Home TVEpisódio Crítica | Legends of Tomorrow – 6X01: Ground Control to Sara Lance

Crítica | Legends of Tomorrow – 6X01: Ground Control to Sara Lance

por Luiz Santiago
1665 views (a partir de agosto de 2020)

  • Há SPOILERS! Leia aqui as críticas dos outros episódios.

Como não poderia deixar de ser, o início dessa 6ª Temporada de Legends of Tomorrow começa com a ponta solta deixada propositalmente na temporada anterior, ou seja, a abdução de Sara Lance. O roteiro aqui não se dá o trabalho de contextualizar muita coisa. A partir de uma representação em pequenos arcos de onde está cada uma das Lendas nesse momento, ficamos progressivamente impressionados com todos os detalhes ocorridos em elipse e com o fato de ninguém se lembrar da abdução de Sara, num primeiro momento. Até que essa questão leva o grupo a David Bowie… e tudo começa a rodar de forma rápida.

A montagem aqui está no grupo de elite da série. Os cortes entre a busca por Sara e aquilo que Sara estava passando na nave dos alienígenas são precisos e não perdem em nenhum momento o andamento orgânico da narrativa. O espectador já tinha experimentado isso no início do episódio, à medida que cada Lenda era reintroduzida, mas quando a busca pela capitã começa, os cortes ganham mais peso porque a história passa a ter muito mais elementos de risco. Isso e o fato de que se torna cada vez mais difícil para as Lendas chegarem até Sara. A mágica de Constantine não tem poder ou acesso às coisas do espaço, e dessa situação surge o desespero de Ava e a grande preocupação de toda a equipe.

Tenho a impressão de que até as relações interpessoais entre os personagens aqui estão mais maduras. O lamento de Nate não parece chato; Zari dando uns pegas em Constantine não aparece tentando disfarçar ou desconversar nada; e Astra não está apenas a “rebelde perdida” que muito se especulou que ela seria aqui. Gosto muito mais da atriz Olivia Swann com esse recorte do que aquele que ela representava no Inferno. Todas essas nuances de maturidade melhoram, ao menos nesse primeiro momento, até personagens que para mim já saturaram há muito tempo, como Mick. Fiquei muito curioso pelo que os autores irão fazer no desenvolvimento desses indivíduos nos próximos episódios.

Para tornar a abdução ainda mais problemática e atrelada a algo que tocasse o espectador, Bowie filma Sara dizendo que pretende pedir sua namorada em casamento. A frase é lindíssima e deixa todo mundo surpreso e extremamente feliz. O gesto acaba potencializando o distanciamento de Sara e, se a presença dos aliens antes era apenas um elemento de curiosidade incômoda, a partir desse ponto se torna um problema grande. E como se não bastasse, temos a revelação de que Gary era um alien! Confesso que recebi a informação com grande estranheza, mas não demorou quase nada para aceitar a colocação. Pensando bem… não tinha como não ser.

É dito literalmente que a missão das Lendas será consertar a presença de aliens ou qualquer outro tipo de prisioneiro mantido na nave e que agora foi liberto. Pelo menos a primeira parte dessa caçada será sem Sara, que parece prestes a cair em outro planeta. Uma baita deixa para o próximo capítulo e uma forma interessantíssima de testar a dinâmica das Lendas sem a sua capitã. Um início de temporada que já começa querendo trazer fôlego novo para o show. Melhor forma de recomeçar.

Legends of Tomorrow – 6X01: Ground Control to Sara Lance (EUA, 2 de maio de 2021)
Direção: Kevin Mock
Roteiro: James Eagan, Mark Bruner
Elenco: Caity Lotz, Tala Ashe, Jes Macallan, Olivia Swann, Adam Tsekhman, Shayan Sobhian, Lisseth Chavez, Amy Louise Pemberton, Nick Zano, Dominic Purcell, Matt Ryan, Thomas Nicholson, Shawn Roberts, Ryan Egan, Cainan Wiebe
Duração: 42 min.

Você Também pode curtir

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais