Home TVEpisódio Crítica | His Dark Materials (Fronteiras do Universo) – 2X02: The Cave

Crítica | His Dark Materials (Fronteiras do Universo) – 2X02: The Cave

por Luiz Santiago
2178 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS! Confira a crítica para os outros episódios da série aqui.

Ora, vejam só! A qualidade da trama realmente subiu em relação ao capítulo The City of Magpies, estreia dessa 2ª Temporada de His Dark Materials. Aqui se estabeleceu muito melhor um elemento de maior agilidade narrativa que me parece ser a tônica da temporada, o que torna a série evidentemente muito mais apreciável.

Um ponto que eu já tinha aludido antes e que se mostra bem mais interessante aqui é a separação de grandes eventos em núcleos que conseguem se manter interessantes sozinhos, uma ausência na maior para da 1ª Temporada. O texto de The Cave trabalha com a continuidade imediata daquilo que vimos no episódio anterior, mas já com os eventos em franco andamento. A intriga causada pela Sra. Coulter desponta-se como uma das mais interessantes porque coloca pessoas do Magisterium e o próprio Magisterium na mira de uma denúncia, de um processo que pode desestruturar totalmente essa religião estabelecida (mais sobre isso adiante).

A fé e a própria estrutura dessa organização está totalmente ameaçada pelo conhecimento da poeira/pó e a existência de outros mundos. Mas isso, como a gente sabe, é uma curiosa fachada. Alguns religiosos ali podem realmente acreditar no que pregam, mas os personagens centrais da série estão diretamente colocados contra a parede ou totalmente cientes da existência dessas outras realidades, tendo a fé ameaçada por uma amplitude de perspectiva de vida. As dúvidas sobre a poeira permanecem, e isso começa a parecer interessante para mim, pois gera grande desconforto dentro do Magisterium, ao mesmo tempo que, no arco de Lyra, ganha uma resposta curiosa, com a apresentação da matéria escura como equivalente disso em nosso mundo.

O que me pareceu relativamente aquém do esperado — inclusive se compararmos com os eventos do episódios anterior, foi a relação entre Lyra e Will. Eu entendo a necessidade dos roteiristas em criar ações separadas para cada um, mas tem coisas que ficam completamente aleatórias e estranhas na série, como o fato de Lyra sair correndo loucamente e deixando Will pra trás (depois de ter sido avisada dos perigos que ele corria) e também o fato de a montagem não fazer um trabalho mais afiado na forma como encadeia os dramas individuais e a passagem desses blocos solo para os blocos em dupla.

O arco das bruxas ganha aqui um forte momento. Está claro que a ação a mando do Magisterium terá uma forte consequência na série e eu gosto dessa briga, porque torna dois núcleos bem aliados, expõe uma possibilidade de vingança e sugere que muitos planos envolvendo Lyra e Will derivam daquilo que vemos a favor ou contrário a esta instituição. Não tem como ficar indiferente!

His Dark Materials (Fronteiras do Universo) – 2X02: The Cave — Reino Unido, 2020
Direção: Jamie Childs
Roteiro: Francesca Gardiner, Jack Thorne
Elenco: Dafne Keen, Ruth Wilson, Ariyon Bakare, Amir Wilson, Ruta Gedmintas, Jade Anouka, Simone Kirby, Frank Bourke, Robin Pearce, Will Keen, Sasha Frost, Gary Lewis, David Langham, Nina Sosanya, Ray Fearon
Duração: 50 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais