Home FilmesCríticasCatálogos Crítica | Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros

Crítica | Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros

por Handerson Ornelas
948 views (a partir de agosto de 2020)

Falar de Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros não é fácil. Pode não ser algo complexo como O Poderoso Chefão, mas se trata de um clássico de aventura (um dos maiores dele) e um dos filmes que representam o auge de Steven Spielberg, o que já é elogio e justificativa o suficiente pra colocar o longa como uma obra marcante. Ah, e ainda por cima com dinossauros! Em 1993 o tema jurássico era inserido com bastante firmeza na cultura pop, de uma maneira que a mudaria completamente.

A sinopse nos leva para Jurassic Park, o parque temático habitado por dinossauros clonados através de DNA extraído de insetos preservados em âmbar pré-histórico. Localizado na Ilha Nublar, perto da Costa Rica, é pra lá que um time é excursionado pra ter as primeiras impressões do parque e comprovar que ele é seguro. Entretanto, tudo dá errado quando o sistema é desligado por Dennis Nedry, programador-chefe, com o propósito de roubar embriões para a empresa rival, o que deixa todo esse time na situação de sobrevivência em meio aos dinossauros.

Jurassic Park virou um sucesso tanto por sua magnífica parte técnica, quanto por seu roteiro e direção que sabiam conduzir muito bem uma boa aventura. Na parte técnica o que se vê é um marco dos efeitos visuais (feita pela Industrial Light & Magic, que também fez os efeitos de Star Wars), capaz de trazer com bastante realismo esses seres pré-históricos, além de, se comparado com efeitos atuais, se mostrar bem longe de estar datado. Isso sem contar os espetaculares animatronics utilizados em algumas cenas, aprofundando ainda mais esse realismo. Tudo isso se torna perfeito com a excelente ambientação gravada na Ilha havaiana Kauai e a ótima direção de Spielberg que sabe trazer os ângulos perfeitos pra mostrar a magnitude, a importância e o terror dos dinossauros.

Um fato interessante de Jurassic Park é seu terceiro ato que é claramente um thriller, e daqueles muito bem trabalhados, o que faz ser inevitável uma comparação com Tubarão, também de Spielberg. Aqui, o terror dos tubarões é substituído pelos velociraptors, que poderiam ser considerados alguns dos maiores vilões do cinema. A sequência final do longa (em especial a da cozinha, onde as crianças precisam enfrentar a situação sozinhas) é um  verdadeiro exemplo de como conduzir um suspense. Pontos também para as excelentes interpretações dos jovens Joseph Mazzello e Ariana Richards que conseguem nos inserir muito bem no contexto de pânico.

Jurassic Park é definitivamente um mergulho profundo no cinema de aventura com um acréscimo importante que o destacou: DINOSSAUROS. Uma excelente adaptação feita no auge da inspiração de Spielberg, baseado na história fantástica criada por Michael Crichton, um roteiro bem eficiente, interpretações memoráveis (que fez alguns dos atores serem reconhecidos quase exclusivamente por seu trabalho no filme) e uma pitada perfeita de um excelente thriller marcam a certeza de Jurassic Park como um clássico absoluto do cinema.

Jurassic Park (Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros, 1993, EUA)
Direção:
Steven Spielberg
Roteiro:
Michael Crichton, David Koepp (baseado em romance de Michael Crichton)
Elenco:
Sam Neill, Laura Dern, Jeff Goldblum, Richard Attenborough, Bob Peck, Martin Ferrero, B. D. Wong, Samuel L. Jackson, Wayne Knight, Ariana Richards, Joseph Mazzello
Duração:
127 minutos

Você Também pode curtir

29 comentários

Madex 13 de fevereiro de 2020 - 11:55

Alguém sabe dizer se a ilha onde foi filmado este filme é a mesma de “Lost”? Eu assistia os caras jogando golfe e imaginava a hora que ia sair um dinossauro de algum arbusto. rs

Responder
Luiz Santiago 🌮😈🐂½ 13 de fevereiro de 2020 - 14:29

Não faço ideia…

Responder
Yuri 8 de março de 2021 - 00:21

Foi sim. Ambos foram filmados no Hawai.

Responder
Vinicius Maestá 18 de abril de 2019 - 00:29

Esse filme dá uma aula na maioria desses blockbusters atuais que acreditam não precisarem de uma boa história/roteiro.

Responder
Jason Mota 11 de fevereiro de 2019 - 18:42

Com certeza, uma obra prima!

Responder
Jason Mota 11 de fevereiro de 2019 - 18:36

É uma obra prima, sem dúvidas!

Responder
Jurassic Park O Parque dos Dinossauros Torrent (1993) - 720p | 1080p 27 de agosto de 2018 - 17:41

[…] Falar de Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros não é fácil. Pode não ser algo complexo como O Poderoso Chefão, mas se trata de um clássico de aventura (um dos maiores dele) e um dos filmes que representam o auge de Steven Spielberg, o que já é elogio e justificativa o suficiente pra colocar o longa como uma obra marcante. Ah, e ainda por cima com dinossauros! Em 1993 o tema jurássico era inserido com bastante firmeza na cultura pop, de uma maneira que a mudaria completamente. LEIA MAIS […]

Responder
Madex 22 de maio de 2018 - 17:12

Spielberg consegue provocar calafrios com um copo de água e/ou uma poça tremendo. Sensacional.

Responder
Fórmula Finesse 21 de maio de 2018 - 15:50

Se houvesse ranking de 7 estrelas, o filme as preencheria, se houvesse ranking de 10 estrelas, o filme as preencheria, se houvesse…

Responder
João Loureiro 21 de maio de 2018 - 14:06

Minha vida de cinéfilo alcançou outro patamar com este excepcional filme! Que Spielberg genuino: suspense e ação bem dosados. Tudo aquilo que não foi o desastre chamado “O mundo Perdido” (pra mim o pior de todos). Confesso que gosto do Jurassic III, acho-o divertido e sem as pretensões do anterior.
Creio que JW deve ser considerado como uma tentativa honesta de se resgatar a icônica franquia!

Responder
Alison Cordeiro 20 de maio de 2018 - 21:28

O material-fonte, o livro de Michael Chricton, é uma obra-prima. Suspense na medida certa, um clima de medo e tensão que foram levados a telona brilhantemente, combinando o visual épico a um roteiro ágil. A premissa da história é ótima, os personagens são carismáticos e os Dinos impressionantes. Entendo o motivo de fazerem continuações, mas deveria ter ficado apenas neste. Clássico.

Responder
Yuri 8 de março de 2021 - 00:21

Amei o livro. Ou melhor, os dois livros! Pois o segundo é uma continuação de respeito.

Responder
Crítica | Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros – Críticas 20 de maio de 2018 - 07:16

[…] { /*No*/ jQuery("body")[0].innerHTML = " Reader Desenvolvido por Drall Consultoria X "+ jQuery(".addtoany_share_save_container.addtoany_content_bottom").html()+" "; […]

Responder
Diego Borges 19 de maio de 2018 - 22:56

Até que eu gosto de Mundo Perdido. Tem umas apelações, mas é divertido. O 3 é uma bomba mesmo.

Responder
CoolmanBr 20 de maio de 2018 - 23:31

Eu não consigo cara. O Mundo Perdido é só pra colocar mais Jeff Goldblum. Eu acho.

Responder
Yuri 8 de março de 2021 - 00:21

O segundo filme é baseado diretamente no livro 2. E nele o Ian Malcom é o protagonista principal. Então faz sentido o filme. Acho pika! Dahora o filme.

Porém, melhor ainda é o seu protagonismo no livro 1 e 2. É perfeito.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:28

Alguém poderia me recomendar bons filmes de suspense com monstros?! Tipo esse em questão, alien ou Tubarão, também aceito clássicos subestimados.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:28

Alguém poderia me recomendar bons filmes de suspense com monstros?! Tipo esse em questão, alien ou Tubarão, também aceito clássicos subestimados.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:26

Lembro que quando chegava a cena da cozinha eu sempre olhava pra trás pra ver se não tinha um dinossauro em casa.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:26

Lembro que quando chegava a cena da cozinha eu sempre olhava pra trás pra ver se não tinha um dinossauro em casa.

Responder
Yuri Silva Pires 25 de setembro de 2015 - 22:40

Grande filme. Uma obra de arte. Pena que Jurassic World estragou tudo. Filme ruim… Não considero como parte da franquia.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:25

Eu também, sempre digo que preferia que JW tivesse seguido a história do livro.

Responder
JJL_ aranha superior 27 de agosto de 2016 - 21:25

Eu também, sempre digo que preferia que JW tivesse seguido a história do livro.

Responder
Handerson Ornelas. 27 de agosto de 2016 - 23:43

Nem me lembre da tragédia de Jurassic World, me dá calafrios…

Responder
Handerson Ornelas. 27 de agosto de 2016 - 23:43

Nem me lembre da tragédia de Jurassic World, me dá calafrios…

Responder
CoolmanBr 19 de maio de 2018 - 17:58

Mas é bom lembrar também que o 2 e o 3 também são muito ruins, bem piores que Jurassic World

Responder
Yuri Silva Pires 6 de junho de 2018 - 10:31

discordo

Responder
Rafael Oliveira 11 de junho de 2015 - 00:51

Não apenas na citada cena da cozinha, mas o primeiro ataque dos dinossauros é uma aula genial de como estabelecer a tensão.

Responder
Handerson Ornelas. 11 de junho de 2015 - 18:31

Com certeza, Rafael! 😀
Abração!

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais