Home TVTemporadas Crítica | Modern Family – 5ª Temporada

Crítica | Modern Family – 5ª Temporada

por Filipe Monteiro
461 views (a partir de agosto de 2020)

Quando se analisa uma temporada de Modern Family, devemos ir em busca do que a difere das demais. O que acaba acontecendo a partir daí é a constante tentativa em captar algum erro, um deslize mínimo cometido em algum momento que possa comprometer o seguimento da série. A única razão para proceder desta maneira, é a escassez de agumentos comparativos entre uma temporada e outra.

A série tem se mantido tão estável dentro de um nicho que domina com maestria, que o exercício de revisá-la perde sua função e tende a cair na redundância. Os personagens, apesar de estarem pautados em figuras estereotípicas, assumem cada vez mais diferentes posições dentro das famílias.

Claire finalmente começa a trabalhar e Phil, ao dividir minimamente as tarefas domésticas, começa a perceber melhor o difícil papel que a esposa sempre desempenhou. Dentro da Universidade Comunitária, Hailey começa a se preocupar com o seu futuro profissional, não tanto quando Alex que, nesta temporada, está mais neurótica que nunca à medida que vai seu tempo no High School vai chegando ao fim.

A chegada de Little Joe para a família Pritchett também não passa despercebida. O instinto maternal de Glória ganha novas dimensões e os costumes colombianos são resgatados com habilidade nesta temporada. Sofia Vergara traduz perfeitamente a figura da mãe que tem que lidar com filhos em diferentes idades. Ter que lidar com o desapego do filho que acaba de entrar no primeiro ano do High School e com a suspeita de que seu bebê de um ano está possuído pelo diabo não é uma tarefa fácil.

Todos os núcleos parecem ganhar abordagens equilibradas, mas o argumento condutor de toda temporada está localizado dentro da casa de Cameron e Mitchell. Com a legalização do casamento homoafetivo no estado da California, os dois resolvem oficializar a união de uma vez por todas e a relação está na maior parte do tempo voltada ao planejamento da festa. A ABC não poderia deixar que um momento tão importante para a série passasse despercebido e resolveu promover o fim da 5ª temporada financiando a união de diversos casais homoafetivos na cidade de Nova Iorque.

O 5º ano de Modern Family chega ao fim com a certeza de que a série tem todo potencial para durar mais tempo e não esgotar seu humor inteligente.

Modern Family – 3ª Temporada (EUA, 2011)
Criadores: Steven Levitan e Christopher Lloyd.
Direção: Michael Spiller, James Alan Hensz, Jeffrey Walker, Chris Koch, Steven Levitan, Gail Mancuso, Bryan Cranston, Alisa Statman, Fred Savage, James R. Bagdonas, Ryan Case, Beth McCarthy-Miller.
Roteiro: Steven Levitan e Christopher Lloyd.
Elenco: Ed O’Neill, Sofía Vergara, Julie Bowen, Ty Burrell, Jesse Tyler Ferguson, Eric Stonestreet, Sarah Hyland, Ariel Winter, Nolan Gould, Rico Rodriguez, Aubrey, Anderson-Emmons.
Duração: 24 min. (cada episódio)

Você Também pode curtir

3 comentários

Luiz Santiago 13 de novembro de 2014 - 20:29

Temporada simplesmente sensacional. O episódio em Las Vegas é um dos mais criativos que eu já vi em uma série de comédia em toda a minha vida. Simplesmente incrível.
Lily está surpreendente. As tiradas, as frases de efeito, caramba, como não se apaixonar por ela?
O último episódio é muito bonito e tem um elemento cômico de brinde, o “casamento” entre Luke e Manny que me fez rir feito louco aqui. hahahaha
Uma temporada extremamente engraçada, equilibrada com tramas, bons convidados especiais e ótimo desenvolvimento de histórias paralelas, mesmo quando elas parecem aparecer do nada, como no caso das férias na Austrália. Não tem como não gostar!

Responder
Filipe Monteiro 13 de novembro de 2014 - 20:49

Tive o mesmo sentimento quando eu terminei de assistir à temporada inteira. Claro que, ao fim de cada episódio, a gente tem uma impressão diferente, quase exclusiva, sobre aquela “história da semana”. Entretanto, quando olhamos para a temporada como um todo e resgatamos o que foi construído pela série até agora, percebemos que a quinta temporada marca definitivamente a consolidação de Modern Family. É quase como um ponto de onde crescer qualitativamente parece impossível.

Fico feliz que você concorde comigo e veja o potencial que uma boa série de comédia pode ter. Fico feliz por você ter entrado nesse caminho sem volta que é o de acompanhar cada episódio querendo mais e mais!

Responder
Luiz Santiago 13 de novembro de 2014 - 22:57

É definitivamente um caminho sem volta. Realmente não dá pra largar. E o legal é que sempre tem algo interessantíssimo pra abordar. Já se vão 5 anos de série com 23 ou 24 episódios e cara… sequer chegou perto de enjoar!!! Pô!!!

Responder

Escreva um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumimos que esteja de acordo com a prática, mas você poderá eleger não permitir esse uso. Aceito Leia Mais