Home TVEpisódio Crítica | Gavião Arqueiro – 1X03: Echoes

Crítica | Gavião Arqueiro – 1X03: Echoes

Sintonia fina.

por Ritter Fan
2.318 views (a partir de agosto de 2020)

  • spoilers. Leia, aqui, as críticas dos demais episódios.

Com um começo duplo marcado por um episódio sólido e outro nem tanto, Gavião Arqueiro, já na metade da temporada, retorna à forma vista em Never Meet Your Heroes e corrige o rumo da parceria clássica entre personagens de idades diferentes, fazendo Jeremy Renner e  Hailee Steinfeld funcionarem juntos da maneira que deveriam ter funcionado em Hide and Seek. E o melhor é que Echoes não se baseia apenas no abismo de gerações para criar a conexão entre os heróis, já que o roteiro sabe trabalhar muito bem a surdez de Clint Barton como eco (he, he) da vilã Maya Lopez, ou Eco, que, em breve, ganhará série spin-off próprio.

Na verdade, o episódio todo usa a deficiência auditiva em diversos graus para contar uma história de origem para Maya, com um bom flashback para quando ela era pequena e a forma como seu pai William (Zahn McClarnon) a ensinou a viver entre os dois mundos e para lidar com as consequências de uma vida inteira em missões explosivas para Barton, que revela sua dependência de seu aparelhinho, algo que Maya refuta veementemente e, claro, a conexão inadvertida entre os dois, com Ronin tendo matado William (além da menção ao “tio” de Maya que pode ou não ser a deixa para o Universo Cinematográfico Marvel introduzir Wilson Fisk, o Rei do Crime, que, nos quadrinhos, é seu pai adotivo). Por outro lado, confesso que não gostei muito da abordagem superficial dada à vilã quando já adulta, no presente, que, mesmo demonstrando habilidade em lutas, teve seu ataque de raiva ao enforcar Kate e precisando reafirmar com todas as letras que é a líder da Gangue do Agasalho, pelo que espero que isso mude um pouco para a frente.

Do lado dos arqueiros, tudo funcionou muito bem, seja Clint escapando e começando a lidar com a gangue, deixando Kate para se libertar sozinha, seja os dois fugindo no carro, com direito às divertidas trick arrows, valendo especial destaque para a com partículas Pym. É nessa interação frenética que a dupla mais se destaca, já que o roteiro sabe manter cada um dos dois dentro de seus personagens, com Kate ainda demonstrando deslumbramento por estar ao lado do herói que inspirou sua vida e Clint simplesmente querendo que todo esse pesadelo acabe logo de forma que ele possa voltar para o Natal em família. Até mesmo quando a pancadaria acaba, há um belo “momento-ternura” em que Kate ajuda Clint a falar ao telefone com seu filho, com a câmera da dupla britânica Bert & Bertie usando esse momento para calmamente estabelecer aquele momento de conexão mais firme, para além de uma parceria efêmera, entre os dois.

Pensando para a frente, fico com um pouco de receio sobre como a série acabará em apenas mais três episódios, já que este aqui pode ser encarado com um interlúdio de ação que, de novo mesmo, só introduz Eco e estabelece – para nós, espectadores – a razão pela qual ela está atrás do Ronin. Ainda há diversas pontas soltas que precisam ser amarradas, especialmente a eventual ligação da mãe de Kate com a vilania da Gangue do Agasalho e, claro, o exato papel de Jack Duquesne nessa história toda, algo que, muito provavelmente, considerando o cliffhanger do episódio, começará a ser elucidado já a partir do começo do próximo.

Seja como for, o que realmente importa é que Renner e Steinfeld encontraram a sintonia que sinceramente achei que não encontrariam e formaram o tipo de dupla televisiva que, mesmo sendo basicamente um grande e repetido clichê, é irresistível, com uma jovem alegre e positiva de um lado tendo que lidar com um adulto sério e sem paciência de outro para desvendar algum mistério que, nesse caso, mantém uma simpática leveza, além de ter com pano de fundo uma Nova York natalina que sempre acrescenta uma atmosfera também clichê, mas muito agradável que remonta a tantos outros filmes que se passam nessa época. Echoes, portanto, acerta em cheio seu alvo, apenas deixando a desejar um pouco no quesito vilã, mas ainda com tempo em tese suficiente para uma correção de rumo também nesse aspecto.

Gavião Arqueiro – 1X03: Echoes (Hawkeye, EUA – 1º de dezembro de 2021)
Criação e desenvolvimento: Jonathan Igla
Direção: Bert & Bertie (Amber Templemore-Finlayson, Katie Ellwood)
Roteiro: Katie Mathewson, Tanner Bean
Elenco: Jeremy Renner, Hailee Steinfeld, Tony Dalton, Fra Fee, Brian d’Arcy James, Aleks Paunovic, Piotr Adamczyk, Linda Cardellini, Simon Callow, Vera Farmiga, Alaqua Cox, Zahn McClarnon, Florence Pugh, Ava Russo, Ben Sakamoto, Cade Woodward, Jolt, Clara Stack, Zahn McClarnon
Duração: 44 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais