Home TVEpisódio Crítica | Fundação – 1X09: The First Crisis

Crítica | Fundação – 1X09: The First Crisis

Uma raríssima tentativa de algo diferente.

por Roberto Honorato
3.404 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há spoilers! Confira aqui a crítica dos outros episódios!

“Esqueça a lógica. Tente a empatia”

The First Crisis deveria ter sido o pior episódio da temporada por conta da ausência do arco dramático de Irmão Dia (Lee Pace), que tem sido a melhor (ou única) parte interessante e envolvente da temporada até o momento, muito disso sendo consequência de outras personagens menos aproveitadas ou narrativas que nunca pareciam ir pra frente. Mas, por algum milagre, Fundação parece estar indo para algum lugar – pode ser ruim, mas pelo menos é alguma coisa. Deveriam ter aprendido com a série Raised By Wolves, que até quando parecia completamente perdida, estava constantemente tentando algo diferente, e eu prezo mais por tentativas do que o grande vazio criado pela fraude David S. Goyer.

Essa semana, finalmente, tivemos algum tipo de progresso na trama de outros núcleos, como de Salvor Hardin (Leah Harvey), que continua uma péssima personagem, mas algumas coisas parecem estar acontecendo, pela primeira vez, à sua volta. Estamos no penúltimo episódio e tudo que aconteceu com ela consegue ser resumido em apenas um. Hardin passou nove episódios se limitando a servir como refém e fazer caras e bocas sem tomar qualquer atitude, mas por algum motivo a série faz questão de reforçar como ela é “especial”, algo que foi introduzido lá no terceiro episódio e tem sido mencionado através da temporada como um jeito de lembrar o espectador (na cabeça de Goyer, o público tem uma péssima memória ou só é burro demais pra lembrar) como Hardin será importante no desenrolar da trama, o que já era óbvio no momento que a mãe da personagem a encarou pela primeira vez e perguntou se a filha conseguia compreender o código matemático de Hari Seldon. Se alguém ainda tinha dúvidas do óbvio, esse episódio confirma que Salvor Hardin era a chave para abrir o Cofre (que reviravolta!).

Por um lado, a trama de Hardin deu uma andada, e com a aparição de Hari Seldon (Jared Harris), as coisas devem mudar, e espero muito que algum tipo de urgência seja inserida na narrativa depois da morte da inconveniente e entediante Phara (Kubbra Sait), porque será insuportável assistir mais um novo vilão genérico atormentar Hardin. Se eu for bem otimista, consigo imaginar a chegada de Seldon como a chance de uma narrativa melhor, explorando dinâmicas diferentes entre as personagens. Mas ainda há uma enorme possibilidade para desperdício, como tem acontecido com a temporada até aqui.

Mesmo sem uma presença maior de Irmão Dia, pela primeira vez pudemos ver mais do império e de um núcleo diferente através da história do jovem Irmão Alvorada (Cassian Bilton), que tinha começado como uma personagem pouco atraente, mas acabou recebendo uma subtrama ainda mais interessante do que a da própria Salvor Hardin, ou Gaal Dornick, que só deve aparecer no episódio final, da próxima semana. Bilton pôde ser melhor aproveitado em uma história de conspiração que lembra bastante o que tentaram fazer na finada Admirável Mundo Novo, mas por incrível que pareça, Fundação teve sucesso nessa parte, com um ator mediano, mas temas bem explorados e um desenvolvimento eficaz, talvez o único, ao lado do arco de Irmão Dia – esse com outra vantagem sendo a excelente atuação de Lee Pace, o que o pobre Bilton não é capaz de entregar no mesmo nível, mas a gente perdoa.

The First Crisis traz uma virada importantíssima na trama de Fundação, e se a série for esperta, pela primeira vez, deve conseguir colocar sua narrativa nos trilhos e consertar algumas pontas soltas que tem sido inconvenientes cada vez maiores com o passar dos episódios. É hora de cortar o que não funciona, melhorar o que é promissor e se aprofundar no que está dando certo, que ainda é pouco, mas pode ser a salvação da série. As chances são pequenas, mas é como o próprio Seldon diz no fim do episódio: “talvez ainda seja possível melhorar”.

Fundação (Foundation) – 1X09: The First Crisis (EUA, 12 de Novembro de 2021)
Direção: Roxann Dawson
Roteiro: Josh Friedman, David S. Goyer e Victoria Morrow, baseado na obra de Isaac Asimov
Elenco: Lee Pace, T’Nia Miller, Chipo Hung, Laura Birn, Terrence Mann, Alfred Enoch, Leah Harvey, Cassian Bilton, Teyarnie Galea, Daniel MacPherson, T’Nia Miller, Pravessh Rana, Kubbra Sait, Clarke Peters, Buddy Skelton.
Duração: 57 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais