . . Sem saber se essa é a vida real ou é uma fantasia, desafiei as leis da gravidade, movido por uma pequena loucura chamada amor. Os anos de carinho e lealdade nada foram além de fingimento. Já paguei as minhas contas e entre guerras de mundos e invasões de Marte, decidi que quero tudo. Agora está um lindo dia e eu tive um sonho. Um sonho de uma doce ilusão. Nunca soube o que era bom ou o que era ruim, mas eu conhecia a vida já antes de sair da enfermaria. É estranho, mas é verdade. Eu me libertei das mentiras e tenho de aproveitar qualquer coisa que esse mundo possa me dar. Apesar de ter estado sobre pressão em momentos de grande desgraça, o resto da minha vida tem sido um show. E o show deve continuar.