Home TVEpisódio Crítica | Fear the Walking Dead – 6X06: Bury Her Next to Jasper’s Leg

Crítica | Fear the Walking Dead – 6X06: Bury Her Next to Jasper’s Leg

por Ritter Fan
672 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há spoilers. Leia, aqui, as críticas de todos os episódios da série e, aqui, de todo nosso material do universo The Walking Dead.

E, pela primeira em sei lá quanto tempo, isso se não tiver sido a primeira vez, Fear the Walking Dead traz um episódio eminentemente focado não tão falada Virginia, supostamente a grande vilã dessa história toda, mas que, até agora,  muito sinceramente, mesmo levando em consideração o episódio sob análise, não exatamente mostrou a que veio. Por outro lado, aquela vilania do tipo Negan em seu início, ou seja, o cara sádico que gosta de estourar cabeças com um taco de beisebol envolto em arame farpado apenas para dar uma lição, é mais relacionável no sentido de ser mais facilmente identificável na linha do “Ali está o vilão. Temos que lutar contra ele.” e, portanto, mais rasteiro, mais simples de se colocar nas telinhas.

Uma Virginia da vida parece carregar com ela uma ambivalência que chega a ser enervante, mas que tem todo o potencial de resultar em algo melhor. Afinal, pelo menos em linhas gerais, o que ela quer é construir comunidades autossustentáveis em meio ao caos completo. Em um mundo pós-apocalíptico, sem algum tipo de pulso forte e decisões pouco amistosas, esse tipo de empreitada seria provavelmente impossível e ela é esse pulso forte. Bury Her Next to Jasper’s Leg é um episódio que vem justamente reiterar isso dentro do contexto do misterioso grupo em princípio terrorista que vem grafitando “o fim é o começo” pela região. O que eles querem ninguém exatamente ainda sabe, da mesma maneira que pouco conhecemos os planos de longo prazo de Virginia além do panorama geral que as comunidades existentes dão a entender.

Portanto, a reunião das linhas narrativas entre grupo terrorista e grupo de Virginia de maneira mais contundente e direta, com a líder apelando para tortura para descobrir o que precisa para desmantelar seus inimigos, vem em um momento necessário na temporada em que a série começava a ficar à deriva, sem um norte bem estabelecido. O atentado à refinaria de petróleo é um golpe mortal para os plano de Ginny e a ação ali, envolvendo principalmente June como uma enfermeira que tem a percepção de não estar conseguindo fazer a diferença, é bem trabalhada, com um roteiro simples, mas eficiente de Alex Delyle que consegue abordar a insatisfação e a tristeza de John com os eventos de The Key de maneira até radical considerando que ele acaba abandonando June, a infiltração do grupo dos pichadores (na falta de outro nome…) no de Virginia, os métodos violentos, mas talvez – se vistos com desapego, digamos assim – justificáveis dela e, finalmente, o tête-à-tête dela com June durante o isolamento das duas.

É justamente no isolamento que se percebe mais claramente que Virginia não foi imaginada como a grande vilã assassina e unidimensional, mas sim uma personagem um pouco mais balanceada que tem uma missão e que, do jeito dela, parece pensar nos outros, no mínimo dos mínimos em sua irmã Dakota. E June percebe isso mesmo que seu objetivo imediato seja construir um hospital, usando a mordida na mão de Virginia como moeda de troca. Se a aposta dará certo, só o tempo dirá, mas pelo menos o episódio conseguiu mergulhar um pouco mais na personagem de Colby Minifie.

O que realmente falta é o fim dos pequenos mistérios. Já é chegada a hora de Virginia revelar seu plano a nós, espectadores, além de entendermos melhor o grupo terrorista que vem assombrando a temporada desde seu começo. É um pouco cansativo ver o emprego constante de meias palavras, de explicações incompletas e de suposições. Estamos na 6ª temporada da série e esse tipo de artifício para prender a atenção do espectador já não dá mais certo, pelo que seria uma mudança saudável se tudo passasse a ser abordado às claras, de maneira menos fragmentada (afinal, não podemos esquecer que há ainda o grupo de Morgan na represa vazia) e dando a impressão de que Fear the Walking Dead está caminhando para a frente.

Fear the Walking Dead – 6X06: Bury Her Next to Jasper’s Leg (EUA, 15 de novembro de 2020)
Showrunner: Andrew Chambliss, Ian Goldberg
Direção: Sharat Raju
Roteiro: Alex Delyle
Elenco: Lennie James, Alycia Debnam-Carey, Maggie Grace, Colman Domingo, Danay García, Garret Dillahunt, Austin Amelio, Alexa Nisenson, Rubén Blades, Karen David, Jenna Elfman, Colby Minifie, Demetrius Grosse, Michael Abbott Jr., Zoe Margaret Colletti, Devyn A. Tyler, Christine Evangelista, Peter Jacobson, Cory Hart
Duração: 41 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais