Home TVEpisódio Crítica | Agents of S.H.I.E.L.D. – 5X13: Principia

Crítica | Agents of S.H.I.E.L.D. – 5X13: Principia

por Ritter Fan
73 views (a partir de agosto de 2020)

Marion Cobretti

Episódio

  • Há spoilers do episódio e da série. Leia, aquias críticas dos outros episódios e, aquide todo o Universo Cinematográfico Marvel .

Quando Coulson e Daisy abordam Tony Caine (Jake Busey) em uma garagem e Tremor começa a chamá-lo por seus vários codinomes, Marion Cobretti é mencionado. Uma série de super-heróis que faz referência a Stallone Cobra deveria ser proibida, pois esse tipo de easter-egg é desleal, transformando todo e qualquer episódio que usa desse expediente automaticamente insuperável e merecedor de pelo menos cinco estrelas. E pronto, acabei a crítica. Podem ir lá nos comentários para dizer que concordam plenamente, digitando com um fósforo na boca, óculos escuros espelhados e luvas pretas de couro depois de cortar pizza fria com tesoura…

Brincadeiras à parte (ou nem tanto), Principia é um episódio funcional. Depois de apelar para a nostalgia pura ao comemorar o 100º episódio, os showrunners voltam à “programação normal” usando como gancho a fenda espaço-temporal aberta em The Real Deal que, como Fitz já havia deixado claro, não foi fechada apropriadamente. Assim, parte da equipe sai para obter mais gravitonium, o que definitivamente reintroduz de vez essa instável substância, colocando-a novamente à frente das especulações originadas lá na primeira metade da temporada como candidata à catalisadora da destruição da Terra, possivelmente com a volta do Dr. Franklin Hall, desta vez já como Graviton, super-vilão dos quadrinhos.

Trata-se de uma missão básica que, porém, faz referência não só à tomada de poder pela Hydra lá atrás em Soldado Invernal – algo que perpassa todo o episódio – como também à Cybertek, empresa conectada com a agência vilanesca e responsável pelo Projeto Deathlok. A amarração de elementos de priscas eras é boa e sempre bem-vinda, algo que a série tornou-se particularmente especialista em fazer (e sim, ainda estou esperando sentado para saber o que aconteceu com o irmão inumano da senadora da temporada passada…) e, aqui, como Daisy deixa bem claro, o objetivo é matar dois coelhos com a proverbial uma cajadada só: recuperar o gravitonium e obter material para as próteses de Yo-Yo. Para isso, uma pequena caçada começa, primeiro com a localização do já mencionado Tony Caine, que assinara os atestados de óbito falsos dos cientistas da Cybertek para encobrir seus paradeiros de forma a chegar a um deles e, então, à substância. Ou seja, um caça ao tesouro típica e de estrutura clichê, o que não é algo necessariamente ruim.

Em uma daquelas coincidências de revirar os olhos, Caine, ora, ora, é amigo de longa data de Mack e tudo fica entre bros, ainda que eu desconfie de qualquer papel que Jake Busey faça. De toda forma, a ação no navio que batiza o episódio que, no lugar de afundar anos atrás, está quase em órbita da Terra, foi uma sacada genial e divertida, levando à segunda melhor referência do episódio, depois que Caine revela que Mack era Mack Hammer, por adorar McHammer. Em um momento inspirado, quando Fitz deixa claro que a esfera de gravitonium não pode ser tocada, Coulson solta um “can’t touch this” para Mack que, não muito tempo depois, manda ver um “it’s hammer time“. Divertido como as referências da série costumeiramente são, ainda que a ação no navio tenha deixado a desejar em termos de ação.

Na verdade, diria que o episódio todo deixou a desejar nesse quesito. Se a escolha deliberada em focar no lado intimista no episódio anterior segurou os esperados momentos “épicos”, Principia também foi econômico, de certa forma até mesmo andando de lado em termos narrativos. O foco, além da recuperação de parte da substância, foi na continuação da formação do grupo vilanesco da general Hale, com a reapresentação de Alexander Braun ou, melhor dizendo, Werner von Strucker (Spencer Treat Clark voltando para a série pela primeira vez desde a 3ª temporada), filho do Barão Strucker, agora com poderes de cognição ampliados, dando-lhe mais do que memória eidética, um poder que Hale tenta utilizar para obter os planos do barão.

Todo o processo de convencimento do jovem Strucker com a beiçuda Ruby sendo usada como instrumento de sedução foi lento e, mais do que isso, sonolento. Mais uma vez, o roteiro caminhou sem avançar de verdade, protraindo o óbvio por mais tempo do que o necessário e deixando-nos com a dúvida básica: estaria Ruby fazendo jogo duplo ao revelar a “verdade” para Strucker? Saberemos assim que a versão Agents of S.H.I.E.L.D. dos Thunderbolts for efetivamente criada e lançada contra os agentes, algo que espero que aconteça mais rapidamente do que apenas lá pelo penúltimo episódio da temporada.

Mesmo com escolhas estranhas e convenientes demais na narrativa, o episódio fez sentido estrutural dentro da temporada, desenvolvendo também o lado mais… doce de Deke que continua deslumbrado com o passado e mais ainda com a convivência com seus avós (com direito a um vislumbre – finalmente! – de sua mãe em um momento sem lá muito sentido, mas que devemos aceitar só porque foi “legal”). Principia é como uma pausa para respirar e reagrupar os pensamentos, preparando-nos para os nove episódios finais. Há muito pela frente (ou pouco, se essa for a última temporada), mas o porvir parece-me muito promissor, especialmente se a próxima referência for a Comando para Matar ou Rambo

Agents of S.H.I.E.L.D. – 5X13: Principia (EUA, 16 de março de 2018)
Showrunner: Jed Whedon, Maurissa Tancharoen, Jeffrey Bell
Direção: Brad Turner
Roteiro: Craig Titley
Elenco: Clark Gregg, Chloe Bennet, Ming-Na Wein, Iain De Caestecker, Elizabeth Henstridge, Henry Simmons, Natalia Cordova-Buckley, Jeff Ward, Catherine Dent, Dove Cameron, Briana Venskus, Brian Patrick Wade, Jake Busey,  Spencer Treat Clark
Duração: 43 min.

Você Também pode curtir

87 comentários

Elessar 19 de março de 2018 - 14:21

Valeu Ritter! Como sempre com ponderações muito pertinentes aos episódios! Ainda não assisti, mas não ligo para spoilers e me divirto, entretenho e aprendo bastante com as críticas do site, que por sinal, é meu site favorito de críticas.
Só de saber que houve referência ao Marion Cobretti já me entusiasmei! Agora quero referências, como o próprio Ritter quer ao John Matrix, ao Jonh Rambo e ao Jonh Macclane também! Quem sabe ao James Bradock e demais brucutus que marcaram minha infância!
A mim essa série me lembra um quadrinho em tela, semanal, pois não tem medo nenhum de usar muitos dos temas que são próprios às hqs.
E outra coisa me é muito legal, AoS conquistou tb minha esposa que jamais leu uma hq na vida e toda semana me cobra se tem episódios novos pra assistirmos!

Responder
planocritico 19 de março de 2018 - 15:23

Obrigado pelo prestígio, @disqus_rkxrHxkiwx:disqus !

Que bacana esse seu depoimento sobre sua esposa. Isso mostra o quanto AoS consegue ser mais universal e não restrita a uma “mera” adaptação de HQ.

Abs,
Ritter.

Responder
Jose Claudio Gomes Souza 19 de março de 2018 - 14:19

Será que ninguém mais se incomoda com o fato de um navio flutuando no ar nunca ter sido detectado???

Responder
planocritico 19 de março de 2018 - 15:14

Mas o navio foi detectado. A general Hale sabia que ele estava lá tanto que plantou aqueles ciborgues que estavam em “modo de espera” para caso alguém o invadisse. E foi ela quem furtou a maior parte do gravitonium. Dali em diante, certamente o exército – ou seja lá a organização em que ela trabalha – deve ter passado a “esconder” o navio.

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 19 de março de 2018 - 15:14

Mas o navio foi detectado. A general Hale sabia que ele estava lá tanto que plantou aqueles ciborgues que estavam em “modo de espera” para caso alguém o invadisse. E foi ela quem furtou a maior parte do gravitonium. Dali em diante, certamente o exército – ou seja lá a organização em que ela trabalha – deve ter passado a “esconder” o navio.

Abs,
Ritter.

Responder
Jose Claudio Gomes Souza 19 de março de 2018 - 14:19

Será que ninguém mais se incomoda com o fato de um navio flutuando no ar nunca ter sido detectado???

Responder
Wesley Colatti 18 de março de 2018 - 20:39

Gostei do episódio, mas confesso que algumas coisas me incomodaram um pouco. A começar pelo Deke que me irritou com todo o seu deslumbramento pela Terra (tô contigo Fitz). Entendo que ele é de um futuro pós-apocalíptico, mas ele pareceu muito infantilizado, beirando o nível bobalhão. Essa questão superada, as conveniências do roteiro me pareceram muito forçadas também, mas essa “frustração” com o episódio deu-se pela alta qualidade que essa temporada está mantendo, então, no fim, não foi um saldo tão negativo assim para mim.
Pela promo do próximo episódio dá pra perceber que o Russo estará de volta e Fitz irá confrontar sua versão Leopold do Framework. É os produtores tratando de arrumar todas as pontas soltas, incluindo o gravitonium da longínqua primeira temporada. Não duvido o irmão inumano da senadora também acabar aparecendo antes do encerramento desse quinto (e derradeiro?) ano.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 21:50

Acho o deslumbramento infantil de Deke perfeitamente aceitável. O cara passou a vida toda sem nem mesmo saber o que é ar puro. Sem ver um lago que seja. Sem ter liberdade. E nunca conheceu seus avós. O cara está no paraíso. Sua reação é, para mim, a única possível.

Sobre o inumano, tomara que ele apareça nem que seja para dizer “oi, estou vivo e meu novo poder é sumir magicamente de Agents of Shield…”.

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 23 de março de 2018 - 01:35

assisti Krypton, esta série promete. Foi um episodio redondinho, e me surpreendeu os efeitos especiais estão acima da média, a nave do Braniac é de arrepiar.! Quero sua critica pra ontem.

Responder
planocritico 23 de março de 2018 - 15:40

@disqus_9KZLz8G0wg:disqus , crítica no ar! E cadê a Fênix????? HAHAHAHAHAHAHA

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 23 de março de 2018 - 15:45

kkkkkkkk coloquei ela pra descansar um pouco. vou conferir.

Stella 23 de março de 2018 - 01:35

assisti Krypton, esta série promete. Foi um episodio redondinho, e me surpreendeu os efeitos especiais estão acima da média, a nave do Braniac é de arrepiar.! Quero sua critica pra ontem.

Responder
pebalina 7 de abril de 2018 - 02:33

Talvez os roteiristas estejam querendo que vejamos Fitz e Simmons com sua nova família “pouco normal”: recém-casados ganharam de cara um “neto” para cuidar durante o trampo… Talvez essa infantilidade do Deke seja para mostrá-lo como neto deles, ou melhor, mostrar Fitz e Gemma como avós, pais, responsáveis por alguém… Já vimos May sendo “mãe” de uma idosa… Não sei se expressei bem, mas acho que querem algo nesse caminho…

Responder
pebalina 7 de abril de 2018 - 02:33

Talvez os roteiristas estejam querendo que vejamos Fitz e Simmons com sua nova família “pouco normal”: recém-casados ganharam de cara um “neto” para cuidar durante o trampo… Talvez essa infantilidade do Deke seja para mostrá-lo como neto deles, ou melhor, mostrar Fitz e Gemma como avós, pais, responsáveis por alguém… Já vimos May sendo “mãe” de uma idosa… Não sei se expressei bem, mas acho que querem algo nesse caminho…

Responder
Junito Hartley 18 de março de 2018 - 20:07

Tambem fico com um pé atras quando algum personagem do Jake Busey aparece, o histórico de personagem dele nao é confiável hehehe.

PS: Hunter ajudou pra caramba o Fitz naquele episodio, sera que nao volta mais?

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 21:48

Esse Busey não me engana!

Sobre Hunter, ele bem que podia voltar, mas acho que não vai acontecer não…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 21:48

Esse Busey não me engana!

Sobre Hunter, ele bem que podia voltar, mas acho que não vai acontecer não…

Abs,
Ritter.

Responder
Fabio Gomes 20 de março de 2018 - 15:27

#voltaHunter
#voltaBobbi

Responder
Alain Oliveira 18 de março de 2018 - 19:16 Responder
Junito Hartley 18 de março de 2018 - 20:07

Tambem fico com um pé atras quando algum personagem do Jake Busey aparece, o histórico de personagem dele nao é confiável hehehe.

PS: Hunter ajudou pra caramba o Fitz naquele episodio, sera que nao volta mais?

Responder
Alain Oliveira 18 de março de 2018 - 19:04

Esse último arco está sendo uma bela homenagem à toda série. Mas se a série acabar e o Graviton não aparecer… acabou a paz

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:08

#Gravitonjá !

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:08

#Gravitonjá !

Abs,
Ritter.

Responder
Alain Oliveira 18 de março de 2018 - 19:16 Responder
Alain Oliveira 18 de março de 2018 - 19:04

Esse último arco está sendo uma bela homenagem à toda série. Mas se a série acabar e o Graviton não aparecer… acabou a paz

Responder
Helder Lucas 18 de março de 2018 - 15:47

é por isso que eu AMO essa série. eu tô encantadíssimo com as referências e piadas referenciais até agora.
mas será que eles inserirão mesmo Graviton? de certa forma, Hale respondeu que o que restava do gravitonium está em posse de sua equipe — o que, na minha opinião, encerrou a possibilidade de aparição do super-vilão. eu ainda tenho esperança que ele esteja envolvido com o fim do mundo. é esperar pra ver (sei que os showrunners me trarão uma resposta surpreendente e satisfatória, como sempre).
excelente crítica como sempre, Ritter! mais uma vez termino o episódio e já venho correndo ver a sua opinião. haha <3

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 16:20

Obrigado pelo prestígio de sempre, @disqus_jUr7q7gAJR:disqus !

Eu acharia um desperdício se pelo menos uma versão do vilão na aparecesse de alguma forma.

Abs,
Ritter.

Responder
Eric 18 de março de 2018 - 14:14

O Deke é demais! O personagem mais engraçado da série! Mas o melhor momento do episódio foi o “can’t touch this”! Hahahaha morri de rir quando o Fitz falou isso!

Muito bom ver as homenagens e referências à própria história de AoS. HYDRA, Cybertek, Deathlok, Von Strucker, Graviton, Homem-Absorvente (carefree, como alguns tem chamado hahahaha).

Que nostalgia dá relembrar tudo o que já aconteceu na série. E que tristeza saber que estamos próximos do fim.

#Eric

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:26

@Eric_aragao:disqus , o Deke saiu de uma caracterização chata e vazia para um cara realmente divertido. Estou gostando muito dele agora.

E as referências aos eventos passados têm sido ótimas. Uma bela forma de criar um movimento circular à série se ela tiver que acabar agora.

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:26

@Eric_aragao:disqus , o Deke saiu de uma caracterização chata e vazia para um cara realmente divertido. Estou gostando muito dele agora.

E as referências aos eventos passados têm sido ótimas. Uma bela forma de criar um movimento circular à série se ela tiver que acabar agora.

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 17:41

Não foi o Fitz, foi o Coulson que falou “can’t touch this” migo kkkkkkk

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:11

Sim, foi o Coulson. E ainda pediu desculpas…

Abs,
Ritter.

Responder
Eric 19 de março de 2018 - 09:00

Sério mesmo? Caramba, pra mim tinha sido o Fitz!!!

Responder
Eric 19 de março de 2018 - 09:00

Sério mesmo? Caramba, pra mim tinha sido o Fitz!!!

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 17:41

Não foi o Fitz, foi o Coulson que falou “can’t touch this” migo kkkkkkk

Responder
Bruno 18 de março de 2018 - 13:40

Adoro suas criticas. Gostei muito do ep. Me lembrou dos primeiros episódios, citaram Garret, ian quinn, cibertek, etc. To gostando do jeito que estão costurando os acontecimentos das temporadas passadas

#shield Forever

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:27

Obrigado, Bruno!

Também estou adorando essa costura. Se a série tiver que acabar, será um final potencialmente perfeito.

Abs,
Ritter.

Responder
Luciano Vicente 18 de março de 2018 - 13:01

Mais um ótimo episódio é uma excelente crítica

Estou ansioso pelo desfecho e pela volta da Quake

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:28

Obrigado, @disqus_SgQCVCeAs5:disqus !

Cara, esse negócio de tirar o poder da Tremor está me irritando já… Todos os problemas tecnológicos são meio que resolvidos “magicamente”, mas o dela está persistindo por tempo demais…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:28

Obrigado, @disqus_SgQCVCeAs5:disqus !

Cara, esse negócio de tirar o poder da Tremor está me irritando já… Todos os problemas tecnológicos são meio que resolvidos “magicamente”, mas o dela está persistindo por tempo demais…

Abs,
Ritter.

Responder
Bruno 18 de março de 2018 - 13:40

Adoro suas criticas. Gostei muito do ep. Me lembrou dos primeiros episódios, citaram Garret, ian quinn, cibertek, etc. To gostando do jeito que estão costurando os acontecimentos das temporadas passadas

#shield Forever

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 11:31

Ótima crítica. Eu achei o episódio bem fraco por conta de algumas como a coincidência do bro do Mack, de revirar os olhos como voce citou, porém bem divertido kkkkk. Mas to gostando da interação do Fitz com o neto kkkkk ta bem engraçada, e Coulson zoando eu ri muito nessa parte. Acho que eles resolveram fazer um episódio leve, porque talvez as coisas fiquem mais tensas adiante.

Como fã de animes não sei se foi uma referencia mas lembrei logo de Space Battleship Yamato quando vi aquele navio nos céus, já que lá eles usam um dispositivo anti gravidade e modificaram um navio como nave espacial.
https://uploads.disquscdn.com/images/6d18d060ace9a4dbf8a212936216b7950fc52012d8e9f24d336454a75f2d4b33.jpg

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 11:31

Ótima crítica. Eu achei o episódio bem fraco por conta de algumas como a coincidência do bro do Mack, de revirar os olhos como voce citou, porém bem divertido kkkkk. Mas to gostando da interação do Fitz com o neto kkkkk ta bem engraçada, e Coulson zoando eu ri muito nessa parte. Acho que eles resolveram fazer um episódio leve, porque talvez as coisas fiquem mais tensas adiante.

Como fã de animes não sei se foi uma referencia mas lembrei logo de Space Battleship Yamato quando vi aquele navio nos céus, já que lá eles usam um dispositivo anti gravidade e modificaram um navio como nave espacial.
https://uploads.disquscdn.com/images/6d18d060ace9a4dbf8a212936216b7950fc52012d8e9f24d336454a75f2d4b33.jpg

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:28

Patrulha Estelar!!! Via isso muito no começo dos anos 80. Como não fiz a conexão!!! Perfeito, @disqus_9KZLz8G0wg:disqus !!!

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 17:34

Me surpreendi também que você não tenha feito, pois esse desenho foi reprisado até nos anos 90 na Manchete se não me engano, onde conheci outros como Shurato, Sailor Moon e etc kkkkkk.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:12

Meu tico e meu teco não se conectaram na hora! HAHAHAHAHAAHHAAH

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:12

Meu tico e meu teco não se conectaram na hora! HAHAHAHAHAAHHAAH

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 17:34

Me surpreendi também que você não tenha feito, pois esse desenho foi reprisado até nos anos 90 na Manchete se não me engano, onde conheci outros como Shurato, Sailor Moon e etc kkkkkk.

Responder
Josevando Sousa 18 de março de 2018 - 02:23

O episódio me pareceu uma história de origem tanto do Alex Strucker quanto da Ruby (na verdade não tanto origem e sim profundidade de seus personagens). Acho que vem uma boa parceria dos dois aí, tipo não sei se a Ruby vai enganar a mãe e junto com o Strucker se rebelar ou se isso faz parte do plano da general… se for mesmo a Ruby a principal vilã desse arco, tomara que a desenvolvam tal qual Aida/Ward/Jyaing (AoS tem histórico de desenvolver bem seus vilões).
Outros pontos que observei do episódio:
– Daisy e May escancarando que não vão desistir do Coulson
– YoYo sem fé me quebrou o coração, destaque para a atuação da Natalia Cordova que consegue passar a angústia/dor da personagem
– Deke todo bobão quando descobriu que Fitz-Simmons são seus avós hahahahaha (na moral eu amo o Deke)
– Ri tanto da foto do Mack e todos do team zoando ele KKKKKKK

Ritter, sei que você não ver as promos, mas tô doido pra te falar uma coisa que vai acontecer no episódio que vem (acompanhando suas reviews sei que vais amar). Posso contar ou quer surpresa? Kkkkk. Abraço e até mais.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:31

@josevandosousa:disqus , eu sei que o objetivo foi reapresentar Alex e aprofundar Ruby, mas a execução foi lenta demais, quase realmente chata. E aqueles close-ups nos beiços da moça foram irritantes… HAHAHAHAAHAHAHAHA

Sobre seus pontos:

– Coulson precisa morrer. Cada vez me convenço mais disso. É triste, mas é verdade!
– Cordova está espetacular no pouco espaço que estão dando para ela agora. Será interessantíssimo ver como isso se desenvolve.
– Deke agora está excelente.

Cara, topa segurar seu comentário para semana que vem? Aí conversamos com a crítica já no ar e completamente sem freios!

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:31

@josevandosousa:disqus , eu sei que o objetivo foi reapresentar Alex e aprofundar Ruby, mas a execução foi lenta demais, quase realmente chata. E aqueles close-ups nos beiços da moça foram irritantes… HAHAHAHAAHAHAHAHA

Sobre seus pontos:

– Coulson precisa morrer. Cada vez me convenço mais disso. É triste, mas é verdade!
– Cordova está espetacular no pouco espaço que estão dando para ela agora. Será interessantíssimo ver como isso se desenvolve.
– Deke agora está excelente.

Cara, topa segurar seu comentário para semana que vem? Aí conversamos com a crítica já no ar e completamente sem freios!

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 17:42

os lábios vagina da Ruby realmente foram irritantes kkkkkk Sei que a Disney colocou a atriz só pra chamar a atenção do publico fã dela, pois ela ainda não me desceu.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:10

Pois é… Nunca tinha ouvido falar nessa sujeita antes dela aparecer na série…

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:10

Pois é… Nunca tinha ouvido falar nessa sujeita antes dela aparecer na série…

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 20:15

Ela é queridinha da Disney dubla desenhos ( no qual incluirá a Spider Gwen, muitos tinham esperança dela ser ela na série), faz séries e telefilmes, é mais conhecida por pré adolescentes e pelo telefilme” Descendentes”.

planocritico 18 de março de 2018 - 21:47

Nossa… Eu até conheço Descendentes por causa das minhas filhas, mas não lembro da moça lá, até porque eu devo ter dormido naquela coisa… kkkkkkkk

Abs,
Ritter.

planocritico 18 de março de 2018 - 21:47

Nossa… Eu até conheço Descendentes por causa das minhas filhas, mas não lembro da moça lá, até porque eu devo ter dormido naquela coisa… kkkkkkkk

Abs,
Ritter.

Stella 18 de março de 2018 - 22:00

Deve ter dormido mesmo kkkkkkk pois ela é a protagonista principal, é a de cabelo Roxo kkkkkk
https://uploads.disquscdn.com/images/b3db13bf8a4e805e89f2ca04faccc444f9c60667589f79c0e3e63b44bd12ef9c.jpg

planocritico 18 de março de 2018 - 22:15

Putz, mas jamais que eu a reconheceria…

Abs,
Ritter.

Stella 18 de março de 2018 - 22:19

Mas como assim Old Logan? kkkk voce é igual meu namorado não consegue associar kkk Eu a reconheci na hora. Talvez eu seja boa com isso, não sei.

planocritico 18 de março de 2018 - 22:34

Não só tem o fator “idade avançada” aí para justificar minha incapacidade de ligar Ruby com a mulher de cabelo roxo aí, como também o fato que eu vi Descendentes de má vontade, mais rindo da tosquidão do negócio do que prestando atenção de verdade… He, he, he…

Abs,
Ritter.

Stella 18 de março de 2018 - 23:12

kkkkkkkkk entendo. É tosco mesmo. Quando tinha eu era adolescente não via nada do tipo, assistia animes violentos isso sim.

Stella 18 de março de 2018 - 22:00

Deve ter dormido mesmo kkkkkkk pois ela é a protagonista principal, é a de cabelo Roxo kkkkkk
https://uploads.disquscdn.com/images/b3db13bf8a4e805e89f2ca04faccc444f9c60667589f79c0e3e63b44bd12ef9c.jpg

Fabio Gomes 20 de março de 2018 - 15:31

kkkkkkkzzzzz

Fabio Gomes 20 de março de 2018 - 15:31

kkkkkkkzzzzz

Stella 18 de março de 2018 - 20:15

Ela é queridinha da Disney dubla desenhos ( no qual incluirá a Spider Gwen, muitos tinham esperança dela ser ela na série), faz séries e telefilmes, é mais conhecida por pré adolescentes e pelo telefilme” Descendentes”.

Fabio Gomes 20 de março de 2018 - 15:31

Somos 2

Josevando Sousa 18 de março de 2018 - 19:21

Topo sim hahaha imagino que você não ver as promos justamente pra ter surpresas (e logo adiantar que cê vai gostar bastante, eu acho).

Ritter chateadíssimo com os beiços da moça, como disse a Stela aqui em baixo só colocaram a Dove pra chamar atenção do público (público esse que parece ser gigantesco, tipo, ela é aquelas queridinha da Disney tal qual já foi a Miley Cirus, Selena Gomes etc). O Coulson morrer tô cada vez me convencendo mesmo disso, seria o desfecho perfeito, porém sei que vou ficar triste :/

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 19:24

Se a moça fosse pelo menos uma boa atriz ou se tivesse algum carisma como o Jake Busey, tudo bem… Mas ela é decoração de porta de adolescente babão. Nada contra, mas eu já passei E MUITO da idade…

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 18 de março de 2018 - 20:19

Verdade.Ela é uma isca para atrair o publico que gosta de séries teen de 12 á 16 anos kkkk a parte adolescente dela com aquele garoto é de matar!

planocritico 18 de março de 2018 - 21:46

Foi complicado de assistir mesmo. Mas o ator que faz o Strucker é bom. Pelo menos isso…

– Ritter.

Stella 18 de março de 2018 - 20:19

Verdade.Ela é uma isca para atrair o publico que gosta de séries teen de 12 á 16 anos kkkk a parte adolescente dela com aquele garoto é de matar!

Luciano Vicente 19 de março de 2018 - 14:52

Vi a promo, e cara, Se cumprir o que promete vai ser de tirar o fôlego

Com certeza o Ritter vai criar a sexta estrela

Responder
Luciano Vicente 19 de março de 2018 - 14:52

Vi a promo, e cara, Se cumprir o que promete vai ser de tirar o fôlego

Com certeza o Ritter vai criar a sexta estrela

Responder
planocritico 19 de março de 2018 - 15:21

Eita, vocês estão deixando meu hype lá em cima!!! Assim aumentam as chances de eu me decepcionar… HAHAHAHAAHHAHAAH

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 19 de março de 2018 - 15:21

Eita, vocês estão deixando meu hype lá em cima!!! Assim aumentam as chances de eu me decepcionar… HAHAHAHAAHHAHAAH

Abs,
Ritter.

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:31

Valeu, @josevandosousa:disqus ! Como sempre, GIFs espetaculares!

Abs,
Ritter.

Responder
Eric 18 de março de 2018 - 14:08

Caramba! Não tinha reparado nesse detalhe do Fitz e Deke agindo iguaizinhos! E o “can’t touch this” foi a melhor parte do episódio! Hahahaha

#Eric

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:32

Não. Marion Cobretti foi a melhor parte do episódio! HAHAHAHAHAHAH

Abs,
Ritter.

Responder
Helder Lucas 18 de março de 2018 - 15:51

também não prestei atenção nos dois! ahauahauahuaahu QUE MARAVILHA!

Responder
Josevando Sousa 18 de março de 2018 - 19:25

Essa foto foi uma das mais retwittadas na hora da exibição do episódio hahahahah não há como negar esses genes https://uploads.disquscdn.com/images/32aa8d7c2974686565affb340e1173a589a37f92abd60b4e2b12c1bb5fbff84e.jpg

Responder
Josevando Sousa 18 de março de 2018 - 19:25

Essa foto foi uma das mais retwittadas na hora da exibição do episódio hahahahah não há como negar esses genes https://uploads.disquscdn.com/images/32aa8d7c2974686565affb340e1173a589a37f92abd60b4e2b12c1bb5fbff84e.jpg

Responder
planocritico 18 de março de 2018 - 14:31

Valeu, @josevandosousa:disqus ! Como sempre, GIFs espetaculares!

Abs,
Ritter.

Responder
Bruno Souza 19 de março de 2018 - 02:49

Essa foto do Mack kkkkk.

Responder
Bruno Souza 19 de março de 2018 - 02:49

Essa foto do Mack kkkkk.

Responder
Josevando Sousa 18 de março de 2018 - 02:23

O episódio me pareceu uma história de origem tanto do Alex Strucker quanto da Ruby (na verdade não tanto origem e sim profundidade de seus personagens). Acho que vem uma boa parceria dos dois aí, tipo não sei se a Ruby vai enganar a mãe e junto com o Strucker se rebelar ou se isso faz parte do plano da general… se for mesmo a Ruby a principal vilã desse arco, tomara que a desenvolvam tal qual Aida/Ward/Jyaing (AoS tem histórico de desenvolver bem seus vilões).
Outros pontos que observei do episódio:
– Daisy e May escancarando que não vão desistir do Coulson
– YoYo sem fé me quebrou o coração, destaque para a atuação da Natalia Cordova que consegue passar a angústia/dor da personagem
– Deke todo bobão quando descobriu que Fitz-Simmons são seus avós hahahahaha (na moral eu amo o Deke)
– Ri tanto da foto do Mack e todos do team zoando ele KKKKKKK

Ritter, sei que você não ver as promos, mas tô doido pra te falar uma coisa que vai acontecer no episódio que vem (acompanhando suas reviews sei que vais amar). Posso contar ou quer surpresa? Kkkkk. Abraço e até mais.

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais