Home TVEpisódio Crítica | Legends of Tomorrow – 7X04: Speakeasy Does It

Crítica | Legends of Tomorrow – 7X04: Speakeasy Does It

No tempo que se quer correr há muito o que parar.

por Davi Lima
1.046 views (a partir de agosto de 2020)

speakeasy

  • Há spoilers! Leiam, aqui, as críticas dos outros episódios da série.

 

speakeasy What am I forgetting? Me, me. I’m forgetting me. – Zari Tarazi

Essa temporada de Legends of Tomorrow está mostrando como a aventura não objetiva vale a pena, sempre tem mais a se deslumbrar no caminho. É verdade que tudo ainda está no começo e que as séries de TV aberta como a CW tem uma queda quase automática de qualidade pelo processo de produção de ocupar grade. No entanto, ao menos nesses primeiros quatro primeiro episódios, especialmente nesse Speakeasy Does It, a série está comentando que por mais que a linha temporal seja importante de ser consertada, o valor da parada na corrida contra o tempo precisa ser bem temperada com seus personagens, com esses personagens em meio a uma bola de neve de problemas sem a Waverinder.

Claro, a graça de Legends sempre foi construída em cima da maneira com os protagonistas conseguiam se safar nos vários períodos do tempo, sempre exigindo criatividade dos showrunners para paradas cômicas que o espectador possa aproveitar a interação dos viajantes do tempo com os eventos temporais. Mas agora a situação é diferente. Não há mais uma fuga temporal, não há mais uma variação episódica nas viagens do tempo para perseguir um vilão, nem mesmo um local fixo para os heróis terem suas reuniões. Dessa vez é tudo mais intenso num mesmo tempo, década de 20 do século XIX, e em lugares diferentes. A ida é para Nova Iorque, mas a parada é Chicago, parada essa que não perde o ritmo com os personagens, mesmo que atrase o objetivo central da temporada.

A divisão do roteiro em duas tramas de Spooner com Astra (Olivia Swann) e Gideon (Amy Louise Pemberton) em paralelo ao dos outros Legends está se tornando ainda mais engajada em propor ritmo. O final do episódio mostra bem isso, com uma luta e uma dança do lado dos Legends clássicos enquanto Gideon cantava no contexto de Spooner (Lisseth Chavez) e Astra. Ao mesmo tempo que a montagem impõe animação para o ato final, ambas as tramas se iniciam intrigantes pela necessidade de pararem suas narrativas, estacionarem numa causa dramática. O grande verniz de Speakeasy Does It é que o episódio comenta sobre esse parar para olhar esse contínuo tempo que os personagens estão se estabelecendo para desenvolvê-los em suas relações.

Here, now, it forces you to pay attention. – Eddie

Zari (Tala Ashe) é o ponto convergente que torna a história diferenciada. Ela centraliza o conflito de se olhar para o tempo que os Legends estão mexendo e como eles precisam se engajar. Seja por temáticas raciais, seja pela sororidade – pelo lado de Spooner e Astra com a cantora do trem -, ou até mesmo pela inesperada fotografia gravada e assimilada por Zari de seu irmão Behrad feliz tocando com uma banda num bar multicultural, há forças que fazem os personagens e o espectador se importarem com o presente da série. O roteiro é bem escrito nesse sentido, provocando o drama a partir de um problema atemporal que é prestar atenção no todo, nas figuras de cada narrativa. Tem um tom poético que combina com o jazz original escrito para o episódio que Gideon canta chamado “Future Favorite”.

“Please don’t say it’s all a game”, uma parte da música fala. No final os Legends não se encontram com Spooner, Astra e Gideon e nenhum deles chegam a Nova Iorque, mas no final isso não foi o mais importante. Mais importante foi saber que Nate ainda não superou Zari nas suas conversas com Gary (Adam Tsekhman), que Sarah (Caity Lotz) e Ava (Jes Macallan) se beijam para colocarem no tempo que as “Bullet Blondes” não são irmãs e Zari larga o celular para se concentrar na festa que fez para ajudar seu amigo Eddie (Hamza Fouad). Essa é a graça, não saber do futuro, mas favoritar o presente que é jogo futurístico mais próximo para se jogar e se divertir.

Legends of Tomorrow – 7X04: Speakeasy Does It – EUA, 03 de outubro de 2021
Direção: Kristin Windell
Roteiro: Keto Shimizu, Emily Cheever
Elenco: Caity Lotz, Tala Ashe, Jes Macallan, Olivia Swann, Adam Tsekhman, Shayan Sobhian, Lisseth Chavez, Amy Louise Pemberton, Nick Zano, Matt Ryan, Aubrey Reynolds, Eva Tavares, Giacomo Baessato, Hamza Fouad
Duração: 42 min.

Você Também pode curtir

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais