Home TVEpisódio Crítica | Inumanos – 1X03: Divide and Conquer

Crítica | Inumanos – 1X03: Divide and Conquer

por Ritter Fan
96 views (a partir de agosto de 2020)

Tendo assistindo os dois primeiros episódios de Inumanos costurados como um longa-metragem e projetado em tela IMAX, tive mais de um mês para digerir uma série que, lá atrás, em sua origem, prometia muito, mas que, pelo menos como parte de uma mais arriscada do que ousada estratégia de marketing, falhou fragorosamente. Tendo pulado os dois primeiros episódios que foram ao ar oficialmente na TV na semana passada, parti direto para Divide and Conquer o terceiro da temporada programada para ter apenas oito.

Se eu havia desgostado do resultado no IMAX, mas não considerado o fim do mundo como muitos professaram, agora posso dizer que realmente não dá. O episódio objeto da presente crítica é inábil em quase todos os sentidos. Não sabe usar clichês a seu favor, o elenco está completamente desconfortável nos papeis e qualquer tentativa de dar gravidade ou leveza às ações de cada um é um tiro n’água.

É particularmente chocante notar que o mesmo tipo de história está sendo contada em The Gifted – afinal, são duas séries de super-heróis com fugitivos poderosos -, também com orçamento restrito e também com o uso de clichês a todo instante e, lá, pelo menos seu primeiro episódio mostrou que tem potencial para funcionar. Em Inumanos, estamos praticamente na metade da temporada e a história só fica pior, realmente parecendo aquilo que muitos diriam que seria logo quando o primeiro trailer foi ao ar: uma série com ar de fanfic mal feita, com personagens fazendo cosplay da pior qualidade em cenários espartanos ao ponto do ridículo.

Como havia ficado claro anteriormente, a família real inumana, depois de um golpe de estado de Maximus em Attilan, na Lua, está toda no Havaí, mas em lugares diferentes e sem poder usar seus respectivos poderes. Raio Negro nunca pode usá-lo sem exterminar meio mundo ao redor, Medusa teve seu cabelo cortado, Triton desapareceu; Karnak bateu a cabeça e não consegue falar lé com cré; Gorgon não tem lá poderes muito úteis e, finalmente, Crystal não disse ainda a que veio. Com isso, temos uma série que lida com pessoas estranhas fugindo de vilões genéricos materializados pela inumana Auran, lacaia de Maximus que, neste episódio passa a comandar uma equipe formada por personagens criados para a série, pois, aparentemente, há poucos inumanos nos quadrinhos para eles pelo menos usarem material pré-existente.

Com isso, somos deixados com Flora, que comanda as plantas, com direito a florzinha no cabelo, Locus, que solta uma gosma preta genérica com função incerta e não sabida e, finalmente, o temido Mordis que – e aqui vou usar um trocadilho infame, preparem-se – mais parece cão que ladra mas não mordis… O pouco de coreografia de luta que vemos, quando a equipe ataca Gorgon e uma milícia mágica que ele acha e que automaticamente se torna devota dele, é trabalhado pelo diretor Chris Fisher como se ele fosse discípulo de Michael Bay só que com um orçamento com menos cinco zeros. Há tantos cortes que mal dá para entender o que está acontecendo e o resultado é, na melhor das hipóteses, constrangedor.

Enquanto isso, Medusa careca invade a primeira mansão que encontra e, sem cerimônia, furta tudo o que pode, Karnak encontra três traficantes de drogas(???) que são tão ameaçadores quanto o poodle da minha vizinha e Crystal finalmente faz alguma coisa de útil e, enganando o burraldo do Maximus, escapa com Dentinho para o Havaí (para mais um lugar diferente, pois o bicho parece não ter controle algum sobre seus poderes), com um final cliffhanger que vê o cachorrão ser atropelado por um quadriciclo, ou vice-versa. Os únicos momentos que talvez se salvem são os com Raio Negro na prisão, ainda que lá, da mesma forma, a sucessão de clichês é tão intensa e tão mal costurada, que qualquer pessoa com mais de oito anos de idade consegue praticamente cantar a pedra do que vai acontecer a todo momento.

A promessa que fica da entrada de humanos que ajudarão os inumanos no Havaí não parece melhorar muito a situação. A policial que entra na trama basicamente do céu e, falando em céu, o helicóptero que se materializa para salvar Raio Negro e o Tocha Humana XXG, parecem indicar aquele tipo de dinâmica de séries clássicas como Casal 20, Magnum ou CHiPs e não, isso não é um elogio.

Confesso que, por mais boa vontade que possa ter, não vejo uma luz no fim do túnel para essa série. Teria sido melhor se tivessem enterrado de vez o projeto dos Inumanos depois que o longa-metragem foi cancelado. Uma pena, pois são personagens com potencial.

Inumanos – 1X03: Divide and Conquer (EUA – 06 de outubro de 2017)
Showrunner: Scott Buck
Direção: Chris Fisher
Roteiro: Rick Cleveland
Elenco: Anson Mount, Iwan Rheon, Serinda Swan, Eme Ikwuakor, Isabelle Cornish, Ken Leung, Sonya Balmores, Mike Moh, Nicola Peltz
Duração: 43 min.

Você Também pode curtir

64 comentários

Huckleberry Hound 11 de outubro de 2017 - 10:28

Esse show é tão maluco que me deu mais razões para torcer pro vilão que os caras “bonzinhos” kkk!

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 17:30

Exatamente, @disqus_6l28o55IZI:disqus ! Mas eu agora não consigo torcer nem pelo vilão… Acho que o único que gera alguma simpatia em mim é o cachorrão…

Abs,
Ritter.

Responder
Anônimo 10 de outubro de 2017 - 11:54
Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:31

Está se esforçando para conseguir essa proeza mesmo!

Abs,
Ritter.

Responder
Guilherme Brendel 10 de outubro de 2017 - 12:15

Raio Negro – Não pode usar seus poderes, se não explode meio mundo – Ok, super foda.
Medusa – Não pode usar seus poderes pois está careca. -Ok né, fazer o quê…
Karnak – Não pode usar seus poderes porque bateu a cabeça. – Really??
Dentinho – Não pode usar seus poderes porque foi atropelado por um quadriciclo. – Não duvido que vá ser isso.

Resuindo: Que roteirinho preguiçoso esse hein…

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:31

Exatamente, @guilhermebrendel:disqus ! Tá complicado de aturar…

Abs,
Ritter.

Responder
Ricardo 9 de outubro de 2017 - 17:31

O pior é que mesmo essa série sendo ruim, não é tão ruim quanto pregam. Roteiro ruim, efeitos ruins, atuações ok. Mas o que pesa mesmo pra série ser inassistível é a própria família real. Eles são preconceituosos, pedantes, ditadores, arrogantes e se beneficiam do sofrimento do seu próprio povo. Como não apoiar os atos do “vilão”, que pode ter uma agenda própria, mas ainda pensa mais na comunidade inumana do que os reis. O que Maximus fala para Crystal no segundo episódio é uma prova disso. Os pais dela odiavam a família real inumana e seu sistema de castas, mas como Medusa, irmã dela, se casou com o rei ela acabou se beneficiando disso e pouco ligando para o resto do povo. Senão estaria trabalhando nos tuneis com o resto dos inumanos considerados indignos.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 18:04

A série é tão mal escrita que eles não conseguem explicar e justificar direito esse sistema de castas. Aí acontece justamente isso que você apontou…

Abs,
Ritter.

Responder
Maze 9 de outubro de 2017 - 22:32

Quem escolheu o sistema de castas e monarquia foram os ancestrais dos inumanos, assim como seu isolamento em outro planeta, e dessa forma as seguintes gerações tem que trabalhar por todo recurso possível. Mesmo com os teleportadores, não acho que todos possam ir para terra de uma vez e nunca foi esse o intuito do conselho genético, autoridades maiores que o rei e a rainha, que não podem os desafiar sem criar um autoritarismo ou ditadura. Raio Negro e Medusa nunca ousaram desafiar os outros líderes ou sequer tinham o plano de sair de Attilan sem os recursos completos, mas é visível que Raio Negro procurava dar abrigo para os novos Inumanos terraqueos e possívelmente expandir seu território. De qualquer forma Maximus se revoltou e não quis esperar, mas sim fazer uma revolução. É uma daquelas histórias aonde não tem lado certo ou errado, porque a educação e visão limitada do mundo que os personagens tem são tudo o que lhes foi dado. Claro, preconceito e segregação são péssimos, mas infelizmente muitos acreditam nisso, não por serem “malvados” por natureza, mas por uma cultura ensinada. E sim, nos quadrinhos, a família real é bem rígida inicialmente, melhorando e também piorando, de forma variada com o passar do tempo e acontecimentos.

Responder
planocritico 10 de outubro de 2017 - 04:41

O problema é que nada justifica a forma como as castas são escolhidas: poderes úteis ficam no bem bom, poderes inúteis vão para as minas. Onde está o equilíbrio nisso? É casta com base em discriminação estatizada. Se fosse para dividir entre trabalhadores e aproveitadores de forma honesta, então deveria haver um revezamento. É isso que não foi explicado ainda e que cria essa impressão ruim do que parece ser sim uma ditadura.

Abs,
Ritter.

Responder
Ricardo 10 de outubro de 2017 - 16:51

Eu sempre achei os Inumanos bem babacas mesmo nos quadrinhos. Só que lá o Maximus era um completo louco. Na série ele tem uma certa razão de querer se livrar da família real!

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:27

Sim, sim. Ficou bem mal construído esse começo mesmo.

Abs,
Ritter.

Responder
Cleber Rosa 9 de outubro de 2017 - 14:59

Espero de verdade que essa Scott Buck seja chutado uma vez por todos da Marvel, e que nunca mais venha a colocar suas ideias e mãos de merda em algo relacionado a herois em quadrinhos.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 18:05

Pois é… O sujeito tinha uma boa carreira antes de se meter em séries de super-heróis…

Abs,
Ritter.

Responder
Cristiano de Andrade 9 de outubro de 2017 - 13:17

Essa série é ruim nivel “terceira temporada de Arrow”?

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 14:01

Ainda não, pois não acabou, mas está caminhando nessa direção…

Abs,
Ritter.

Responder
Jose Aquiles 10 de outubro de 2017 - 09:16

😂😂😂😂 kkkkkkkkkkkkkkkk mas pelo menos arrow tem felicity….😙😙😙

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:35

Vade retro!!!

Abs,
Ritter.

Responder
Cristhian Lopes 9 de outubro de 2017 - 09:56

Dizer que isso é nível CW é sinal que desconhece as series do canal, pois temos uma primeira temporada excelente do Flash, Arrow 1º, 2º e 5º temporadas muito boas também e Legends of Tomarrow com uma 2º temporada muito boa!

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 14:01

Nossa, aquela primeira temporada de Flash foi constrangedora. E Arrow? Não entra nem na lista de piores séries já feitas, por estar bem abaixo do conceito de “pior”. LoT até realmente tem uma 2ª temporada boa. E você esqueceu de iZombie, que essa sim é muito boa.

Abs,
Ritter.

Responder
Cristhian Lopes 9 de outubro de 2017 - 14:57

Dizer que Arrow é uma das piores séries já feita é uma opinião sua que demonstra claramente que não chegou a assistir a serie assim como a primeira temporada de Fash, devido a isso não tem como discutir com pre-conceitos já estabelecidos!!
A primeira temporada de Flash é tão constrangedora que teve a seguinte avaliação nesse site, olha lá.
https://www.planocritico.com/critica-the-flash-1×23-fast-enough/

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 15:09

@cristhian_lopes:disqus , claro que é uma opinião. Assim como você achar Arrow uma boa série é sua opinião, não é mesmo? A única questão é que eu não só vi como fiz as críticas das temporadas todas de Arrow, pelo que sua acusação é vazia e tola. Se você deu ao trabalho de verificar a The Flash no site, poderia ter feito o mesmo ante de falar o que não sabe (ou você só procura ler opiniões que combinam com a sua?).

Sobre a avaliação de The Flash, repare que eu não sou a Melissa, responsável, à época, pela crítica de The Flash. A MINHA opinião é que a 1ª temporada é medíocre. E a segunda, bem, a segunda você também pode conferir aqui no site e não foi a Melissa quem fez a crítica…

Abs,
Ritter.

Responder
Cristhian Lopes 9 de outubro de 2017 - 15:16

Calma moça, não precisa ficar nervosa, sua opinião é unica a respeito do que havia comentado, mas de boa viva com ela e seja feliz!!
segue critica desse site de arrow e não é tão ridiculo como a senhorita alastra.
https://www.planocritico.com/critica-arrow-1a-temporada/
Por acaso omelete que é um site conceituado pensa também diferente de você.
https://omelete.uol.com.br/series-tv/arrow/criticas/?key=77326
Olha a segunda temporada muito bem conceituada em um site conceituado.
https://omelete.uol.com.br/series-tv/arrow/criticas/?key=87358

planocritico 9 de outubro de 2017 - 15:18

Você é que talvez precise viver “de boa” com minha opinião, não é mesmo?

– Ritter

planocritico 9 de outubro de 2017 - 15:58

Você de fato só pega as críticas positivas que concordam com o que você diz… Arrow, até onde me consta, tem mais de uma temporada e todas elas foram criticadas por mim. Mas é claro que você “escolheu” a crítica da única temporada razoavelmente boa…

– Ritter

Cristiano de Andrade 11 de outubro de 2017 - 17:05

O cara usar opinião do Omelete para sustentar argumento é pra acabar…

Anônimo 10 de outubro de 2017 - 11:55
Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:31

MUITO ruim…

Abs,
Ritter.

Responder
Cristiano de Andrade 11 de outubro de 2017 - 16:39

primeira temporada de Flash é simpática.

Arrow só a primeira é boazinha! O restante ( segunda e terceira, pois não vi as outras) dá vontade de chorar!

Responder
Maze 9 de outubro de 2017 - 04:28

Para mim, séries de tv são como investimentos, as vezes melhoram com o passar do tempo, não tem muitas novidades em terrenos conhecidos. Inumanos para mim é uma aposta, vejo o enorme potêncial de qualidade, tenho esperança em um roteiro e direção melhores. E se alguém dúvida da qualidade dos atores e ambientação, prestem a atenção nos momentos mais sérios, que por pouco tempo nos convencem daquele universo e personagens.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:59

A vantagem desse investimento é que ele é de curto prazo, só oito episódios. Imagina se fossem 20? Mesmo assim, eu conheço diversos investimentos que já pagam dividendos desde o primeiro episódio…

Abs,
Ritter.

Responder
Thiago Azevedo Augusto 8 de outubro de 2017 - 23:53

Sim ta bem vergonha alheia mas para e pensa AoS 1 temporada Inumanos ta igual ou seja vai que ganha uma segunda e fica boa que nem AoS (sonhar é de graça) kkk

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:58

Isso é possível, claro. Mas AoS nunca foi tão ruim quanto o que vi até agora de Inumanos…

Abs,
Ritter.

Responder
Christian Allen 8 de outubro de 2017 - 21:58

Meia estrela hahahaha. Que papelão ABC, me cancela Agent Carter e solta essa bomba aí. Por mim nem passava os outros 5 episódios e antecipava Agents of Shield pra evitar mais vergonha alheia.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:56

Cara, quando você põe o cancelamento de Agent Carter nessa equação, aí é que eu fico mais irritado ainda…

Abs,
Ritter.

Responder
Jose Aquiles 10 de outubro de 2017 - 09:18

E por falar nisto …VOLTA BOBBY MORSE!

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 04:36

Não volta mais não. Ela está em The Orville agora. Só se mudarem a atriz.

Abs,
Ritter.

Responder
Gustavo Rodrigues 8 de outubro de 2017 - 18:16

acho que é a pior serie que ja vi

Responder
planocritico 8 de outubro de 2017 - 19:34

É ruim, mas também não chega a tanto. Tem tanto lixo que eu já vi que, na comparação, Inumanos fica até boa…

Abs,
Ritter.

Responder
Cristiano de Andrade 11 de outubro de 2017 - 16:21

cite exemplos!!

Vou te colocar numa saia justa agora! haha!

Quero ver o circo pegar fogo!

Responder
planocritico 11 de outubro de 2017 - 17:24

Painkiller Jane, Under the Dome, Knight Rider (reboot), Supergirl. E isso só para ficar nas modernas. Poderia citar outras tantas da década de 80.

Abs,
Ritter.

Responder
Ricardo Heydersoon 8 de outubro de 2017 - 17:52

A genta gostar, mass fica dificil. A forma que as coisas acontecem nessa série me lembra Punho de Ferro (as coisas vão acontecendo e parece que tudo tá ao favor deles, em PdF um mendigo oferece um Iphone pra ele em Inumanos um grupo de surfistas são ex-militares dispostos a morrer por alguém que nem conhece e nem fala coisa com coisa). Maximus era pra ser uma pessoa inteligente, mas caiu no plano ridiculo da Cristal (que alias, parece que nem tem poderes). Eu gosto do conceito que deram pra Atillan, mas não gostei de como foi feito, parece uma favela e não uma cidade na lua. Sinto falta da Inumanidade, parece que AoS soube traduzir esse conceito melhor que a série que tem ele como premissa. Nada ali lembra da qualidade que foi a maquiagem da Raina ou do Lash, nem msm o cgi do Hive. Aquelas marquinhas no rosto deles me da uma raiva enorme, falta cor, falta identidade e personalidade. Se a Marvel tivesse deixado pra lançar ano que vem, quem sabe ao menos no visual teriam feito algo melhor…
O lado bom é que já tá acabando e logo logo vem AoS… cada noticia me deixa mais feliz e ansioso.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:53

Exato, @ricardoheydersoon:disqus . A série é curta. Se continuar ruim assim, pelo menos não é por 20 e tantos episódios como Arrow…

Abs,
Ritter.

Responder
Ricardo 9 de outubro de 2017 - 15:45

Lembrando que Scott Buck é o produtor tanto de Inumanos quanto da primeira temporada de Punho de Ferro. A Marvel devia fazer um favor aos fãs e demitir esse cara!

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 18:04

Sim, sim. O cara precisa mudar de profissão…

Abs,
Ritter.

Responder
Homem-Pipa 8 de outubro de 2017 - 13:41

Trágico, vou ver The Gifted q ganho mais

Responder
planocritico 8 de outubro de 2017 - 14:37

Ganha muito mais mesmo! Eu só continuo com Inumanos porque (1) só tem oito episódios e (2) tenho que escrever para o site.

Abs
Ritter.

Responder
Homem-Pipa 8 de outubro de 2017 - 23:23

Alliás, eu gostaria de recomendar uma série pra vocês, se chama ”The Good Doctor”, é com o Freddie Highmore de Bates Motel, me parece promissora, assistam caso tiverem tempo, só tem 2 episódios por enquanto

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:57

Anotado aqui, obrigado!

Abs,
Ritter.

Responder
Stella 8 de outubro de 2017 - 12:33

Ótima critica Old Logan. Esse episodio foi ridiculo, não vou assistir mas essa série, dou chance até o terceiro episodio. Não dá, foi de dar vergonha alheia. Nivel CW Supergirl e Arrow.
Ainda bem que teremos Justiceiro e Agents of Shield em dezembro, AoS estreia dia 1.

Responder
planocritico 8 de outubro de 2017 - 14:55

Foi bem nível CW mesmo. Constrangedor…

AoS é minha esperança. Justiceiro eu estou com os dois pés atrás…

Abs,
Ritter.

Responder
Huckleberry Hound 8 de outubro de 2017 - 19:59

Tem negócio da CW bem melhor que isso esqueceu de Legends Of Tomorrow e iZombie?Kkkkkk!

Responder
planocritico 8 de outubro de 2017 - 20:13

iZombie é realmente bom, mas LoT só é razoável a segunda temporada. A primeira pode colocar no saco preto e tacar no lixo não reciclável…

Abs,
Ritter, o Imperdoável

Responder
Mirai trunks 8 de outubro de 2017 - 17:13

Qualquer serie da cw da de 10 nesse inumanos
marvel vacilou legal nessa serie,tanto potencial

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:50

Qualquer série da CW? De jeito nenhum. Arrow é tenebrosa.

Abs,
Ritter.

Responder
Mirai trunks 9 de outubro de 2017 - 18:49

A cara vai dizer que inumanos e melhor que arrow?
por favor ne so a terceira e quarta temporada de arrow foi ruim as duas primerias e a quinta sao muito boas

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 18:52

Não acabou nem uma temporada de Inumanos ainda, pelo que não dá para comparar honestamente. No entanto, com exceção da primeira temporada, que é razoável, as demais de Arrow são horríveis. Uma das piores séries hoje em andamento na TV.

Abs,
Ritter.

Batman 15 de outubro de 2017 - 13:02

Faça-me o favor Ritter , se levarmos em consideração suas críticas de inumanos até agora e compararmos com a de Arrow aqui no site , inumanos só não tá abaixo da 3 e 4 temporada de Arrow(Que mesmo sendo uma serie medíocre ainda tem uma nota maior do que os 3 últimos episódios de inumanos). A série do Flash é sim boa. Mesmo não tendo sido você a escrever a crítica do site , ela teve uma nota muito alta em quase todos os sites nerds da internet . Claro é sua opinião , mas não deixa de ser fato tanto pela avaliação do público quanto da crítica que a primeira temporada de flash é boa. E Lot a segunda temporada com certeza é melhor que inumanos.

planocritico 15 de outubro de 2017 - 20:34

A 2ª temporada de Arrow levou 2 estrelas. A temporada toda. Inumanos está caminhando para acabar no mesmo nível. Ou seja, Arrow, no agregado das 5 temporadas, consegue sim ser pior.

Sobre Flash, cara, a primeira temporada certamente não é horrível, mas é medíocre, não mais do que isso para mim. Séria boa mesmo da CW baseada em quadrinhos é iZombie.

Abs,
Ritter.

Stella 9 de outubro de 2017 - 23:57

Eu falei nivel CW ”arrow e supergirl”. Não falei todas as séries, Nikita, Gossip Girl primeiras temporadas entre outras séries foram boas de se acompanhar.

Responder
Airton de Sousa 8 de outubro de 2017 - 07:11

Aqui no plano crítico é assim: ou a nota é alta e a pessoa deve anotar pra ver depois ou a nota é baixa e a pessoa pode acabar rindo das críticas. “mais parece cão que ladra mas não mordis” KkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkK

Responder
planocritico 8 de outubro de 2017 - 14:42

Cara, fiz o maior esforço para gostar, mas não deu mesmo… Ô troço ruim, viu?

Abs,
Ritter.

Responder
Airton de Sousa 8 de outubro de 2017 - 18:38

Vi que era ruim quando saiu o poster com o cabelo super falso da Medusa (podiam ter pedido para a atriz tingir o cabelo pra ficar da cor que poderia ser computadorizado). Enquanto que nos filmes inventam desculpa pra justificar até os olhos cartunescos do aranha (na série não deixam a Medusa nem com o cabelo). Fico na dúvida de até onde vai o orçamento e a vergonha de usar os personagens da forma que foram criados. Quando há vergonha, vem coisa ruim.

Responder
planocritico 9 de outubro de 2017 - 13:54

O cabelo dela até que funcionou o pouco que foi usado. O problema maior é… tudo… De roteiro a atuações, de direção de arte até montagem… Parece realmente fanfic…

Abs,
Ritter.

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais