Lista | Vencedores do Globo de Ouro 2018

O septuagésimo quinto Globo de Ouro, uma das mais polêmicas premiações dos Estados Unidos, aconteceu ontem, dia 7 de janeiro de 2018. Muitos consideram o Globo de Ouro como um prenúncio do Oscar, uma ideia do que pode acontecer nas categorias do grande prêmio de cinema do ano. Por outro lado, este também abrange a televisão e acima de tudo, divide algumas categorias em duas: Drama e Comédia/Musical. Por falar em comédia e musical, ainda estou perplexo com a vitória de Lady Bird. Como o divertidíssimo, super hilário, Corra! não venceu? Brincadeiras a parte, é conhecidíssima a má fama que essa premiação tem, dado passados de escândalos envolvendo compra de indicações. Afinal, como entender a nomeação de O Turista em 2011? Mas 2018 foi um Globo de Ouro menos problematizado, embora a presença de O Rei do Show e sua indicação seja algo controverso, dada a sua recepção consideravelmente negativa pela crítica especializada.

Sem muitas delongas, vamos fazer um parecer do que foi essa noite? Com a maioria das mulheres vestidas de preto, o Globo de Ouro foi palco de discursos sobre empoderamento, sobre igualdade de gênero, contrário aos assédios sexuais, o que é algo realmente gratificante de ver para aqueles que acreditam em um mundo melhor. O humor, uma forma de se criticar a sociedade que vivemos, foi usado por Seth Meyers, apresentador dessa edição, para cutucar a ferida de Hollywood, causada pelos recentes escândalos sexuais, envolvendo figuras como VocêSabe-Quem e Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado, a qual será cicatrizada aos poucos com a força que as mulheres da indústria estão tendo em se erguer e falar a verdade, expor um cinema doentio. Uma pontuação merecidíssma ao discurso poderoso de Oprah e ao comentário certeiro de Natalie Portman sobre a categoria de Melhor Diretor. Cadê Greta Gerwig? Mesmo assim, fiquei muito feliz com a vitória de Del Toro, visivelmente emocionado no palco. Estão preparados para o especial do diretor que faremos aqui no site? Será fantástico.

Sobre as vitórias, na parte de televisão Big Little Lies saiu como o maior vencedor, com quatro prêmios, algo que casou perfeitamente com o clima da noite. Já na parte de cinema, Três Anúncios Para Um Crime, filme que ainda não estreou no Brasil infelizmente e que ainda não possui crítica no site, também levou quatro estatuetas, presenteando a magnífica Frances McDormand; uma vitória previsível, mas que dizem ter sido bastante merecida. Outra vitória que já estava prenunciada era a de Saoirse Ronan, bastante aclamada pelo seu trabalho em Lady Bird. Um parênteses mais que especial à homenagem feita a Kirk Douglas, definição de lenda viva, com 101 anos. E é claro a Tommy Wiseau no palco do Globo de Ouro junto com James Franco, vencedor da categoria de Melhor Ator – Musical ou Comédia. Embora eu estivesse torcendo para vitória do humorista Daniel Kaluuya, na, repito, brilhante comédia Corra!, valeu totalmente a pena ver essa cena. Um momento inesquecível. Oh, hai Mark. Já adianto que haverá crítica aqui no site para The Room, antecedendo o lançamento oficial de Artista do Desastre aqui no Brasil. Algo curioso que eu notei? Me Chame Pelo Seu Nome passando em branco. Ah, só eu que estou sentindo o cheirinho de Oscar para Gary Oldman? Fiquem ligados, e é isso. Começa a nossa jornada pela temporada de premiações no Plano Crítico, a qual terminará apenas em 4 de março, com o Oscar 2018.

Contém spoilers dos vencedores do Globo de Ouro. Mas todo mundo sabe que o que importa mesmo é o Oscar, e o Globo de Ouro não afeta-tanto quanto outras premiações, como as de sindicato, por exemplo, não é verdade?


.

Cinema

Melhor Filme – Drama

Me Chame Pelo Seu Nome

The Post: A Guerra Secreta

Dunkirk

A Forma da Água

Três Anúncios Para Um Crime – VENCEDOR 

Melhor Filme – Comédia e Musical

Artista do Desastre

Corra!

I, Tonya

Lady Bird: É Hora de Voar – VENCEDOR 

O Rei do Show

Melhor Diretor

Guillermo del Toro – A Forma da Água – VENCEDOR 

Martin McDonagh – Três Anúncios Para Um Crime

Christopher Nolan – Dunkirk

Ridley Scott – Todo o Dinheiro do Mundo

Steven Spielberg – The Post: A Guerra Secreta

Melhor Ator de Filme Dramático

Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma

Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq.

Gary Oldman – O Destino de Uma Nação – VENCEDOR 

Timothée Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome

Tom Hanks – The Post: A Guerra Secreta

Melhor Atriz de Filme Dramático

Jessica Chastain – A Grande Jogada

Sally Hawkins – A Forma da Água

Frances McDormand – Três Anúncios Para Um Crime – VENCEDOR 

Meryl Streep – The Post: A Guerra Secreta

Michelle Williams – Todo o Dinheiro do Mundo

Melhor Ator em Filme de Comédia ou Musical

Ansel Elgort – Em Ritmo de Fuga

Daniel Kaluuya – Corra!

Hugh Jackman – O Rei do Show

James Franco – Artista do Desastre – VENCEDOR

Steve Carell – A Guerra dos Sexos

Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical

Judi Dench – Victoria e Abdul: O Confidente da Rainha

Helen Mirren – The Leisure Seeker

Margot Robbie – I, Tonya

Saoirse Ronan – Lady Bird: É Hora de Voar – VENCEDOR 

Emma Stone – A Guerra dos Sexos

Melhor Ator Coadjuvante

Willem Dafoe – Projeto Flórida

Armie Hammer – Me Chame Pelo Seu Nome

Richard Jenkins – A Forma da Água

Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo

Sam Rockwell – Três Anúncios Para Um Crime – VENCEDOR

Melhor Atriz Coadjuvante

Mary J. Blige – Mudbound

Hong Chou – Pequena Grande Vila

Allison Janney – I, Tonya  – VENCEDOR

Laurie Metcalf – Lady Bird: É Hora de Voar

Octavia Spencer – A Forma da Água

Melhor Roteiro de Filme

A Forma da Água – Guillermo del Toro

A Grande Jogada – Aaron Sorkin

Lady Bird: É Hora de Voar – Greta Gerwig

The Post: A Guerra Secreta – Liz Hannah, Josh Singer

Três Anúncios Para Um Crime – Martin McDonagh – VENCEDOR

Melhor Animação

Com Amor, Van Gogh

O Poderoso Chefinho 

O Touro Ferdinando

The Breadwinner

Viva: A Vida é Uma Festa – VENCEDOR

Melhor Filme em Língua Estrangeira

Em Pedaços – VENCEDOR 

First They Killed My Father: A Daughter of Cambodia Remembers

Nelyubov

The Square: A Arte da Discórdia

Uma Mulher Fantástica

Melhor Trilha Sonora para Filme

A Forma da Água – Alexandre Desplat – VENCEDOR 

Dunkirk – Hans Zimmer

The Post: A Guerra Secreta – Vários

Trama Fantasma – Jonny Greenwood

Três Anúncios Para Um Crime – Carter Burwell

Melhor Canção Original

“Home” – O Touro Ferdinando

“River” – Mudbound

“Remember Me” – Viva: A Vida é Uma Festa

“The Star” – A Estrela de Belém

“This Is Me” – O Rei do Show – VENCEDOR 

Televisão

Melhor Série Dramática

The Crown (Netflix)

Game of Thrones (HBO)

The Handmaid’s Tale (Hulu) – VENCEDOR 

Stranger Things (Netflix)

This Is Us (NBC)

Melhor Série – Musical ou Comédia

Black-ish

Master of None

SMILF

The Marvelous Mrs. Maisel – VENCEDOR 

Will & Grace

Melhor Filme para TV ou Série Limitada

Big Little Lies – VENCEDOR 

Fargo

Feud

The Sinner

Top of the Lake: China Girl

Melhor Ator em Série Dramática

Jason Bateman – Ozark

Sterling K. Brown – This Is Us – VENCEDOR 

Freddie Highmore – The Good Doctor

Bob Odenkirk – Better Call Saul

Liev Schreiber – Ray Donovan

Melhor Atriz em Série Dramática

Catriona Balfe – Outlander

Claire Foy – The Crown

Maggie Gylenhaal – The Deuce

Katherine Langford – 13 Reasons Why

Elisabeth Moss – Handmaid’s Tale – VENCEDOR 

Melhor Ator em Série de Comédia ou Musical

Anthony Anderson – Black-ish

Aziz Ansari – Master of None – VENCEDOR 

Kevin Bacon – I Love Dick

William H. Macy – Shameless

Eric McCormack – Will and Grace

Melhor Atriz em Série de Comédia ou Musical

Pamela Adlon – Better Things

Alison Brie – Glow

Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel – VENCEDOR 

Issa Rae – Insecure

Frankie Shaw – Smilf

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme Feito para TV

Robert De Niro – The Wizard of Lies

Ewan McGregor – Fargo – VENCEDOR 

Geoffrey Rush – Genius 

Jude Law – The Young Pope

Kyle MacLachlan – Twin Peaks

Melhor Atriz de Minissérie ou Filme Feito para TV

Jessica Biel – The Sinner

Jessica Lange – Feud

Nicole Kidman – Big Little Lies – VENCEDOR 

Reese Witherspoon – Big Little Lies

Susan Sarandon – Feud

Melhor Ator Coadjuvante para Série, Minissérie ou Filme para TV

Alexander Skarsgård – Big Little Lies – VENCEDOR 

Alfred Molina – Feud

Christian Slater – Mr. Robot

David Harbour – Stranger Things

David Thewlis – Fargo

Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Minissérie ou Filme para TV

Ann Dowd – The Handmaid’s Tale

Chrissy Metz – This Is Us

Laura Dern – Big Little Lies – VENCEDOR 

Michelle Pfeiffer – The Wizard of Lies

Shailene Woodley – Big Little Lies

#########

Não se esqueçam de deixar nos comentários seus pensamentos em relação à premiação. Os vencedores, os perdedores, a noite. Acham que os nomeados desse ano foram fortes? As vitórias atenderem a suas expectativas?

GABRIEL CARVALHO . . . Sem saber se essa é a vida real ou é uma fantasia, desafiei as leis da gravidade, movido por uma pequena loucura chamada amor. Os anos de carinho e lealdade nada foram além de fingimento. Já paguei as minhas contas e entre guerras de mundos e invasões de Marte, decidi que quero tudo. Agora está um lindo dia e eu tive um sonho. Um sonho de uma doce ilusão. Nunca soube o que era bom ou o que era ruim, mas eu conhecia a vida já antes de sair da enfermaria. É estranho, mas é verdade. Eu me libertei das mentiras e tenho de aproveitar qualquer coisa que esse mundo possa me dar. Apesar de ter estado sobre pressão em momentos de grande desgraça, o resto da minha vida tem sido um show. E o show deve continuar.